Quanto ao mais irmãos

Postado em
1

por Guto Emery

Quando uma cidade pequena começa a crescer, ela precisa de mais sinalização e assim foi com o Ministério. Imagine as igrejas se multiplicando, mas sem nenhuma sinalização, sem qualquer orientação. Já imaginou um trator descontrolado? Tem gente que é um trator de força, mas que se não estiver controlado, causa destruição.

Há pessoas que não conseguem sequer governar a sua própria casa e família, como estas irão governar igrejas? A igreja é como uma grande família e precisamos saber lidar com ela. São os pais que ensinam o caminho no qual a criança deve andar. Vejo o apóstolo Paulo dando instruções para a igreja em Tito 2.2-10:

“Quanto aos homens idosos, que sejam temperantes, respeitáveis, sensatos, sadios na fé, no amor e na constância. Quanto às mulheres idosas, semelhantemente, que sejam sérias em seu proceder, não caluniadoras, não escravizadas a muito vinho; sejam mestras do bem, 4a fim de instruírem as jovens recém-casadas a amarem ao marido e a seus filhos, 5a serem sensatas, honestas, boas donas de casa, bondosas, sujeitas ao marido, para que a palavra de Deus não seja difamada. Quanto aos moços, de igual modo, exorta-os para que, em todas as coisas, sejam criteriosos. Torna-te, pessoalmente, padrão de boas obras. No ensino, mostra integridade, reverência, linguagem sadia e irrepreensível, para que o adversário seja envergonhado, não tendo indignidade nenhuma que dizer a nosso respeito. Quanto aos servos, que sejam, em tudo, obedientes ao seu senhor, dando-lhe motivo de satisfação; não sejam respondões, não furtem; pelo contrário, deem prova de toda a fidelidade, a fim de ornarem, em todas as coisas, a doutrina de Deus, nosso Salvador”

Estes são deveres do cristão e exorta que devemos ter algumas características essenciais para orientar os nossos filhos. 

Quando penso sobre o ministério, eu penso que uma das mais importantes características para nós é o amor. Você precisa tomar uma posição para lidar com as pessoas com bastante amor. Contudo, ao mesmo tempo, o amor não aceita tudo como está. O amor exige um comportamento correto e isso também é amor. Minha mãe me ensinou a receber um “não”. Precisamos aprender a ouvir “não” ou um “espere”, por exemplo. Como você fica quando houve isso? Como um menino “birrento”? Estamos criando ministros maduros e para chegar a essa maturidade, é necessário tempo. Aprenda a receber um não! Tem gente que começa a reclamar quando ouve um não, mas se você não aprendeu sobre isso em casa, vai aprender na igreja!

Quando eu era criança fomos educados a respeitar os mais velhos. Aprenda a honrar e ser honrado, o amor fala sobre honra. 

Outra coisa que minha mãe ensinou foi a ir para a escola mesmo quando eu não queria. Sabe aquelas crianças que começam a chorar na frente de todos porque não querem ir para a escola? Minha mãe não permitia isso, pois quando fazíamos ela nos castigava. As pessoas, hoje em dia, querem apenas ser acalentadas e não podemos fazer somente a vontade das pessoas, pois vamos criar monstros. Se não educamos aqueles que querem subir no púlpito, que tipo de ministros estamos criando? Púlpito não é lugar para pessoas carnais. 

Aprendi também, desde cedo, a perdoar. Numa família grande, sempre tinha briga entre os irmãos, mas sempre que brigávamos nós apanhávamos. Isso não me machucou e nem criou um trauma em mim, mas graça a Deus que minha mãe fez isso! Quando brigávamos ela nos mandava pedir perdão e dizer “eu te amo” uns para os outros. 

Quando começamos a crescer, meu pai começou a fazer coisas que não devia ter feito. Ficamos revoltados com ele, mas minha mãe não falava mal dele para ninguém. Nos aconselhava a não levarmos a mágoa, mas perdoar ele.  Minha mãe não aceitava nenhum tipo de conversa falando mal de ninguém em casa.

Está faltando mais unidade no lar. Casamento não é um filme de hollywood. Na vida existem conflitos e você vai lidando com isto. Algumas pessoas se separam facilmente. Existem situações em que não há outra saída a não ser a separação, mas não é qualquer briga que deve levar a isso. Precisamos cuidar das nossas famílias!

Não acho que a experiência é o melhor mestre, mas sim a  Palavra de Deus, mas ainda assim tem situações em que a experiência nos ensina. 

Traga a memória o que lhe traz esperança! 

Seja um referencial da palavra! O diabo não deixou de ser diabo porque você correu e celebrou, mas a Palavra de Deus sempre funciona, exija que ela se cumpra na sua vida!

Não é porque você é ministro que você pode viver sem responsabilidade para com a Palavra, pelo contrário. atualmente, existe um modismo de que o ministro pode fazer o que quiser, mas o amor tem regras!

Não vamos usar da nossa imagem para atrair pessoas para o lugar errado. Você veio aqui para ser disciplinado e ajustado para se tornar alguém melhor! A Palavra é o melhor remédio. Quanto mais crescemos mais referenciais nos tornamos. Esse é o jeito Verbo da Vida de ser. Que você tenha uma vida, mesmo que silenciosa, mas de um testemunho poderoso!

*Trechos da mensagem durante a Conferência de Ministros Verbo da Vida Centro-Oeste, em Outubro de 2019

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA