RIO: Emoção marcou volta de cultos presenciais no Verbo em Cachamorra

Postado em
0

“Voltamos, e voltamos mais fortes em Deus, porque Ele é a força da nossa vida!”, disse entusiasmado o Pastor Jefferson Ribeiro, líder da igreja Verbo da Vida em Cachamorra, Campo Grande, Rio de Janeiro (RJ), durante o primeiro culto presencial, após quase três meses de cultos on-line, devido ao isolamento social.

Cheios de expectativas para voltar a congregar no templo, desde a chegada, os irmãos já se mostraram muito emocionados, alegres e bastante gratos pelo retorno.

“Estávamos com grandes expectativas para o nosso retorno aos cultos presenciais e para podermos desfrutar, novamente, da unção coletiva”, declarou Thayná Oliveira, líder do Departamento de Multimídia.

Na reabertura, todas orientações de segurança da Organização Mundial da Saúde (OMS) foram cumpridas. Dentre elas, um limite máximo de ocupação por culto, razão pela qual os membros tiveram que se inscrever on-line para participar.

O uso de máscaras foi obrigatório em todos os ambientes da igreja. E durante a entrada e a saída, foi feito o controle e organização dos membros respeitando o limite de distanciamento, para que fosse evitado qualquer tipo de aglomeração.

Todo o ambiente foi higienizado e foram distribuídos totens de álcool em gel, a 70%, em todos os ambientes da igreja.

Outra medida preventiva foi em relação às pessoas do grupo de risco, ou que apresentavam algum tipo de sintoma. Elas foram aconselhadas a ficar em casa. Para garantir a segurança exigida pelas autoridades de Saúde, logo na entrada, a temperatura corporal dos irmãos foi aferida. 

Assim sendo, mesmo com todas as restrições referentes à higienização e distanciamento, a igreja desfrutou de um tempo glorioso e de muita unção através da mensagem do Pastor Jefferson. 

Durante o culto, o pastor escolheu, como base para sua ministração, o texto de Romanos 8.35-39. Ele destacou que “somos mais que vencedores por meio d’Aquele que nos amou”. Para o ministro, foi uma noite de forças renovadas e de muitas expectativas para o que Deus irá fazer no meio deles. 

“Foi um culto de grandes emoções, no qual nosso coração borbulhava de gratidão, ao nosso Senhor, por estarmos de volta servindo na nossa casa. Cremos em uma nova fase que estamos vivendo, na qual grandes coisas o Senhor fará em nosso meio”, festejou Thayná Oliveira.

Em breve, com a liberação dos abraços e sem tantas normas de segurança e restrição, os irmãos  poderão celebrar juntos a dádiva e a alegria de congregar em comunhão.

 

 

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA