“Eleve” foi o tema do Acampamento de Jovens em Campina Grande (PB)

Postado em
0

“Eleve” foi o tema do acampamento dos Jovens Verbo da Vida Sede, que aconteceu neste mês de novembro, e contou com a presença de Marcos Honório Júnior, Eric Andrade e  Jannayna Albuquerque como preletores do evento.

Aproveitando o clima de praia que o local proporcionou, na chegada ao hotel os jovens foram surpreendidos com um luau, que ficou por conta do cantor Jônatas Romero, um dos quatro missionários convidados do acampamento, que tem abençoado o sertão do Piauí com o evangelho da verdade.

Temas como Paternidade, Adoração e Relevância na Sociedade foram bem presentes durante as ministrações.

O culto de abertura, ocorrido na sexta pela manhã, foi ministrado por Eric Andrade. Ele inspirou os jovens a ingressarem nas próximas fases de suas vidas com a empolgação das vitórias nas estações anteriores.

“Não recue quando perceber emoções contrárias. Fé não é desligar suas emoções, fé é mostrar a elas quem é que manda”.

Além das pregações, na sexta-feira à noite, o evento teve a apresentação de um monólogo, conhecido como “Arquivo Secreto”. A peça retrata a história de uma jovem que acorda em uma sala repleta de cartões que descrevem suas ações ao longo de sua vida. O desfecho foi incrível, e uma atmosfera de graça e misericórdia encheram o ambiente naquela noite.

O sábado pela manhã foi marcado pela paternidade de Deus cuidando daqueles jovens. Welder Mendonça, líder do departamento, ministrou a Palavra e contou um pouco do seu testemunho, de como fora sua conversão. Na ocasião, jovens decidiram entregar suas vidas a Jesus, outros se reconciliaram e o zelo pela presença do Senhor tomou conta daquele lugar de forma muito genuína.

Marcos Honório Júnior pregou em um dos momentos, na noite do sábado, com o tema “Dez conselhos que gostaria de ter ouvido quando tinha a sua idade”, deu instruções valiosas aos jovens, tais como: tenham amigos; ouçam mais e falem menos; não sejam religiosos, entre outros.“Seja paciente! Nem mesmo Deus está com pressa. Tudo o que é valioso foi duro e levou tempo” declarou.

Welder Mendonça e Rafaella Guedes, líderes dos Jovens

Em seguida, os jovens celebraram juntos a Santa Ceia, debaixo da consciência de aliança com Deus por intermédio da obra de Cristo, mas também conscientes de que são membros de um Corpo e devem, portanto considerar e honrar uns aos outros. A Santa Ceia deve nos fazer lembrar nossa aliança, olhando para dentro, mas também olhando para quem está ao nosso lado.

O último culto foi ministrado por Jannayna Albuquerque e, como ela bem disse, foi uma manhã de “conselhos de mãe”. De forma muito “cirúrgica” e debaixo da inspiração do Espírito, instruiu os jovens a como lidar com frustrações, traumas e medos. Exortando que nas áreas em que o diabo tentou paralisar a juventude, o Senhor usaria como ferramenta para libertar outros. 

Por fim, não poderíamos esquecer de um dos momentos mais aguardados do acampamento, o batismo nas águas. Assim foi o encerramento do acampamento “Eleve”, na praia, onde quase 20 jovens foram batizados no mar. Foi um momento de muita celebração e comunhão.

“O Senhor me colocou no colo, tirou os pesos, medos e inseguranças. Reavivou sonhos e propósitos adormecidos. Foi muito além do que eu havia orado. Lembro de uma frase que ouvi durante o acampamento: ‘Quando o evento acabar, um evento vai começar a acontecer dentro de você’. Foram 4 dias, mas minha vida já deu um giro”, destacou Maria Vitória, uma das participantes do acampamento.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA