Um jejum que agrada a Deus

1
362

Por: João Roberto

Muitas vezes, os filhos de Deus têm vivido em prejuízos, pois têm negligenciado o seu chamamento. Por não entenderem que não fomos nós que os escolhemos, mas Ele nos escolheu, como está escrito em João 15: 16.

Portanto, obedecer ao propósito tem muito haver com orações respondidas. Precisamos dar frutos, respondendo aos desígnios que Deus tem para cada um de nós. Deus mesmo fala, que o sacrifício, que O agrada, é que você liberte pessoas! Deus é justo, Deus é fiel e jamais alguém será confundido servindo a Deus.

É impossível seguir as instruções do Pai e não ter o resultado prometido. Quando é que a nossa luz não “nasce” nas trevas? Quando é que clamamos e O Senhor prontamente não nos responde: “eis-me aqui!”? Quando é que nossa cura não brota sem ninguém deter? Quando não fazemos o verdadeiro sacrifício que o agrada como Ele nos fala em Isaías 58:6-9:

“Acaso não é este o jejum que escolhi? que soltes as ligaduras da impiedade, que desfaças as ataduras do jugo? e que deixes ir livres os oprimidos, e despedaçaste o jugo? Porventura não é também que repartas o teu pão com o faminto, e recolhas em casa os pobres desamparados? Que vendo o nu, o cubras, e não te escondas dos teus familiares? Então romperá a tua luz como a alva, e a tua cura apressadamente brotará e a tua justiça irá adiante de ti; e a glória do Senhor será a tua retaguarda. Então clamarás, e o Senhor te responderá; gritarás, e ele dirá: Eis-me aqui. Se tirares do meio de ti o jugo, o estender do dedo, e o falar iniquamente”.

Portanto, conduza pessoas à salvação, conduza pessoas a serem livres, mesmo que seja através do testemunho, como a mulher Samaritana. Exercite a generosidade, deseje não ser apenas um consumidor, mas um participante da natureza divina rompendo com o egoísmo, seja atuante e fiel ao chamado de Deus. Se quisermos ter uma vida satisfeita nessa terra, precisamos ser pessoas que obedecem aos desígnios de Deus.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA