Vida de santidade

Postado em
1

Quando nós oramos em outras línguas nós ficamos sensíveis a voz do Senhor. Às vezes, a gente perde a ousadia de impor as mãos sobre os enfermos. Sabemos que ele poderia ser curado, porque a Bíblia afirma que “…imporão as mãos sobre os enfermos e eles serão curados…”, mas, por que, muitas vezes, nos falta essa ousadia? Porque estamos vivendo sem nos alimentarmos espiritualmente. Vivendo uma vida fria espiritualmente achando que aquilo que estamos fazendo Deus está entendendo.

Muitas vezes, estamos fazendo algo que sabemos que é errado, que é contra o que a Bíblia diz, mas continuamos fazendo e pensamos: “Afinal, o julgamento não chegou e já faz 10 anos que faço isso”. Afinal de contas nada me aconteceu ainda, ninguém nunca descobriu, mas Deus me entende. (muitos pensam assim) e com isso, se acomoda nessa desculpa, Deus entende meu esforço, como eu estou querendo sair disso. Mas, 10 anos e sempre caindo na mesma coisa… Passam dois, três meses e, de repente, cai de novo. Tem algum problema e você precisa procurar ajuda. Nós precisamos procurar ajuda, essa mensagem é para mim também. Precisamos refletir seriamente sobre essas coisas. Nós precisamos procurar ajuda se alguma coisa nos acusa diante de Deus.

O nosso termômetro deve ser os frutos que estamos dando. Precisamos julgar a nós mesmos pelos frutos que estamos dando. Se você tem caído na mesma coisa há 10 anos reconheça que alguma coisa está errada e peça ajuda. Se você perceber que não tem força para sair da situação sozinho, procure ajuda. Porque se você não julgar a si mesmo, será julgado. Eu também, se eu não julgar a mim mesma serei julgada.

“Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração. E não há criatura alguma encoberta diante dele; antes todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele com quem temos de tratar”.  (Hebreus 4:12-13)

Amo a Palavra, porque é a Palavra que nos revela as coisas que estão dentro de nós que nem nós mesmos conseguimos enxergar, já está tão dentro de nós, estamos tão acostumados a viver daquela forma que nós mesmos começamos a nem ver mais aquilo como um erro e começamos a achar normal.

Mas, a Palavra de Deus é viva e eficaz e ela é mais penetrante do que qualquer espada de dois gumes. Ela vai penetrar se nós deixarmos. Essa palavra nos cura, limpa, mas se nós deixarmos. Ela não vai fazer aquilo que não deixamos. A palavra divide a alma e o espírito, ela tem salvação para todas as áreas da nossa vida : espírito, alma e corpo. Ela julga os pensamentos e intenções do coração. Aquilo que nem a gente consegue perceber.

Quantas vezes estamos em um culto e a palavra que é ministrada e nos mostra coisas em nós que nunca tínhamos percebido daquela forma. Isso acontece porque a palavra é viva e eficaz. Se nós atentarmos para ela seremos tratados. Ela vai nos ajudar a localizar as intenções do nosso coração.

As más conversações corrompem os bons costumes. Devemos ter muito cuidado com as conversas que temos tido.

Nós precisamos viver uma vida de santidade.

1 COMENTÁRIO

  1. Muito bom, de fato devemos viver e andar em santidade e ter muito cuidado com as conversas que temos tido no nosso dia a dia .Pois no grande dia vereis a diferença entre o que crê e o que não crê,o que serve e o que não serve.

Deixe uma resposta para Eliana castro Cancelar resposta