Conselhos aos Jovens

Postado em
1
504

por Luana Mayara

A Palavra de Deus sempre nos orienta a andarmos em amor uns com os outros, reconhecendo o nosso próximo superior a nós mesmos. Uma das formas de demonstrar o amor de Deus é valorizarmos a história, o talento do nosso irmão, em razão disso, no post de hoje, convidei duas irmãs, Priscilla e Juliet (Professoras do Rhema) para que, junto comigo, possamos compartilhar alguns conselhos aos jovens.

MINISTÉRIO, UNIVERSIDADE E PROFISSÃO.

Alguns jovens acreditam que é impossível conciliar Ministério, Universidade e Profissão, que devemos escolher entre um ou outro. Na Palavra temos diferentes exemplos, Davi é um dele, ele era rei, sacerdote e profeta, ou seja, exercia uma posição pública de governar o povo de Israel, e também um chamado diante do Senhor. Daniel era o primeiro ministro e um grande profeta em seu tempo. No novo testamento temos o médico Lucas, que escreveu o Evangelho de Lucas, o livro de Atos, e acompanhou o apóstolo Paulo nas viagens missionárias; exercia uma profissão e o ministério concomitantemente.

Na Palavra de Deus não há nenhuma objeção no tocante a conciliar as duas áreas, ou que se temos uma chamada para o ministério devemos nos dedicar de forma integral de maneira a não ter uma profissão.

Somos ensinados a sermos guiados pelo espírito, temos o Espírito Santo que nos ensina todas as coisas (Rm 8.14; I Jo 2.27). Então, querido jovem, você precisa ser guiado pelo espírito e não pelos pensamentos, ou por pessoas que você admira. Eu admiro muitos ministros que servem de forma integral ao Senhor. Mas, particularmente, no meu caso, a direção que tenho recebido do Espírito Santo é conciliar as duas coisas – chamado e profissão, de modo que atualmente ensino no Rhema, prego em Igrejas, sirvo na igreja local, sou advogada, já fiz mestrado e tenho pretensões de continuar crescendo na área profissional. 

Conselho que lhe dou: se espelhe em pessoas no tocante a sua vida de fé e amor, mas seja guiado pelo Espírito!

Creio que nesses últimos dias Deus está levantando jovens juízes e ministros da Palavra, jovens médicos e missionários, jovens empresários e pastores. Assim, seremos usados em púlpitos de igrejas, de tribunais, de hospitais, etc.



CONSAGRAÇÃO E VIDA MISSIONÁRIA
por Priscilla Carneiro

Desde os meus 10 anos de idade, quando comecei a estudar inglês, sabia que minha vida não estava só aqui no Brasil, ela apenas começava aqui. Talvez, para você que está lendo este texto, o qual me sinto muito honrada, ele tenha uma abordagem mais aparentemente missionária, mas gostaria e oro para que Ele lhe alcance no nível exato que você necessita. Os conselhos que gostaria de compartilhar foram fundamentais para o período que vivenciei (estive por 6 meses servindo em nossa igreja na cidade de Orlando nos EUA – Verbo da Vida Church), porém, se aplicam a todas as áreas das nossas vidas.

Sempre que pensamos em consagração, logo nos vem o significado de separação, não é assim? Estar consagrado é estar separado para algo ou alguém, mas quando meditava sobre o que escrever, o Espírito me disse: “Quem consagra, não apenas separa, mas entrega!”.

“Não há consagração sem entrega, mas também não há entrega sem recompensa”.

No mesmo instante, Ele me lembrou de Ana quando consagrou Samuel ao Senhor, e o que ela estava fazendo senão ENTREGANDO o seu único filho a Deus? E como recompensa? O Senhor a deu mais cinco.  É por isso, meus queridos, que oro para que todos nós nos consagremos, nos separemos, mas nos entreguemos a Ele, aos Seus planos, aos Seus sonhos, aos Seus planejamentos, aos Seus calendários e roteiros, porque todos eles são sempre melhores e maiores que os nossos. Vamos aos conselhos?

1.TENHA A CERTEZA QUE É DEUS

“O coração do homem pode fazer planos, mas a resposta certa dos lábios vem do SENHOR”. (Provérbios 16.1)

Muitos são os desejos dos nossos corações, muitos são os sonhos, os planos, os planejamentos e estamos certos em atentar para eles, mas só estaremos plenamente seguros se cada um deles vier como resposta direta do coração do Pai. É a certeza de que é Deus quem está envolvido que gera em nós a confiança necessária nos dias de adversidade. Ter a certeza de que foi Deus quem lhe enviou, lhe ordenou ou lhe falou o que quer que seja, é o primeiro passo para ser bem sucedido em tudo o que você realizar. Se já tem certeza de que é Ele, então agora, faça a parte que lhe cabe (estude, se prepare, economize, se programe…) e o mais Ele fará.

2. DISCIRNA O TEMPO E O MODO

“Quem guarda o mandamento não experimenta nenhum mal; e o coração do sábio conhece o tempo e o modo. Porque para todo propósito há tempo e modo (Eclesiastes 8.5-6)

Esta é, sem dúvida, a bússola dos meus dias!

Não é só saber o tempo, é discernir o modo. Eles trabalham juntos e só nos conduzem ao sucesso se andarem juntos. “Porque quando o tempo de Deus chega, Ele mesmo conecta pessoas e ajusta coisas para fazer cumprir o propósito dEle para você!”. Esteja certo de que chegou o tempo, mas entenda o modo pelo qual este tempo será cumprido. Como? Esteja com os ouvidos aguçados ao Espírito, afinal de contas, quem melhor que o próprio guia para nos mostrar o caminho por onde andar? Com Ele não há erros!

3. CONFIE TOTALMENTE EM DEUS

“De maneira alguma te deixarei, nunca jamais te abandonarei. Assim, afirmemos confiantemente: O Senhor é o meu auxílio, não temerei; que me poderá fazer o homem?”. (Hebreus 13.5-6)

A promessa do Senhor para nós é que nunca, jamais nos deixará ou nos desamparará, não importa quão difíceis sejam as situações. É exatamente em momentos como estes que nossa confiança precisa estar alicerçada Naquele que nos ama incondicionalmente e não nos abandona nem por um segundo sequer. Nunca sairemos perdendo ou em falta por confiar em Deus. Ele é nossa fonte, nossa motivação, nossa inspiração, até naquelas horas em que o auxílio, recurso ou presença humana nos faltam. Ele é, sim, o nosso Pastor, nosso Jeová Jirê, nosso provedor, nosso sustento, nosso El Shaday… ELE SEMPRE ESTÁ LÁ! CONFIE!


NAMORO E CASAMENTO
por Juliet Souza

Sou ministra do Verbo da Vida, Professora do Rhema, casada há exatamente 1 mês e sinto-me muito honrada com este convite, para compartilhar com você, alguns conselhos que me ajudaram bastante a casar bem. Que você seja abençoado com essa leitura.

1. Seja equilibrada: Eu entendo que você esteja no ministério, em atuação ou em preparação, mas uma coisa que você precisa entender e, isso pode salvar sua vida, é de que não casamos com o “ministro”, casamos com o homem. Por muito tempo desejei e falava que só casaria com um ministro, pregador, etc e tal.. mas, a maturidade chegou (graças a Deus) e eu entendi que acima de um ministro eu precisava de um homem que tivesse caráter, que cuidasse de mim e que me considerasse o seu primeiro ministério. Não estou falando aqui sobre propósitos, claro que eles precisam se encaixar, mas não se deixe levar apenas pela unção, sabe por quê? Porque debaixo dela todos somos lindos, afinal, ela não é nossa, vem de Deus e Ele é perfeito! Mas, em casa você não vai querer viver com um pregador 24h por dia, quase flutuando; vai por mim! Então, seja equilibrada com isso. Priorize o caráter, e não há problema algum em ele ser o seu apoio (talvez, esse seja o propósito dele) ou até mesmo descobrir e construir o ministério dele ao seu lado.

2. Seja Encontrada: Mulher de Deus, para de ficar procurando, caçando, correndo atrás de um marido. A Bíblia afirma em Provérbios 18.22 que “quem ENCONTRA UMA ESPOSA, acha uma coisa boa e alcança o favor do Senhor.” Você deve ser encontrada por ele! Meu esposo chegou no momento em que eu menos esperava e até mesmo desejava, eu estava totalmente realizada e feliz, com muitos projetos pra solterice e, de repente, ele surgiu. Eu fiquei tipo: Como assim? E foi literalmente ele quem me procurou, ele estava buscando por mim e por eu estar no lugar certo, fui encontrada por ele. Então, sossega esse coração e vai curtir os seus dias de solteira pra você não sentir falta deles quando casar. Fica pra você o meu conselho, melhor, o conselho do Apóstolo Paulo:

“O solteiro cuida das coisas do Senhor, em como há de agradar ao Senhor.”. (I Coríntios 7.32)

“Não se iluda, minha amiga! Se você sonha com um Isaque, seja uma Rebeca”.

3. Seja a pessoa certa: Parece muito óbvio, né? Mas, é enorme a quantidade de pessoas que fazem listas gigantescas de como desejam seus futuros esposos e, até aí tudo bem, mas o ruim é que muitas delas não são nem 10% daquela lista.  Quer ter um homem de Deus? Então, seja uma mulher de Deus. Use este tempo solteira para se ajustar por dentro e não só por fora (se é que você me entende) e estar pronta quando ele chegar. Porque quando a oportunidade encontra a preparação, é sucesso garantido.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA