“Pare, Pense e Siga a Jesus” , tema da EBF ensinou assuntos da atualidade para crianças

Postado em
3

2016_ebf_guaratingueta18“Pare, Pense e Siga a Jesus”, esse foi o tema da Escola Bíblica de Férias – EBF que ocorreu na Igreja Verbo da Vida em Guaratinguetá-SP, sob a liderança do Pr. José Roberto Monteiro.

Tendo por base o versículo de João 14.6, “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim”, a equipe de monitores e professores do departamento infantil, sob coordenação de Luana Soares, instruiu, em torno de 120 crianças entre 04 e 13 anos, na Palavra de Deus. A EBF é o maior evento de evangelização infantil realizado na igreja local, cujo objetivo é ganhar almas e afetar vidas através da pregação do Evangelho.

2016_ebf_guaratingueta02Segundo Luana é “através de um evento como esse que cumprimos o IDE do Senhor, alcançando crianças dentro e fora da igreja. E, através da Palavra ministrada aos seus corações, permitimos que uma igreja forte e sadia se desenvolva espiritualmente, desde a mais tenra idade”. E completou dizendo: “posso afirmar com convicção que, de todos os eventos infantis, a EBF é o que cumpre o objetivo mais nobre, trazendo o evangelismo, o crescimento espiritual para as crianças da igreja e, afetando a vida de pais e professores através da Palavra”.

Após o período de muito louvor e alegria, as crianças receberam o ensinamento da Palavra com a ministração de Luciana Dias Pestana sobre o tema: ABUSO INFANTIL, NÃO GUARDE SEGREDO! Utilizando um semáforo, o tema foi abordado com graça e sabedoria, revelando a cada cor uma nova instrução. O vermelho mostrou às crianças que é necessário 2016_ebf_guaratingueta14PARAR com o pecado, que é tudo o que nos afasta de Deus. O amarelo nos indica que precisamos ter precaução ou prestar ATENÇÃO. Primeiramente, elas foram conduzidas a observar seus próprios comportamentos, ou seja, suas atitudes em relação a outras pessoas. Em seguida, fizeram o raciocínio inverso: qual tem sido a atitude das outras pessoas em relação a elas. Luciana explicou que cada pessoa possui um tesouro, que é seu próprio corpo e que tem lugares nele onde somente ela própria pode tocar. E existe também dentro de cada tesouro um radar, que é o coração e, ele sabe diferenciar e alertar em relação àquilo que recebemos: quando ganhamos um abraço ou um carinho de pessoas que nos amam, por exemplo, nosso radar fica feliz porque isso é algo bom. Mas, existem atitudes praticadas por adultos ou crianças mais velhas que não são boas: qualquer elogio ou toque que deixe o “radar” triste, com vergonha ou com medo, não é bom, e a forma de evitar é dizendo NÃO para aquela situação, principalmente quando isso é feito escondido.

2016_ebf_guaratingueta03Foi explicado também que, caso essas coisas já tenham acontecido, a culpa não é da criança, e sim do mal, ela não será punida por isso. O melhor jeito de se defender é não guardar segredo e sim contar para algum adulto de confiança: a mãe, a professora ou algum monitor da igreja. Não deve existir medo de contar, mesmo que exista a ameaça para guardar esse mau segredo.

Já a cor verde as ensinou a SEGUIR Jesus, o próprio Deus que encarnou, andou pela Terra curando, libertando e ensinando pessoas. Devemos seguir o Seu exemplo e andar como Ele andou.

2016_ebf_guaratingueta19Após isso, as crianças participaram de várias brincadeiras e assistiram uma apresentação de teatro, tudo preparado pelo departamento de jovens JovemZip. A peça apresentou o sacrifício de Jesus e o Reino por Ele conquistado para os filhos de Deus de uma forma simples e de fácil compreensão. Na ocasião, 35 crianças reconheceram a Jesus com seu senhor e salvador e, nasceram de novo.

O evento encerrou com a noite do pijama, na qual as crianças se divertiram e assistiram a um filme antes de dormir. Pela manhã, o encerramento contou com um delicioso café da manhã e uma despedida com gostinho de “quero mais”.

Encerramos nosso evento de forma satisfatória e com sensação de dever cumprido para essa etapa, mas cremos que Deus conta conosco para coisas ainda maiores. O que nos faz ter a certeza disso é a sede e fome da Palavra de Deus manifestada por essas crianças”, encerrou Luana Soares, coordenadora do evento.

3 COMENTÁRIOS

  1. Gostei muito! Gostariamos de realizar em nossa igreja.
    tem com agente conseguir toda a programação na qual vocês realizaram?
    Em quanto dias foi realizada essa EBF?
    Houve divisão de classe?
    Será que vocês podem nos ajudar?

DEIXE UMA RESPOSTA