Live das Mulheres mostrou exemplos de como “Ser enquanto floresce”

Postado em
0

“Ser enquanto floresce” foi o lema escolhido para a Live das Mulheres Verbo da Vida, realizada no último sábado, à tarde. Conduzida pelas apresentadoras Suellen EmerySylvia Lima e Juliana Borba, o encontro proporcionou muitos ensinamentos através de exemplos importantes, acerca de como as missionárias têm se posicionado em seus chamados.

live reuniu mulheres de vários estados brasileiros e de outras nações e teve como objetivo dar o enfoque merecido a muitas delas, que fazem um trabalho relevante, mesmo sem estarem aparecendo nas telas, todo o tempo, conforme anunciou Suellen durante a abertura da transmissão. Por esta razão, durante o bate-papo, as apresentadoras conversaram com mulheres extraordinárias que têm feito a diferença no campo missionário em que estão inseridas.

Entre as convidadas, a primeira a participar foi a missionária Jussara Pereira, que serve no Camboja. Durante a conversa, Sylvia pediu para que ela contasse como estão vivendo durante a pandemia. A missionária disse que apesar da escola Adore está fechada e as crianças estarem em casa, o trabalho da igreja continua e elas e suas famílias estão sendo assistenciadas com cestas básicas.

Na ocasião, algumas fotos foram exibidas e comentadas pela missionária. Jussara contou que, atualmente, mais de 400 crianças são alfabetizadas e, desde então, já começam a ler a Bíblia. Ela também explicou que como a nação é budista, é preciso estratégias para evangelizar. Nesse sentido, Jussara mostrou fotos suas, aplicando um questionário para conhecer as famílias melhor, antes de levar a Palavra. Suellen aproveitou para perguntar sobre a vida pessoal da missionária, os desafios que ela enfrenta como mulher solteira no campo.

Jussara contou que existe uma graça em sua vida, sobretudo na questão emocional, para superar os desafios da solidão e saudade. Ao fim de sua participação, ela mostrou uma flor de lótus, que é associada às qualidades femininas. Ela falou de suas raízes e de como a flor atravessa a água para florescer diariamente.

“Que nós mulheres possamos ser como a flor de lótus, simbolo de fortaleza, de sabedoria e de superação, que possamos atravessar as águas profundas para florescer todos os dias.” (Jussara Pereira)

Em seguida, Juliana Borba convidou Iranice Barroso, direto de Moçambique, para participar da conversa. Ela iniciou falando de sua gratidão ao Senhor por servir nessa nação. A missionária destacou como é importante quando propósitos se unem em amor para dar suporte aos que precisam, enfatizando inclusive as mulheres de sua equipe como Katiucia Gomes e Célia Regina.

No que diz respeito à pandemia, ela contou que permanecem com o cultos on-line e atendendo os irmãos membros da igreja. Iranice destacou que os cultos trouxeram pessoas novas. “O diabo não conseguiu parar as igrejas, estamos crescendo”, afirmou. A exemplo da conversa anterior, fotos também foram compartilhadas mostrando a sua rotina com a família, bem como um vídeo demonstrando a alegria de algumas irmãs quando souberam que a Escola Verbo da Vida on-line está chegando em Moçambique.

Na oportunidade, Suellen pediu para Iranice falar um pouco às mulheres de pastor e as solteiras sobre como ser parceira e auxiliadora dos maridos. A missionária comentou sobre a importância de ter foco e confiar nas pessoas que o Senhor levantou para o chamado. Este é o maior desafio a ser vencido, segundo ela.

Na mensagem final, refletindo a respeito de “Ser enquanto floresce”, ela declarou: “Nós precisamos ser imitadoras de Deus, precisamos estar seguras. Para florescer nós precisamos estar plantadas no solo da perfeita vontade, da obediência, aí nós vamos crescer. Precisamos ser fiéis, pacientes diante das coisas que se levantam em cada estação. Precisamos entender que quando vierem as circunstâncias estamos firmadas na rocha que é Ele”.

“Você vai chegar lá, parece que demora, mas está tudo bem, seguras n’Ele não há problemas, n’Ele estamos plantadas em solo fértil, que vai florescer enquanto nós formos aquilo que o Senhor nos chamou para ser.” (Iranice Barroso)

A próxima convidada a participar da live foi Katiuscia Gomes, também de Moçambique. Muito sorridente e feliz, a missionária relatou um pouco sobre sua vida de recém-casa e de como está a obra local durante a pandemia. Katy motivou as solteiras para orarem ao Senhor pelo casamento, em suas palavras declarou que “casar é bom demais”. Durante a exibição de algumas fotos, ela mostrou o trabalho desenvolvido em parceria com a Jocum para doação de máscaras faciais de proteção em hospitais, na comunidade onde vive e no lixão.

Encerrando, ela aconselhou as mulheres a continuarem fortes e corajosas. “A gente precisa entender que fomos chamadas por Deus para desenvolver uma obra, o meu conselho é que você não seja tímida diante das adversidades”. Katiuscia motivou as participantes da live a serem fortes e corajosas, pois o que Deus chamou para cada uma fazer, só elas mesmas é que vão fazer.

“As coisas que Deus tem vão acontecer é só você estar na posição! Faça com intensidade, com toda força, o que Deus fez chegar em suas mãos. Deus está com você, Ele a assiste!” (Katiuscia Gomes)

Quem encerrou a participação das convidadas foi Joanice Arcanjo, que serve no campo missionário no Japão. Ela também relatou um pouco sobre como tem enfrentado a pandemia. Segundo Joanice, ela e sua família tem se mantido firmados na Palavra da Fé, sem abrir mão do que Deus tem garantido nela.

Em sua participação, as fotos exibidas destacaram a sua rotina no trabalho e em família. Na ocasião, ela contou que só consegue conciliar as atividades de missionária, de trabalho, mãe de família e esposa de pastor porque “toca na graça de Deus” todos os dias.

“A alegria do Senhor é a nossa força, é como dizia o Ap. Bud, que se o diabo roubar sua alegria ele roubou sua bênção” afirmou após narrar como tem vencido algumas adversidades vividas naquela nação.

“Ser enquanto floresce é ser crente, é viver pela fé, é saber que você é filha de Deus, saber quem você é! Eu não abro mão do que a palavra de Deus diz a meu respeito!” (Joanice Arcanjo)

Durante a trasnmissão, o louvor ministrado por Ana Gaia, Wivian Klart, Gisele Caetano e Camila Dias coroou as participações das convidadas.

Cada apresentação das missionárias foi alternada com um momento musical, conferindo um brilho todo especial à programação.

Assim, às vezes rindo, chorando ou “chorindo” como disse Suellen, as nossas apresentadoras e convidadas propiciaram a todas as Mulheres Verbo da Vida um tempo maravilhoso de muito crescimento, pertencimento e florescimento. Muitos comentários trazidos por Juliana Borba demonstraram o quanto as participantes estavam comovidas e inspiradas. Ao final, Suellen relembrou o propósito do encontro:

“Nós trouxemos aqui essas mulheres para falarem a vocês como nós podemos florescer onde estamos, a partir do que temos em nossas mãos para fazer, através dos talentos que Deus nos tem dado, para usar no reino d’Ele, Ele espera por você! 

“Nós vamos continuar sendo, enquanto florescendo!” (Sylvia Lima)

A live foi encerrada com o resultado do sorteio e, além dos excelentes ensinamentos, a programação também ficou marcada pelo capricho das roupas, acessórios e make de nossas ministras e da beleza e bom gosto na confecção do cenário.

Toda a produção foi motivo de muitos elogios por parte da mulherada que assistiu e vibrou, em cada momento desfrutado, atentamente.

Siga as Mulheres Verbo da Vida no Instagram: @femininamvv e no Facebook Mulheres Verbo da Vida !

Assista tudo aqui!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA