Jovens Fly “semearam” o amor de Deus na Praça da Bíblia em Sinop (MT)

Postado em
0
A Praça da Bíblia, a principal da cidade de Sinop (MT), foi o cenário ideal escolhido pelo grupo de Jovens Fly, da Igreja Verbo da Vida local, para demonstrar o amor pela vida do próximo. A exemplo de outras igrejas, que se engajaram em ações em prol da campanha Setembro Amarelo, eles também se reuniram com esse intuito: amar pessoas e “semear” a Palavra da Fé através da propagação do Evangelho.
 
Durante a ação, a grama da praça ficou repleta de balões amarelos prontos para “brotarem” mensagens e versículos sobre o amor, a bondade e o cuidado de Deus.
 
Em seguida, os jovens se dividiram em grupos menores e foram pra diferentes pontos da praça, conversando com as pessoas que por ali estavam, falando do amor de Deus, tirando dúvidas e orando por elas. 
 
À noite, o Culto Fly seguiu a mesma temática do Setembro Amarelo. Na oportunidade, houve um testemunho de uma jovem que compartilhou sua experiência com a depressão e pensamentos suicidas, e como as amizades e o Pastor local foram importantes, apoiando e acompanhando o tratamento dela junto a um profissional. 
 
Dando continuidade, Dalila Vila Nova ministrou sobre os nossos pensamentos e como eles afetam nossa vida, positiva ou negativamente. 
 
“Pensamentos negativos podem até surgir, mas quando estamos cheios da palavra nós não permitimos que eles fiquem”  disse Dalila.
 
As ações desenvolvidas pelos jovens de Sinop marcaram e transformaram vidas e pela exposição à Palavra e ao amor do Pai. 
 
Mas não parou por aí! Ao longo do mês, tanto o perfil do Fly quanto o perfil do Verbo Sinop postaram conteúdos informativos sobre a campanha e sobre o tipo de apoio e suporte que podemos, como cristãos, dar a pessoas que estão passando por um momento de crise ou aflição.
 
Desde 2014, a Associação Brasileira de Psiquiatria – ABP, em parceria com o Conselho Federal de Medicina – CFM, organiza nacionalmente o Setembro Amarelo. O dia 10 de Setembro é oficialmente o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. 
 
 
 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA