Em João Pessoa-PB, projeto incentiva leitura nos presídios onde há o Rhema

Postado em
0
A Juíza Dr. Andréa Arcoverde conduzindo a reunião
A Juíza Dr. Andréa Arcoverde conduzindo a reunião

Recentemente, o pastor Sérgio Flores, Coordenador do Rhema Prisional em João Pessoa-PB, foi convidado a participar de uma reunião com a Juiza da Vara de execuções Penais, Dra. Andréa Arcoverde, juntamente com o Dr. Nilo Siqueira da Costa Filho, Promotor de Justiça da Vara de Execuções Penais, bem como outras autoridades da Secretaria de Justiça do Estado e das penintenciárias da capital paraibana.

A reunião teve como objetivo de definir as normas para aplicação da diminuição de pena pelo exercício da Leitura. O projeto começará na Penitenciária Desembargador Sílvio Porto e no Centro de Reeducação Maria Júlia Maranhão, unidades onde já funcionam os Centros de Treinamento Bíblico Rhema no Sistema Prisional, devido o qual já há a prática bem sucedida da leitura por parte dos reeducandos.

IMG_4911“O projeto visa incentivar a leitura nos estabelecimentos penais através diminuição da pena, que será de 04 (quatro) dias de penas para cada 30 (trinta) dias de leitura, limitada ao total de 48 dias de penas a remir no período de 12 meses”, explicou a Juiza Andréa Arcoverde.

Foram constituídas comissões nas referidas unidades prisionais, as quais analisarão os trabalhos produzidos pelos reeducandos após a leitura da obra literária.

O pastor Sérgio testemunhou: “Como a lei da semeadura funciona. Estive no MVV no final de 2014 e o Ap. Guto nos presentou com 24 kits com todos os livros da Editora Rhema Brasil Publicações, para que pudéssemos presentear as alunas do Rhema Prisional. Na ocasião, convidei o Dr. Carlos Neves, Juiz Titular da Vara de Execuções Penais e Vice Presidente do Tribunal de Justiça, para ministrar uma palavra sobra família em nossa igreja e, no final do culto, presenteei-o, em nome do MVV, com todos os livros de nossa editora e lhe disse que as meninas foram presenteadas com todos aqueles livros. Ele ficou muito contente, animado e grato com a nossa atitude e nos disse que isso iria redundar em muitos frutos. Pois bem, estamos vendo agora estes frutos, a concretização de uma semente não só para os nossos alunos do Rhema, como também para todos os detentos de todas as unidades penais da Paraíba, Deus faz assim, TRANSBORDANTE”.

IMG_4912A primeira Oficina de Leitura ocorrerá no dia 15 de Março do ano em curso, no Instituto Penal Desembargador Sílvio Porto, juntamente com os alunos do Rhema Prisional, professores e autoridades civis.

“É muito gratificante poder observar algo ser materializado diante de nossos olhos, olhar e vê Deus fazendo com que o Ministério Verbo da Vida caia na graça das autoridades. Existe uma grande confiança das autoridades para com o MVV, todas ações que envolve as duas unidades prisionais em que está o Rhema, e outras, eles nos procuram para saber a nossa opinião e se queremos participar. Estamos com as portas abertas para qualquer presidio do Estado da Paraíba e ainda com a proposta de abrirmos um Rhema no CEA – Centro Educacional de Adolescentes da Capital”, concluiu Sérgio Flores

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA