A confissão bíblica

Postado em
1

Continuo postando alguns passos que o ajudarão a receber cura ou a levar pessoas a receberem-na.

Já postei que primeiro passo é ouvir e meditar na Palavra de Deus. A fé bíblica vem por ouvir e não por ter ouvido, por isso, precisamos sempre nos manter focados no que está escrito, no que Deus falou. Mesmo que você já conheça um certo texto das Escrituras, lê-lo novamente manterá sua mente em submissão ao seu objetivo de renová-la com a Palavra de Deus. Se você quer um bom resultado, esteja disposto a investir um bom tempo renovando a sua mente.

Para obter bons resultados espirituais na nossa vida, nós precisamos nos adequar a lei da fé. Conhecer a vontade de Deus é o primeiro passo, mas parar nessa parte do processo é a mesma coisa de querer fazer um bolo e parar no momento em que você recebe a receita.

Jesus Cristo lhe dá saúde (Atos 9.34). Ele falou para Enéias mas ele não faz acepção de pessoas (Atos 10.34) e não mudou de ideia (Hebreus 13.8). Ele é o Senhor que nos sara (Êxodo 15.26). Ele levou nossos pecados e nossas enfermidades (I Pedro 2.24). Estes são fatos reis! E, além destes fatos, há também promessas: “Nenhum mal me sucederá, praga alguma chegará a minha tenda” (Salmos 91.10) e “O Senhor afastará de ti toda enfermidade” (Deuteronômio 7.15).

Mas, conhecer e meditar nesses fatos e nessas promessas é apenas o primeiro passo. O que fazer mais?

Em Marcos 11.23, Jesus ensinou como operar na lei da fé: não duvidando no coração mas crendo que acontecerá aquilo que você disser. A confissão bíblica funciona quando o que será falado já é uma realidade em seu coração!  

Confissão é outro passo. Depois de conhecer e está plenamente convicto dos fatos narrados nas Escrituras e das promessas de Deus ao seu respeito, é necessário falar isso. Esta é uma parte integrante e vital para que a fé funcione. Confessar aquilo em que se crê é como assinar um termo de concordância permitindo que aconteça em sua vida o que é crido. Confessar a Palavra de Deus constantemente irá construir para você a realidade que está contida nela.

Ter as palavras de Deus como um amuleto na sala da casa, ou guardadas na memória não é o suficiente para que ela opere a sua finalidade. Em Isaías 55.10-11, Deus compara a Palavra dEle a chuva e a neve. Ambas não produzem em si mesmos sementes, mas elas trabalham a terra para que esta possa produzir algo. O texto termina dizendo que a Palavra de Deus fará o que lhe apraz e prosperará na finalidade para a qual Ele a designou. Muitas pessoas estão esperando que a Palavra de Deus se cumpra em suas vidas de modo automático, mas ela só prosperará e executará aquilo para o qual foi enviada quando encontrar a terra! O poder de Deus sempre operará em parceria com alguém que se dispõe a recebê-lo. No que diz respeito a nós, precisamos, pela fé, receber os fatos que a Palavra de Deus nos apontam.

“Há alguns cujas palavras são como pontas de espada, MAS A LÍNGUA DOS SÁBIOS É SAÚDE” (Provérbios 12.18 – ARCA)

Alinhe a sua confissão com a Palavra de Deus e, certamente, você acelerará a manifestação das coisas pelas quais você está crendo. Confessar o problema e as coisas que você já tem é o mesmo que desejar chegar a um lugar adiante dirigindo de marcha ré. Você estará cada vez mais distante de alcançar seu objetivo.

Ao invés disso confesse as palavras que são vida e saúde para o seu corpo (Provérbios 4.22).  Afinal, “morte e vida estão no poder da sua língua, se você bem utilizá-la, comerá do seu fruto” (Provérbios 18.21).

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA