Fervoroso de espírito

Postado em
0

por Luana Mayara

Quais são as suas metas pra esse ano?

O ano está começando, Deus deseja, como sempre, realizar grandes coisas através de nós. No entanto, para que o Senhor tenha liberdade de manifestar a Sua vontade em nós é necessário sermos fervorosos no Espírito.

“No zelo, não sejais remissos; sede fervorosos de espírito, servindo ao Senhor;”
(Romanos 12:11).

Fervoroso no grego, de acordo com o dicionário Vine, é a palavra zeo, significa “estar quente, esquentar, ferver”. É uma vida de intensidade, de comunhão fervorosa com o Senhor, de meditação na Palavra, oração, louvor e adoração e de serviço para o Seu reino.

A nossa intensidade determina nossos resultados. Qualquer área em que dedicamos tempo e prioridade frutifica, cresce, se desenvolve. Se desejamos desfrutar do poder de Deus em nossa vida é necessário sermos fervorosos do espírito.

 Veja não é o fato de orar que faz o poder se manifestar, não são regras: “Leia cinco livros”, “Ore oito horas”. O nome disso é legalismo, conjunto de regras que tem aparência de religiosidade, mas não carrega o poder de Deus. Contudo, é pelo relacionamento com o nosso Pai, a vida de oração e meditação na Palavra que acessamos os benefícios da graça de Deus.

A meditação na Palavra nos alimenta espiritualmente, alinha a nossa mente, nos treina e nos prepara para a boa obra que o Senhor começou em nossas vidas.

Através da oração conhecemos o Senhor, entendemos o nosso chamado e liberamos a Vida de Deus para o mundo perdido.

Um assunto tão simples, e tão negligenciado. Muitas pessoas no Corpo de Cristo sofrem porque não são fervorosos no espírito. A vida seria diferente se estivéssemos mais conscientes da vida de Deus, que opera em nosso espírito, do que das realidades externas que nos rodeiam.

Observe o que Paulo nos ensina: “Não se embriaguem com vinho, que leva à libertinagem, mas deixem-se encher pelo Espírito, falando entre si com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando e louvando de coração ao Senhor, dando graças constantemente a Deus Pai por todas as coisas, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo”  (Efésios 5.18-20).

O vinho é tudo que inebria nossos sentidos, nos distrai de uma vida consagrada, pode ser as redes sociais, sentimentos errados, falta de perdão. Entulhos que obstruem o canal da fé, nos impedindo de receber a graça de Deus para viver a Sua vontade. Mas o “encher-se do espírito” todos os dias apara as arestas da nossa vida, potencializa os dons e talentos, nos concede clareza de propósito.

Que em 2020 o principal alvo seja ser “fervoroso de espírito”, considerando, seriamente, a meditação na Palavra e o espírito de oração iremos crescer, espiritualmente, e desfrutar de coisas extraordinárias em todos as áreas da nossa vida.

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA