Verbo no Rio de Janeiro-RJ sediou a 1ª etapa do “Circuito de Xadrez”

Postado em
1

A Igreja Verbo da Vida no bairro Campo Grande, no Rio de Janeiro-RJ, tem se mantido focada na missão de ser relevante para a comunidade ao seu entorno. Como parte desse objetivo, sediou a primeira etapa do Circuito de Xadrez da Zona Oeste do Rio (CXZO) em 2019.

Realizado com o apoio da FEXERJ (Federação de Xadrez do Estado do Rio de Janeiro), o evento atraiu 255 competidores, vindos não só de bairros da Zona Oeste, mas também de outras regiões da cidade e municípios vizinhos como Duque de Caxias, Mesquita, São João de Meriti, Petrópolis e Teresópolis.

Além de oferecer o espaço para realização do evento, a igreja local também disponibilizou o suporte das equipes de Diaconato e de Eventos da congregação, que cuidaram, entre outras coisas, da organização do ambiente e da alimentação dos competidores. Entre os idealizadores do Circuito está Ednilson Rosas, líder do Departamento de Projeção da Igreja local e Vice-presidente Técnico da FEXERJ. Também estão à frente da iniciativa os professores Angelo Bento, Adão Amozim, Zenilda Amorim e Flavio Silva.

O Circuito é uma forma de valorizar a prática do xadrez nessa região da cidade e também de promover cidadania. Aqui temos a oportunidade de descobrir novo talentos do xadrez,  que podem migrar daqui para outros grandes campeonatos”, ressaltou Ednilson.

Para o presidente da FEXERJ, Luiz Antonio Bardaro Manzi, a competição da Zona Oeste está se tornando o maior circuito de xadrez do Rio de Janeiro, além de ser um celeiro de novos jogadores. “Aqui os novos jogadores vão se familiarizando com o ritmo de jogo e se adaptando à competições da Federação”, disse ele.

Thiago Benetti, diácono da igreja local, explica que esse tipo de evento é um meio de preparar a igreja para grandes projetos envolvendo a comunidade. “É algo que nos prepara ainda mais para receber a comunidade e prestar um serviço de excelência”, afirmou ele.  

Competidores agradeceram a receptividade da igreja. Eles explicaram que o acolhimento das equipes envolvidas na organização foi fundamental para que tivessem tranquilidade e concentração para competir. Ednilson enfatiza que o objetivo da igreja é ser inclusiva, se mostrando disponível para o público externo.

“Eu fiquei muito feliz quando o pastor Claudio mencionou a ideia de trazer esse torneio para a igreja. Afinal, nosso objetivo é trazer para perto quem está lá fora”, conclui Ednilson.

Essa visão é frequentemente defendida pelo pastor da igreja local, Claudio Chianca, que foi quem teve a ideia de ceder o espaço para o Circuito de Xadrez.

A nossa cidade vem sendo muito castigada nos últimos anos e entendemos que, como igreja, podemos e vamos fazer diferença para nossa comunidade. Nosso desejo é cumprir a Palavra e sermos luz e sal no bairro que Deus nos confiou“, disse o pastor Claudio.

Como fruto dessa visão, a igreja local criou uma série de iniciativas, dentre elas o Verbo Xadrez, que ensina os fundamentos do esporte à crianças, adolescentes e adultos.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA