“Nos tempos de criança” foi o tema do Jantar de Mulheres em Campina Grande-PB

Postado em
1
539

A Igreja Verbo da Vida Sede, realizou no último sábado mais um anual Jantar das Mulheres, desta vez com o tema: “Nos Tempos de Criança”. Foi uma noite marcada por muita diversão, comunhão e crescimento espiritual.

O evento começou com o louvor liderado por  Marrosy Fernandes e Deborah Almeida. Elas cantaram músicas infantis na temática da noite. Logo em seguida, Jannayna Albuquerque, fez a abertura dando as boas vindas e realizando várias brincadeiras e o sorteio de brindes com as centenas de mulheres que participaram da festa.

As esposas de pastores e as líderes de cada equipe que trabalharam no jantar foram homenageadas. Foram exibidas fotos delas quando eram crianças e a participante que desse palpites e acertasse quem era ganhava presentes.

Sylvia Lima levou uma palavra poderosa para as mulheres. Ela ministrou sobre alegria e falou como a mulher cristã tira força da fraqueza para superar as dificuldades. Contou testemunhos de como ela conseguiu superar a perda do seu marido, Gilson Lima, que partiu para o Senhor em 2011.

Após a pregação, as mulheres participaram de mais brincadeiras. As mulheres que conseguissem passar mais tempo com um bambolê ou completar uma canção inteira pulando cordas ganhavam prêmios. Em outra brincadeira elas deveriam dar uma cambalhota em uma cama elástica e acertar uma bolinha em um cesto para ganhar o brinde.

As mulheres que tinham bonecas da sua infância as levaram para serem apresentadas durante um desfile. Foram 14 bonecas participantes. Todas bastante antigas. A boneca ganhadora já vinha de três gerações em uma mesma família.

Logo depois, teve um desfile de fantasias. Havia irmã vestida de Emília (personagem do Sítio Pica Pau Amarelo), outra vestida de Mulher Maravilha, também tinham Princesas, etc. Uma rmã caracterizada de boneca da Turma da Mônica ganhou o prêmio de melhor caracterização.

Após as brincadeiras, foi servido um delicioso jantar pelas 62 garçonetes que estavam vestidas com um uniforme no tema da infância. Esse Jantar  ficou marcado como uma noite bastante divertida e descontraída. “As mulheres se divertiram muito. Comeram guloseimas como pipoca e algodão doce à vontade. O regime estava dispensando nesta noite. Tia Jany gostou demais do que aconteceu. Foi muito bom”, afirmou a organizadora Jannayna Albuquerque.

Ao todo foram mais de 100 mulheres estiveram trabalhando para que o evento acontecesse. Jannayna fez questão de citar essas equipes e agradecer a cada uma delas. As equipes de vendas, louvor, garçonetes, organização e ornamentação tiveram seu trabalho reconhecido. Ela agradeceu também aos homens que trabalharam no evento:

“Eu nunca quero deixar de lembrar dos homens no apoio deste jantar das mulheres. Os diáconos vêem para a igreja na sexta-feira à noite, alinham todas as mesas e cadeiras com fita métrica e fazem isso tudo com muita excelência. Já no sábado, no fim do jantar, eles voltam para retirar as mesas e deixar tudo organizado para os cultos do domingo. Também faço questão de mencionar os irmão do trânsito que vêem e, com todo o carinho, organizam os carros no estacionamento e guardam esses veículos para que nada de mal aconteça”, concluiu Jannayna Albuquerque

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA