Consolação Divina

Postado em
1

Hoje quero compartilhar um pouco sobre a consolação divina diante das situações que surgem em nossa vida. Lembro-me exatamente da manhã em que o nosso amado Ap. Bud Wright partiu para o Senhor. Era uma quinta feira, 7 de novembro, estávamos na oração no Ministério. Por volta de 7.30 eu conduzia o momento de oração.

Começamos com um período de louvor e cantamos uma música antiga que diz: “Grande é o Senhor e mui digno de louvor na cidade do nosso Deus seu santo monte, alegria de toda terra…” De repente, me veio o desejo de ler esse texto:

“Grande é o Senhor, e digno de todo louvor na cidade do nosso Deus. Seu santo monte, belo e majestoso, é a alegria da terra toda. Como as alturas do Zafom é o monte Sião, a cidade do grande Rei. Nas suas cidadelas Deus se revela como sua proteção.” (Salmos 48.1-3)

Li para todos e destaquei algo que estava forte em meu coração: CONSOLAÇÃO DIVINA.

Em meu espírito estava forte: “Deus se faz conhecer como alto refúgio…”

Nós somos adoradores, conhecemos esse lugar de refúgio, nada pode nos abalar. Irmãos, aquele que é adorador se torna inabalável, porque o reino de Deus começa a nos sustentar por dentro. Mas, eu não entendia que naquela manhã, naqueles mesmos minutos o nosso querido Bud tinha cessado a sua vida no corpo e estava subindo e entrando nos palácios eternos.

Logo que eu li esse texto o Espírito me guiou para Hebreus 12.22- 24

“Mas vocês chegaram ao monte Sião, à Jerusalém celestial, à cidade do Deus vivo. Chegaram aos milhares de milhares de anjos em alegre reunião, à igreja dos primogênitos, cujos nomes estão escritos nos céus. Vocês chegaram a Deus, juiz de todos os homens, aos espíritos dos justos aperfeiçoados, a Jesus, mediador de uma nova aliança, e ao sangue aspergido, que fala melhor do que o sangue de Abel”.

Eu não estava apenas falando pelo espírito da nossa experiência como adorador, mas estava declarando pelo espírito que nosso amado pai no ministério, pai espiritual estava chegando lá.

Lembro do dedilhar da música naquela manhã, quando chegou a aproximadamente 7.40 daquela manhã, ouvíamos aquela canção, eu falava sobre o texto e uma atmosfera de adoração tão suave, mas tão profunda estava sobre nós e o espírito falou para mim naqueles minutos: “Existe uma grande consolação caindo sobre vocês” e quando eu terminei de dizer essas palavras era notório que o Espírito de Deus estava ali como que nos anestesiando, havia uma graça nos envolvendo e naquele mesmo minuto Hugo (irmão de Guto Emery) chegou perto de mim e disse: “Maneco ligaram agora do hospital e me falaram que o pastor estava na hemodiálise e ele partiu para o Senhor”

Nesse momento, não tinha como eu não lembrar de algo há 4 anos atrás dia 4 de agosto quando eu cheguei na porta do quarto do meu pai e o Senhor me disse: pode orar porque ele vai partir essa noite” Eu orei e horas depois ele partiu para estar com o Senhor. Quando fui dizer a minha mãe ela teve 8 segundos de aflição, porque eu entendi que eu tinha autoridade de chamar a consolação de Deus sobre ela. E nós não sabemos o que é sofrimento pela partida dele.

O nosso apóstolo partiu. Saudades? Temos muitas. Quando eu entro na sala dele no MVV dá aquela saudade, dor não, aflição não, desespero não. Sabe por quê? Pelo espírito de consolação que nos foi derramado no coração pelo Espírito Santo.

Até Deus dá um ponto final para o luto. O ap. Bud está melhor do que nós. E Deus está dizendo que esse é um tempo de recomeço a consolar todos os que choram, uma coroa ao invés de cinzas, vestes de louvor ao invés de espírito angustiado.

Se você está vivendo dias de angústia eu te digo: Deus tem vestes de louvor.

Você não vai mais ficar se consumindo por circunstâncias e problemas, mas você se levantará como adorador, porque o Senhor te fez para ser um adorador.

Deixe os efeitos da unção tocar a sua vida.

Trechos da ministração em evento da Alumni na Igreja Verbo da Vida em Maceió

1 COMENTÁRIO

  1. é inevitável ler isso e não perceber logo no 2º parágrafo o consolo descendo sobre nossa cabeça, o reino nos instruindo por dentro….

    Glória a Deus por essa palavra.

    Verbo da Vida Santa Helena e Foz do Iguaçu/PR

DEIXE UMA RESPOSTA