I Timóteo 6: Boas exortações

Postado em
5

Eu e Guto estaremos viajando hoje à noite para Angola e creio que teremos um bom tempo lá com os irmãos. Mas, antes disso, gostaria de compartilhar algumas coisas que são importantes para nós que estamos servindo ao Senhor.

Quando estamos nesse caminho, cumprindo um ministério, um trabalho que Deus separou para que façamos com a nossa vida e as habilidades que Ele nos deu, nós precisamos tomar cuidado com algumas coisas.

Vejamos alguns ensinamentos de Paulo para Timóteo no capítulo 6 da primeira Epístola para ele, na versão da Bíblia Viva:

“Alguns poderão negar estas coisas, porém elas são os ensinos sadios e proveitosos do Senhor Jesus Cristo, e são o alicerce duma vida piedosa. Todo aquele que disser algo diferente, tanto é orgulhoso como tolo. Está colocando sutilezas no sentido das palavras de Cristo e provocando discussões que acabam em inveja e cólera, e que só conduzem a difamação, às acusações e às suspeitas malignas. Estes que vivem discutindo, cujas mentes estão pervertidas pelo pecado, não sabem dizer a verdade: para eles O Evangelho é simplesmente um meio de ganhar dinheiro. Afaste-se deles” (I Timoteo 6:3-5 – Bíblia Viva)

Paulo estava falando para Timóteo sobre o tipo de comportamento de uma pessoa “para a qual o Evangelho é apenas um meio de ganhar dinheiro”. Este tipo de pessoa tem a sua mente pervertida e privada da verdade. A recomendação de Paulo foi: Afaste-se dessa pessoa!

“Você quer ser verdadeiramente rico? Você já é, se for feliz e bondoso. Afinal de contas, não trouxemos nenhum dinheiro conosco quando viemos ao mundo, e não podemos levar nem mesmo um centavo quando morrermos. Portanto, devemos sentir-nos bem satisfeitos sem dinheiro, se tivermos alimento e roupa suficiente” (I Timóteo 6:6-8 – Bíblia Viva)

Esses versículos me provocam. Estou confessando para vocês, eu me sinto aguçado por estes versículos, desafiado a viver submetido aos padrões de Deus, alegre, feliz, satisfeito, grato, com contentamento, sem olhar para o mundo com cobiça, inveja, ou algum tipo de tristeza pelo fato de que alguns ímpios poderiam estar vivendo numa condição financeira, até melhor do que eu, que estou vivendo uma vida piedosa.

Paulo está falando sobre uma pessoa no ministério, alguém que está servindo, pregando uma doutrina. Mas, esta pessoa tem como finalidade ser rica.

Eu, assim como você, estou desempenhando o ministério que Deus me confiou, mas eu tenho a certeza de que NÃO estou aqui para ganhar dinheiro e ficar rico, e você?

É possível que cheguemos a desfrutar de um grande conforto material, ficando rico por servir ao Senhor, muito mais do que se estivéssemos no mundo, mas você não deve servir em algum ministério para isso, com este objetivo. Ser um ministro para ganhar dinheiro é um grande risco. Este é um caminho para a perdição.

“As pessoas que querem ser ricas, logo começam a fazer toda a espécie de coisas erradas para ganhar dinheiro, coisas que lhe causam dano e as tornam malvados, e finalmente as mandam para o próprio inferno. Pois o amor ao dinheiro é o primeiro passo em direção a todos os tipos de pecado. Algumas pessoas até voltaram as costas a Deus por causa do amor ao dinheiro e, como resultado, afligiram a si mesmas com muitos sofrimentos. Timóteo, você é um homem de Deus. Fuja de todas estas coisas nocivas e, em vez disso, trabalhe no que é direito e bom, aprendendo a confiar em Deus e amar os outros, e a ser paciente e amável” (I Timóteo 6:9-11 – Bíblia Viva)

No capitulo 4 desta mesma Epístola, Paulo falou que o “exercício da piedade”, uma vida que se sujeita aos padrões de Deus, é proveitosa para tudo, este tipo de vida trará vantagens para você em todos os aspectos, principalmente na eternidade.

Qual o nosso desafio? Se temos o mínimo, com o que nos vestir e nos alimentar, ficarmos felizes, alegre e satisfeitos. Eu posso não ter dinheiro para tudo o que eu quero, mas tendo para o mínimo que eu preciso, devo viver contente.

Nós sabemos que na vida cotidiana, o dinheiro, o que o mundo oferece como opções de consumo, sempre será maior do que aquilo que você pode adquirir. O mundo oferece inúmeras opções como conforto material. As pessoas sempre desejarão ter mais do que o que já temos. Porém, eu quero que você note agora o que Paulo mandou dizer para os ricos no padrão do mundo e que são crentes.

“Diga àqueles aos ricos que não se orgulhem disso nem confiem no dinheiro, que logo acabará, mas que seu orgulho e sua confiança devem estar no Deus vivente, que sempre nos dá abundantemente tudo quanto necessitamos para nossa satisfação” (I Timóteo 6:17 – Bíblia Viva)

Isto me fala que existem irmãos ricos. E ser rico não é pecado. Existem pessoas que trabalham para juntar dinheiro, pessoas que produzem alguma coisa física, com fabricantes e vendedores. Elas produzem coisas naturais para enriquecerem naturalmente. É o trabalho delas!

Mas, o trabalho no ministério é diferente, porque o que nós oferecemos para as pessoas são coisas espirituais resultantes das habilidades e da inspiração que recebemos de Deus. E, isso, não nos qualifica a esperar em troca um retorno financeiro.

É certo que receberemos muitas coisas boas e viveremos bem, mas nossa expectativa não deve estar nas coisas. Precisamos, no serviço ao Senhor, ter alegria e prazer por fazer o que fazemos. Agora, é certo que, se você se submeter a uma vida piedosa, que “para tudo é proveitosa”, Deus lhe honrará e lhe galardoará pela sua obediência com a expectativa e a motivação certa, a qual nunca deve ser ficar rico segundo o padrão do mundo.

“Diga-lhes que utilizem o dinheiro para fazer o bem. Eles devem ser ricos em boas obras e devem dar com alegria aos que estão em necessidade, e estar sempre prontos a repartir com os outros aquilo que Deus lhes deu. Fazendo isso, eles estarão acumulando um tesouro real para si mesmos no céu – este é o único investimento seguro para a eternidade! E estarão levando uma vida cristã frutífera aqui na terra também. Timóteo, não deixe de fazer estas coisas que Deus confiou a você. Evite as discussões ridículas com aqueles que se gabam de seu “conhecimento” e assim provam a sua própria falta dele. Algumas destas pessoas perderam a coisa mais importante da vida – elas não conhecem a Deus. Que a misericórdia divina esteja sobre você” (I Timóteo 6:18-21 – Bíblia Viva)

 

5 COMENTÁRIOS

  1. É verdade, o que tem de pessoas que se dizem verdadeiroser servos, se desviando por esse caminhomem perigoso que é a ganância, e ainda pervertem a muitos que buscam a verdade, antes eu estava num meio de uma congregação assim, só ensinavam a negociar com Deus, isso tudo começou a me irritar, pela misericórdia desse Deus Maravilhoso pude enfim conhecer a verdade que nos liberta, hoje o ambiente da minha família é outro, ficamos felizes em conhecer a verdade.

  2. Muito bom esse texto… mensagem impactante na qual todos nós que servimos na obra do Senhor devemos meditar por muitos dias para guardar o nosso coração desta ambição maligna e do amor ao dinheiro…. Nada melhor do que servir ao Senhor por prazer. Contentamento é a base para sermos recompensados por Deus e não nos desviarmos do propósito dEle para a nossa vida, alcançando as pessoas com a sã doutrina, pregada e vivida!!!

DEIXE UMA RESPOSTA