Dando tempo ao tempo

Postado em
0

Logo que a nossa família se mudou do Sudeste para morar em Campina Grande, achei interessante um tipo de semáforo que tem aqui e eu ainda não conhecia, o que faz uma contagem regressiva indicando quanto tempo ainda falta para o sinal passar do vermelho para o verde. Meu primeiro pensamento foi: “coitado do ansioso! Deve ficar contando os segundos na mente e quem sabe tentando adiantá-los com o próprio pensamento…”.

Quando temos expectativa que algo aconteça ficamos contando os minutos, parece que demora em chegar, mas quando chega passa muito rápido, você já sentiu isso? Por querermos que tudo aconteça na velocidade das nossas vontades acaba gerando um tipo de stress que nossos avós não vivenciaram, culpa da vida moderna que exige que tudo seja instantâneo, dando tarefas que muitas vezes seriam necessárias duas ou até três pessoas para resolver.

Tenho vivenciado algumas experiências, as quais tem me ajudado a superar este tipo de ansiedade e me dado uma lição: tudo não passa de uma fase.

Quando meu filho nasceu, eu precisei fazer cesariana, já que ele estava sentado. Mas como a bolsa estourou senti todas as dores de parto até receber a bem-vinda anestesia. Sentindo aquela dor tão intensa só me lembrava de dizer: “Jesus, Jesus! Deus, me ajuda!“. Hoje, eu até conto isso rindo, mas na hora parecia ser eterno! E eu pensava “ isso vai passar, quando eu menos esperar estarei com o Pedro nos braços, depois em casa, ele vai crescer e quando menos perceber estará engatinhando para todo lado”. E foi exatamente assim.

Há pouco tempo saí férias. Tantos planos e quando menos percebemos já estávamos de volta. Para os dias bons e para os dias ruins será assim, passará. A diferença está em como passamos por cada fase. SS estiver passando por um momento difícil, de dor, sofrimento ou angústia, tenha sempre em mente que este momento não é para sempre, quando estamos vivendo parece que não passará, mas, pode ter certeza de que é apenas uma nuvem escura, uma chuva, mas daqui a pouco o sol aparecerá para secar tudo e colocarmos todas as coisas em ordem.

Entretanto, nós também precisamos ter o mesmo pensamento para os bons momentos, ou seja, devemos aproveitá-los com intensidade, alegria e fazendo o nosso melhor, pois quando passar, mesmo que venha aquela saudade, a sensação será que aproveitamos da melhor maneira.

“Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu próprio mal”. (Mateus 6.34)

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA