Jogador Hernanes visitou o Rhema no Sistema Prisional em São Paulo (SP)

Postado em
0

Com o objetivo de continuar expandindo o Reino de Deus em todas as esferas da sociedade, está sendo desenvolvida a primeira unidade da Escola Bíblica Rhema no Sistema Prisional, em São Paulo (SP). Ela funcionará no Centro de Detenção Provisória III, que possui cerca de 3 mil detentos masculinos. 

Para possibilitar o início das aulas, os membros da Igreja Verbo da Vida de São Paulo estão levantando recursos para a construção de uma sala de aula. Enquanto isso ocorre, ações regulares sociais e evangelísticas estão sendo realizadas junto aos detentos. 

Na primeira semana em que começou esse projeto, os alunos contaram com uma visita especial: a do jogador Hernanes Lima. Ele trouxe a mensagem aos detentos, juntamente com o pastor Bruno Andrade, que realizou também o louvor.

Hernanes ministrou que, com Deus, é possível mudar o caminho. Citou passagens bíblicas e contou como foi a sua conversão. Também explicou que, a partir desse momento, buscou proclamar o Evangelho aos seus próximos. Ao final, o pastor Bruno ministrou cura e fez o apelo da salvação, durante o qual a maioria dos presos receberam Jesus.

Um dos reeducandos ressaltou a importância de atividades socioculturais dentro da unidade prisional. “Saber que eles dispuseram do seu tempo para conversar com a gente é gratificante. Nós nos sentimos lembrados. As palavras que Hernanes trouxe fazem a gente pensar no futuro e em uma vida diferente”, comentou ele.

Após a palestra, Hernanes deu autógrafos aos reclusos e funcionários da unidade.

O diretor do presidio ressaltou a importância dessa ação não somente para os presos, mas também para os funcionários, pois todos se sentiram importantes e lembrados. 

Esta participação de Hernanes foi registrada pela equipe de reportagem do Globo Esporte e também pela página oficial da Secretária de Administração Penitenciaria do Estado de São Paulo. Clique aqui para ler a matéria!

Em São Paulo, o Rhema Prisional está em fase de estruturação. Se você deseja colaborar com esse projeto, pode doar qualquer quantia pelo site: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/rhema-prisional.

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA