Intensidade

Postado em
0
14

por João Roberto 
A palavra que veio ao meu coração para esta noite é sobre intensidade.

Eu queria que você fosse o responsável por aferir a sua intensidade para Deus. Ele nos disse que nos últimos dias as pessoas seriam egoístas, gananciosas… eu não sei se você percebe, mas isso não está nas boates, isso está nas fronteiras da igreja, da nossa casa.

O diabo faz isso de forma diversa. Talvez ele não traga tentações para o crente como matar, roubar, mas vai trazer coisas que deixa você contra Deus e, se você fica contra Deus, a graça não te alcança.

Muitas vezes estamos pecando na nossa intensidade. A religião nos ensinou a dar migalhas para Deus. A gente faz um pouquinho e já acha que é demais. A bíblia diz onde está o teu coração, ali está o teu tesouro.

Muitas vezes Deus está em um extremo e o nosso ponto de motivação está em outro. É como um elástico posto sobre um jogador, ele vai e depois volta para o mesmo ponto, porque o elástico o puxa. O teu elástico te puxa para onde está o teu prazer, para onde está o teu coração. Qual é o ponto que puxa você?

Eu estou crendo na mudança do seu ponto. Onde você vai colocar os teus valores? Chega do mundo ter a nossa intensidade, mesmo nas coisas lícitas. Se Deus não está sendo celebrado com a intensidade devida, nós vamos rapidamente resolver isso.

Eu acredito que temos violado a proposta de aliança. Tem até bom quando nós medimos a nossa intensidade com o mundo, mas quando nós a medimos com Jesus, temos visto que o evangelho não tem tido a mesma expressão e os mesmos resultados.

Como eu venho para o culto e saio dele fraco? Até parece que Deus está nos boicotando. A palavra diz: Deus nos prepara uma mesa!

O pai natural quando vai receber um filho em casa, cria um banquete com o objetivo de ver um sorriso no seu filho. Se nós que somos maus sabemos dar boas dádivas aos nossos filhos, quanto mais Deus. Tem que ter intensidade, ou então não venceremos as resistências.

Na proposta de aliança se exige de nossa parte intensidade para com Deus. Quem quiser salvar a sua vida perdê-la-á, mas quem quiser perder a sua vida por amor de mim, achá-la-á.

Lá em Romanos 6 diz: assim como você apresentou seus membros para o pecado, envolvendo seu tempo, dinheiro para ir as farras, com a mesma intensidade apresente-se para Deus.

Quando se trata de Deus, a igreja não tem sido intensa. Está faltando intensidade da sua parte, religião não nos leva a Deus.

Em Marcos 12: 29-31 fala de uma transição. Às vezes nos perdemos nessa transição. Como filhos, esse reconhecimento e essa honra a Deus aumenta ou diminui? Um filho deve honrar mais ao pai do que o servo. O servo pode ser temporário, o filho é para sempre.

Ah, você diz: no novo testamento existe a graça, a gente pode viver a vontade. Ouve ó Israel. O critério é amarás ao Senhor teu Deus de todo teu coração.

Leitura de Mateus 15:8 – Nessa situação essas pessoas estavam sendo intensas e colocando em prática o princípio da aliança de quem perder a vida, acha?

Pensa um pouco sobre você. Tem sido assim a tua vida para com Deus? Ele tem encontrado em você fidelidade?

Temos vivido uma leviandade, sem ler a bíblia, sem orar, como se Deus fosse esse paizão que aceita tudo. Deus não é assim! Ele é único, Santo, Justo e Fiel. Ele trabalhou para quebrar as cadeias do pecado, na ideia que você agora seria intenso.

Antes éramos escravo do pecados, intensos ao ponto de negligenciarmos saúde, família, aí nos convertemos, damos uma migalha para Deus e achamos que estamos dando demais. Achamos que Deus está feliz com nossas migalhas. Não, Ele quer intensidade, de todo coração, toda alma e toda força. Se não tem sido assim, isso justifica essa vida amarela, sem resultados.

Muitas vezes, temos o testemunho de Deus de que comigo não deu certo. Mas não deu certo, porque?

O evangelho é o poder de Deus, é para dar certo, sem acepção de pessoas. Reveja sua vida. Satanás cega o entendimento e, como? Com cuidados, fascinações…

Leia o livro de Neemias se não leu. Deus o chamou. Jerusalém estava devastada, derrubaram tudo que poderia representar alguma coisa de segurança e, Deus fala com Neemias para restaurar os muros de Jerusalém. Ele orou por isso. Não era uma missão fácil, mas Deus não precisa de nada fácil. Ele lida com as coisas difíceis como se fossem fáceis.

E Neemias foi, Deus foi dando as estratégias e,  essa foi dividir o muro por famílias, e assim ele cercou toda cidade. Cada ponto da cidade tinha um grupo e, ele dava as instruções: vocês precisam ser intensos. Qual foi a estratégia do diabo? Ameaças.

Deus tem propósitos de restaurar caráter, famílias, vida ministerial. Não pense que evangelho e, ser crente é um grupo de pessoas quebradas, que não tem outra coisa para fazer. Não! A igreja pode ser a caverna de Adulão, que recebe os falidos e fracassados, com o propósito de levantá-los, de que recebam o poder de Deus e se levantem como gigantes.

Davi matou gigantes, seus seguidores mataram dois. Davi expirava os salmos e, o seu grupo o ouvia e foram sendo influenciados.

Aquele grupo era a elite do exército de Davi. Quem eram esses homens? Os falidos, endividados, mas foram restaurados. Isso é a igreja. Você chega falido, mas tem a missão de mudar.

É possível termos o céu na terra. Eu não vou ser um crente amarelo, baleado, alguém que não está mais na sua plena força. Estamos falando de intensidade.

Pensa um pouco: veja quais foram os melhores dias de cristão para você?

Veja se não foram os dias que você era intenso. Que você vinha a igreja de boa vontade e de coração.

O louvor tem que vir de você. Se não tiver louvor no seu coração, o louvor não está acontecendo.

Levanta a expressão do teu coração. Isso é culto! Vem para o culto e não tem uma expressão? Mas o fantástico tá lá no seu elástico, os restaurantes estão no teu elástico, o whatsapp está no teu elástico.

Eu te digo: não tem nada melhor do que dar a Deus a primazia do seu tempo, da sua força, dos seus dons. Seja rápido em responder. Esse é o evangelho que traz o fruto.

Tem alguns momentos da vida que somos abençoados através da unção de outros. Mas quando a circunstância chegou para Sadraque e Mesaque, Daniel não estava com eles, porém, eles não se prostraram diante de outros deuses. Não se prostraram! E o resultado você já sabe, não foram queimados.

Chegaram ameaças para os discípulos, para não pregam mais o evangelho, eles disseram: o que vale mais, obedecer a Deus ou aos homens? Quando você é intenso para Deus, aguarde a resposta.

Aqueles homens não ficaram sozinhos na fornalha, o quarto homem estava com eles. A intensidade daqueles homens convenceram os ímpios.

Crente não é para estar pálido. Crente não precisa está sendo levado pelas ondas. Você precisa ser intenso, de todo coração, alma e força.

Fé é posicionamento, é ficar do lado certo. A gente não precisa de baderna, de levantar plaquinhas… Fé é posicionamento.  

A maioria das pessoas vivem apenas o reflexo das intensidades dos pastores, do marido… chega um tempo que Deus quer ver a tua intensidade, Ele precisa dela para realizar propósitos em nossas vidas. É um processo, você vai participando mais de Deus e soltando mais do mundo.

Você não vai continuar uma pessoas sem expressão? Não! Eu declaro intensidade e despertamento.

  • Trechos da ministração na Igreja Verbo da Vida Sede em Campina Grande dia 23 de dezembro de 2018

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA