Graça = Boas obras

Postado em
4

Escrevo esse post motivado por um profundo desejo de ensinar, corrigir e educar a todos os que desejam entender a graça de Deus e o seu efeito na vida das pessoas.

Em um dos livros do irmão Hagin, “Ele concedeu dons aos homens”, ele diz algo que sempre me ajuda bastante a respeito de qualquer doutrina que leve as pessoas ao desequilíbrio. Vejamos:

“Entenda que há um certo elemento de verdade em todo o erro doutrinário. Normalmente os erros ocorrem quando as pessoas levam para um extremo certas verdades bíblicas. De fato, tem que haver um certo elemento de verdade envolvido nestas tangentes espirituais, ou ninguém creria nelas; o erro seria muito óbvio e evidente. Sou contra o extremismo em qualquer assunto. As pessoas podem levar a fé para um extremo. Este é o motivo pelo qual não encorajo as pessoas a entrarem em extremos e excessos em qualquer área.” (Páginas 16 e 17 )… Kenneth Hagin.

Eu acredito que todo extremo é extremamente prejudicial.  Fé radical, prosperidade radical, graça radical, enfim… Satanás não se importa muito em que extremo você está, desde de que esteja nele.

O ensino radical da graça diz que nós não precisamos mais realizar boas obras, pois a nossa obra é somente crer no que Jesus fez.  É ensinado que tudo o que é responsabilidade humana é obras, portanto, é lei, e se é lei, não está debaixo da graça. Nas entrelinhas, o que se quer dizer é que todo aquele que tenta praticar boas obras é legalista, religioso e farisaico.

Há muitos outros equívocos doutrinários que esse ensinamento traz. Não dá para falar sobre todos erros, pois são muitos.  Quero dizer inicialmente que amo, creio e provo da graça de Deus na minha vida! Há tanta coisa boa para se ensinar e provar acerca desse assunto. Seria imaturidade minha não reconhecer a maravilhosa graça de Deus.

Há inúmeras passagens que ensinam de forma equilibrada o real propósito. Quero dar ênfase ao efeito que ela produz em nossa vida prática…

Graça é muito mais do que favor imerecido. Graça é capacidade, habilidade, suficiência, força, poder divino em nós, nos habilitando a ser o que somos, a fim de vivermos uma vida piedosa, agradável diante de Deus.

– Boas obras não é a causa da salvação.

“Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie”.  (Efésios 2.8-9)

“Quando, porém, se manifestou a benignidade de Deus, nosso Salvador, e o seu amor para com todos, não por obras de justiça praticadas por nós, mas segundo sua misericórdia, ele nos salvou mediante o lavar regenerador e renovador do Espírito Santo, que ele derramou sobre nós ricamente, por meio de Jesus Cristo, nosso Salvador, a fim de que, justificados por graça, nos tornemos seus herdeiros, segundo a esperança da vida eterna” Tito 3.4-7 Versão “Revista e Atualizada”

– Boas obras é o resultado da salvação!

“Pois somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas.” (Efésios 2.10)

“Torna-te, pessoalmente, padrão de boas obras…” Tito 2.7

“O qual a si mesmo se deu por nós, a fim de remir-nos de toda iniquidade e purificar, para si mesmo, um povo exclusivamente seu, zeloso de boas obras”. Tito 2.14

“…Para que os que têm crido em Deus sejam solícitos na prática de boas obras. Estas coisas são excelentes e proveitosas aos homens”. Tito 3.8

“Agora, quanto aos nossos, que aprendam também a distinguir-se nas boas obras a favor dos necessitados, para não se tornarem infrutíferos”. Tito 3.14

Boas obras são práticas que realizamos de acordo com a nossa nova realidade espiritual. É colocar para fora (em nossa conduta diária) aquilo que já somos por dentro. Boas obras é o estilo de vida do cristão. É a nossa nova natureza em manifestação.

Eu não pratico a Palavra para ser alguma coisa. Eu pratico a Palavra porque eu já sou alguma coisa.

Eu não dizimo porque quero ser próspero. Eu dízimo porque eu sou próspero.

Eu não vou à igreja porque quero ser abençoado. Eu vou à igreja, porque eu sou abençoado.

Eu não faço o bem ao próximo, porque eu quero também receber algo.

Eu faço o bem porque a minha nova personalidade em Cristo assim me inspira a fazer.

A epístola de Paulo a Tito tem sido chamada de “O Livro das Boas Obras”.

Quando eu leio o livro de Tito, fico animado com a vida cristã. Paulo ensina como um Pai aos seus filhos, desejando ver a manifestação do melhor que há em nós.

Quer ver mais o que são boas obras?

 “A sua tarefa é explicar os assuntos que contribuem para uma doutrina sólida. Oriente os homens mais velhos a viver com equilíbrio, dignidade e sabedoria, para que haja perseverança, fé e amor saudáveis. Oriente as mulheres mais velhas a viver com respeito, para que não sejam fofoqueiras nem bêbadas, mas modelos de bondade. Que as mulheres mais jovens, ao se inspirar nelas, saibam como amar o marido e os filhos, sejam virtuosas e puras, cuidem bem da casa e sejam boas esposas. Não queremos que ninguém se afaste da Mensagem de Deus por causa do comportamento delas. Oriente também os jovens a viver uma vida disciplinada. Acima de tudo, para que todos vejam, mostre essas virtudes em sua vida. Não corrompa seu ensino:ele deve ser sólido e saudável. Assim, até alguém que seja contra nós, se não encontrar nada estranho ou errado, poderá no tempo oportuno, mudar de conduta. Oriente os que têm outras funções na igreja a ser trabalhadores leais, um prêmio para seus patrões — sem falar mal pelas costas, sem atos de desonestidade. Assim, o bom caráter deles vai resplandecer por meio de suas atividades, acrescentando brilho ao ensino do nosso Salvador”.  (Tito 2:1-10) Versão “A mensagem”

 Será que Paulo era um religioso,legalista e fariseu? Será que Paulo não entendia a graça de Deus? Será que Paulo desejava colocar um peso insuportável nas nossas costas por meio da tradição, usos e costumes e obras afim de ganharmos o favor de Deus?

Paulo disse a Tito: “E apegue-se firmemente à fiel Palavra, da forma como foi ministrada, a fim de que seja capaz tanto de encorajar os crentes na sã doutrina quanto de convencer os que se opõe a ela”. Tito 1.9

Quero escrever muito mais sobre a sã doutrina, pois acredito ser EXTREMAMENTE necessário.

* André Martins é cantor, compositor e pastor da Igreja Verbo da Vida em Florianópolis-SC

4 COMENTÁRIOS

  1. A Palavra, quando bem manuseada, é uma perfeita fonte de sabedoria! Ela traz todas as respostas que a vida nos impõe, é fantástico ver como o Pai se preocupou em nos colocar em posição privilegiada ao nos dar um fonte tão rica de informações para a sobreexcelente vida Nele!

    Ótima mensagem! Obrigado André!!!

DEIXE UMA RESPOSTA