Em Taubaté (SP) foi realizado a 4° edição do Treinamento de Música

Postado em
0

A Igreja Verbo da Vida em Taubaté (SP), liderada por Eliezer Rodrigues, realizou através do departamento de música, coordenado por Moisés e Lena, a quarta edição do treinamento de música. Nesta edição, eles tiveram a oportunidade de receber Wivian Klart, líder do grupo de música na Igreja Verbo da Vida Sede em Campina Grande (PB);  Raysa Rocha, do Verbo da Vida no Morumbi, e dos pastores Eliezer Rodrigues e Edvaldo Felix.

COMO NASCEU O EVENTO

Tudo começou quando, em 2018, a equipe de música local desejou um treinamento intenso e interno para alcançar sua equipe, tanto tecnicamente, quanto na questão da visão doutrinária da música no contexto da igreja. Conversaram com o pastor Eliezer Rodrigues, professor da matéria “O ministério de música na igreja”, da Escola de Ministros Rhema e a  Geórgia Rodrigues, que prontamente disseram: “Por que não alcançar também outras equipes, outras bandas, e passar a verdadeira visão da música?

Assim, nasceu esse evento, que tem abençoado tantas equipes, tantas igrejas, bandas, líderes de música e músicos com a técnica e a unção.

“Rogo-vos, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que faleis todos a mesma coisa e que não haja entre vós divisões; antes, sejais inteiramente unidos, na mesma disposição mental e no mesmo parecer.” (I Coríntios 1.10).

Utilizando a revelação desse texto que o apóstolo Bud Wright sempre citava nas Conferências de Ministros, eles também utilizaram dizendo: “Rogo – voz, irmãos,…que CANTEIS as mesmas coisas.

 

Alguns dos temas ministrados no evento foram:

• Técnica vocal;
• Submissão da equipe a liderança local;
• A unção na música;
• A consciência de que um músico é um ministro da palavra;

Iniciando, Moisés, o líder do departamento local, destacou que segundo o salmista, o músico não deve apenas tocar bem tecnicamente, mas também com a unção, a consciência de que é chamado para ser ministro. Ministrando a palavra revelada e cantada.

Neste ano, mesmo na pandemia, eles tiveram um número expressivo de mais de 300 pessoas nesta 4° edição, vindas de várias cidades de São Paulo, mas também de estados vizinhos, como Rio de Janeiro e Minas Gerais, além de: Paraíba, Bahia, entre outros, e até mesmo de outros ministérios que estiveram presentes. Tiveram contato até mesmo de irmãos fora do país desejando participar e viram nitidamente a unção da música, que está sobre a liderança, alcançando várias pessoas.

“Todos que participaram saíram impactados com a excelência, a unção e a visão da palavra. Tivemos caravanas que viajaram 7 horas para estarem conosco. Cremos que estamos fazendo a obra que o Senhor nos chamou, servir ao corpo de Cristo. Somos gratos pela vida do nosso pastor Eliezer e Georiga Rodrigues, em podermos fazer parte dessa grande visão para os adoradores. É tempo de aceleração. Esperamos por você em 2022”, disseram Moisés e Lena, coordenadores do departamento.

O pastor Eliezer Rodrigues destacou: “Essa visão de treinamento para o ministério de música na igreja local de Taubaté, nasceu a partir das aulas da Escola de Ministros, do qual sou professor. Claro que no treinamento falamos mais tecnicamente e trabalhamos a prática música coletiva”. 

Eliezer continuou ensinando que há um poder na música divina, da música ungida, tocada e cantada por alguém que tem aliança com Deus, os filhos de Deus. 

E continuou: “Há uma grande importância do músico ser submisso a Deus, ao pastor local, aos líderes da igreja, ter um caráter alinhado com a palavra de Deus e etc. Para os cantores, também tratamos a parte vocal, o cuidado com a voz, técnicas vocais etc. Enfim, é um treinamento muito necessário e indispensável para os últimos dias eu acredito que os músicos precisam estar preparados para serem os últimos músicos dessa geração com a música ungida da última geração preparando o caminho do Senhor, a vinda do nosso Senhor Jesus Cristo”.

Já o pastor Edvaldo Felix, que também é baixista, ministrou falando sobre sua experiência: “Fazer parte de mais uma edição desse evento e poder compartilhar experiencias da visão para o ministério de musica na Igreja, foi pra mim uma honra. Quando falamos da visão local para o ministério de música não se resume unicamente na parte técnica da equipe, mas também da visão que Deus colocou no coração do pastor de sua igreja”, disse ele.

Ele disse ainda que está envolvido no Ministério Verbo da Vida, mais especificamente na área da música, desde então tem visto que muitos ministros de música têm perdido a conexão com a visão do pastor da sua igreja. “Muitos passam a trabalhar de forma paralela a visão local sem nem mesmo saber o que o pastor tem no coração”, afirmou o pastor.

E continuou: “Tratar do assunto ‘Submissão do ministério de música na visão local’, tem trazido a nota correta para o fluir do propósito de Deus na igreja. Vejo que esse treinamento tem aberto a visão dos ministros e mostrado que o ministério de música não existe somente para produzir canções, mas reproduzir a visão do pastor local e isso é evidenciado de várias formas como: Cantar em linha com a visão do nosso ministério, viver uma vida no espírito, viver em unidade como equipe e honrando a unção que está sobre nossas vidas e sobre os outros. Esse evento tem sido importante não só para o nosso ministério, mas tem alcançado diversas denominações e temos visto e ouvido testemunhos do quanto foram abençoados com as verdade compartilhadas.”

Wivian Klart também foi uma das preletoras do treinamento. Para ela participar do treinamento foi uma grande alegria e honra. “Há anos tenho uma admiração pela forma como os músicos dessa igreja levam a sério tudo que se refere a louvor e adoração. Eles são uma inspiração na música”, afirmou.

Ser convidada para participar foi uma grande oportunidade de Deus para que pudéssemos nos afinar na visão que tanto amamos. Fiquei impactada com a presença de tantos pastores de outras igrejas Verbo da Vida e líderes de música que não mediram esforços para participar. Era notório a fome e a sede de cada caravana em conhecer mais sobre a visão. Percebi um desejo intenso nos participantes por falarem as mesmas coisas e terem o mesmo parecer, assim como foi no começo da igreja escrito em Atos. Acredito que depois de tudo que vivemos esses dias, esses departamentos e igrejas crescerão mais e correrão mais VELOZMENTE com a visão. Foi incrível. Estou maravilhada e muito agradecida“, disse Wivian sobre os dias no evento.

Para Raysa Rocha, que também foi uma das preletoras, o treinamento foi um tempo maravilhoso de aprendizado, crescimento e avanço. “Ao mesmo tempo em que eu ministrei, eu também recebi grandes bênçãos da parte de Deus, além de ter sido muito bem servida pela palavra, música, diaconato, etc“, afirmou Rayssa.

Provamos de um ambiente poderoso e transformador, cheio da unção fresca que Deus preparou para nós ‘carregarmos as baterias’. Este dia ficará marcado na minha trajetória e ministério. Certamente, Taubaté é uma grande referência no assunto e tem inspirado muitas outras igrejas à excelência na música. Grande Sucesso!“, concluiu ela.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA