Cristo, Aquele que cura

Postado em
2

Não há nada melhor do que saber que a pessoa para a qual você pedirá ajuda já está disposta a se mostrar gracioso para atendê-lo com aquilo que você precisa. Antes mesmo que o homem viesse a terra e tivesse alguma necessidade, Deus já lhe havia manifestado amor. Afinal, Ele é amor.

Em nenhum momento da criação, Deus pensou em criar algo que destruísse a vida do homem. Pelo contrário, Deus o preservou enquanto este se submeteu a Ele. Contudo, após a queda, a morte espiritual e física tomou lugar na humanidade, consequentemente, as enfermidades e doenças entraram ai. A enfermidade física maturada culmina na morte física. Mas, o desejo de Deus é que o homem tenha longevidade e esteja robusto até o seu último dia sobre a terra e que seja recolhido como o feixe de trigo, ao seu tempo (Jó 5.26, Salmos 91.16).

A enfermidade não faz parte do plano glorioso de Deus para o homem, pelo contrário, assim como a morte é inimiga de Deus, a enfermidade também é. Já que não pode tocar Deus, o seu objetivo é destruir prematuramente o homem que é imagem e semelhança dEle. Como podemos afirmar isso? Simples, é só conhecer o caráter de Deus:

Em 1 João 4.8, vemos que Deus é Amor. Jesus disse, em Mateus 7.11, “se vocês são maus e sabem dar boas dádivas aos vossos filhos quanto mais o vosso Pai celestial”. Não podemos sequer conceber um nível de amabilidade maior do que o de Deus. Ele é Amor. Se em nosso padrão é difícil conceber um pai dando algo nocivo a um filho seu, quanto mais Deus. Amor só é amor quando está voltado para outra pessoa, amor por si apenas é egoísmo, mas Deus decidiu se derramar (Amor) pelo homem. “Deus amou o mundo de tal maneira que enviou seu filho unigênito”… para que o homem não pereça (João 3.16). Jesus é a resposta de Deus para o sofrimento do homem. No livro de salmos está escrito, profetizado, sobre ele:

“O Senhor, do alto do seu santuário, desde os céus, baixou as vistas à terra, para ouvir o gemido dos cativos e libertar os condenados à morte, a fim de que seja anunciado em Sião o nome do SENHOR e o seu louvor, em Jerusalém” (Salmos 102.19-21)

“Então, na sua angústia, clamaram ao SENHOR, e ele os livrou das suas tribulações. Enviou-lhes a sua palavra, e os sarou, e os livrou do que lhes era mortal” (Salmos 107.19-20)

Jesus é a expressão exata da bondade, amor e misericórdia de Deus pelo homem. Em Lucas 5.12-14 temos o relato de um homem coberto de lepra, esta era nossa condição diante de Deus, como pecadores. Ele se prostrou e suplicou a Jesus: “Se quiserdes, podes purificar-me”. Quantos hoje não passam pela mesma coisa? Saber que Deus PODE, eu acredito que todos nós sabemos, contudo, a grande dúvida de muitos é se ele QUER ou não. A atitude desse homem foi de reverência ao poder de Deus, mas de ignorância em relação à vontade de Deus.

Jesus o respondeu: “Quero”. E aquele homem foi curado. A resposta foi a mesma que Ele daria hoje se fosse perguntado sobre sua vontade, por qualquer enfermo e em qualquer momento, já que, Ele é o mesmo ontem, hoje e para sempre (Hebreus 13.8) e não faz acepção de pessoas (Atos 10.34). A vontade de Deus, revelada por Jesus Cristo – a expressão exata do Pai – foi, é e sempre será a cura.

Talvez alguém diga: “Mas, se Deus quiser me ensinar alguma coisa?”. Posso lhe adiantar e responder que Ele quer sim nos ensinar muitas coisas, mas Ele não precisa e nunca irá usar a didática de Satanás para isso.

Em Jó 2.7, vemos que foi Satanás quem feriu a Jó. Em Lucas 13.11, Satanás estava por trás dos espíritos de enfermidade. Mas, graças a Deus que a Bíblia deixou claro que Jesus veio esclarecer a posição de Deus. Em Atos 10,38 podemos ler: “Deus estava posicionado junto a Jesus, ungindo-O para curar os oprimidos do diabo”. O diabo é quem oprime. Deus é quem cura.

As pessoas vinham ouvir Jesus pregar e eram curadas (Lucas 6.18). Quando Deus quer nos ensinar, Ele usa a sua Palavra, que é Vida e Saúde para o nosso corpo (Provérbios 4.22).

Então, tenho boas noticias: Deus não é a sua fonte da sua oposição ele é o seu socorro… e é bem presente na hora de angústia. Ele tem cura para você e a providenciou por meio de Jesus Cristo. Pelas pisaduras dEle somos sarado, podemos andar saudáveis.

“Ele é quem perdoa todas as tuas iniquidades; quem sara todas as tuas enfermidades; quem da cova redime a tua vida e te coroa de graça e misericórdia; quem farta de bens a tua velhice, de sorte que a tua mocidade se renova como a da águia” (Salmos 103.3-5)

O Jesus que curou quando andou sobre a terra e providenciou saúde quando morreu na cruz, é o mesmo que pode e quer lhe curar hoje.

* Raphael Marx é o coordenador nacional do Centro de Cura e professor do Rhema Brasil

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA