Casado ou solteiro: eis a questão?

Postado em
2

Esse é um assunto que gosto de conversar com os meus amigos, aprendermos o que a palavra de Deus nos ensina sobre os dois lados da moeda – casar ou permanecer solteiro.

Acredito que tanto a vida de solteiro, como a de casado tem suas vantagens e desvantagens. Senão fosse assim, o próprio Deus teria determinado “permaneça solteiro”, ou, “se case”. Mas, não é assim que está escrito, a escolha de constituir uma família ou continuar solteiro é individual.

No tocante a família, ela nasceu no coração de Deus. Ele confiou o gerenciamento da terra a uma família, formada por Adão e Eva. O Senhor declarou: “Não é bom que o homem esteja só; farei para ele alguém que o auxilie e lhe corresponda” (Gênesis 2:18 NVI). Família é um projeto que dá certo! Se seguirmos o que está escrito na palavra, certamente iremos desfrutar de um lar abençoado.

E sem sombra de dúvida, a vida de solteiro é uma grande bênção! Paulo afirmou que “os solteiros cuidam exclusivamente das coisas do Senhor!”Ou seja, eles não dividem o tempo com o cônjuge e os filhos. ( I Coríntios 7.32)

Tem um provérbio africano que resume bem a questão: Se você quer ir rápido,vá sozinho; se você quiser ir longe, vá acompanhado! Concluindo: o solteiro corre rápido, sem bagagens; e o casado corre longe, dividindo as responsabilidades.

À luz da palavra de Deus, tanto a vida de solteiro, como a de casado é uma benção. O estado civil (casado ou solteiro) não possui a capacidade de tornar alguém completo, mas o nascer de novo, e desfrutar da comunhão diária com o Deus vivo nos torna pleno.

Nós é que precisamos identificar o que queremos, e em qual estação estamos. Se iremos continuar solteiro, ou se queremos constituir uma família. E pra cada decisão que fizermos, iremos desfrutar da graça de Deus para frutificar.

Seja cuidadoso com o tipo de influência que você está exercendo sobre as pessoas. Conheço jovens que acreditam que a vida só começa no dia que casarem, e outros que não querem, por acreditar que casar é carregar um peso, e ser impedido de cumprir o chamado. No que diz respeito a essa última questão, creio que se escolhermos bem, alguém cujo propósito case conosco, não teremos prejuízo, pelo contrário haverá ganho, pois um coloca mil para correr, mas dois coloca dez mil (Deuteronômio 32.30).

Podemos compartilhar nossa experiência, porém, um ensino edificante é aquele que aponta o que está escrito na palavra, incentivando os nossos jovens, amigos a cuidar das coisas do Senhor. E se desejarem casar, que edifiquem uma família nos parâmetros da palavra.

Se o melhor é continuar solteiro, dedique sua vida ao Senhor, cuide bem dos seus pais, aproveite para estudar, conquistar uma estabilidade financeira. Se você percebe que chegou o tempo de casar, ouça a orientação do Espírito Santo, dos seus pais e pastores. Eles te darão bons conselhos, de como escolher bem um cônjuge, proceder num namoro cristão, e construir uma nova família.

Particularmente, amo minha vida de solteira, tenho servido ao Senhor, minha família é maravilhosa!Sou uma solteira feliz! Sei que isso é engraçado, mas é assim que me sinto. Busco aproveitar ao máximo essa fase, pois quando estiver casada não quero ter um sentimento que não desfrutei dessa estação. Ao invés disso, quero ter a plena certeza, que dei o meu melhor ao Senhor, e aos meus pais. E na estação de casada, desfrutarei da graça para frutificar no reino,como esposa e mãe.

Enfim, procure identificar em qual estação você se encontra, o que é melhor para sua vida. Independentedo estado civil, fomos chamados para viver uma vida digna da vocação que recebemos, completamente humildes e dóceis, pacientes, suportando uns aos outros com amor (Efésios 4:2 NVI).

 

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA