7 aspectos do Crescimento Espiritual

Postado em
0

por Thiago Borba

A Palavra nos diz em I Timóteo 2 que é vontade de Deus que todo homem seja salvo e chegue ao pleno conhecimento da verdade.

A mesma vontade que Deus tem que você seja salvo Ele tem que você seja cheio do conhecimento.

Podemos crescer e amadurecer pois esta é a vontade de Deus, estamos caminhando nisso.

O CRESCIMENTO NÃO VAI ACONTECER SEM PROPÓSITO E NÃO É AUTOMÁTICO. EXIGE ESFORÇO DA NOSSA PARTE.

Tem muita coisas que colocamos para Deus que é nossa responsabilidade. Precisamos nos esforçar para essas coisas. Precisamos tomar as rédeas da nossa vida.

7 aspectos do Crescimento Espiritual

1 O tempo

O primeiro fator para o nosso crescimento, mas o tempo por si só não quer dizer que crescemos espiritualmente.

A idade natural, por exemplo, não quer dizer idade espiritual.

Idade não quer dizer maturidade. Maturidade não quer dizer idade, quem vem com a idade é velhice.

Tempo de crente também não quer dizer que somos mais maduros espiritualmente.

O segredo está no que você está fazendo com esse tempo.

2 A proximidade

Às vezes, o fato de andarmos com pessoas maduras pode acabar supondo que nós somos maduros também.

Às vezes, temos amigos maduros espirituais e podemos achar que isso nos torna maduros espiritualmente.

Afinal, tem aquela frase: dize-me com quem andas e direi quem tu és…” com certeza a influência é algo importante e é real na nossa vida. Nós aprendemos no Rhema na matéria Unção que uma das maneiras que se transmitir a unção é por associação. Mas não é o simples fato de eu estar perto de pessoas maduras que me fará maduro.

Olhando para a Bíblia temos exemplos disso, Judas era próximo a Jesus. Ananias e Safira estavam no meio da Congregação.

Nem sempre estar próximos a pessoas maduras vai nos fazer amadurecer também.

“Porque não quero, irmãos, que vocês ignorem o fato de que todos os nossos antepassados estiveram sob a nuvem e todos passaram pelo mar. Em Moisés, todos eles foram batizados na nuvem e no mar. Todos comeram do mesmo alimento espiritual e beberam da mesma bebida espiritual; pois bebiam da rocha espiritual que os acompanhava, e essa rocha era Cristo. Contudo, Deus não se agradou da maioria deles; por isso os seus corpos ficaram espalhados no deserto.” (I Coríntios 10. 1-5)

Lembra da sua turma do Rhema, todos ouviram a mesma palavra e quantos resultados diferentes…

Não é o fato de estarmos na mesma igreja que determina o nosso crescimento, mas o que eu faço com as oportunidades que Deus tem me dado de crescer.

3 Conhecimento da Palavra

Precisamos desejar o genuíno leite da palavra. Só o conhecimento não gera crescimento.

O adulto é aquele que pela prática consegue discernir o bem e o mal. Saber a Bíblia decorada não te faz crescer se você não a colocar em prática.

“Portanto, livrem-se de toda impureza moral e da maldade que prevalece e aceitem humildemente a palavra implantada em vocês, a qual é poderosa para salvá-los.” (Tiago 1.21)

É preciso acolher a palavra já implantada em seu coração.

Leia a Palavra, bons livros. É a prática desse conhecimento que o levará ao crescimento

4   Os dons do espírito

O batismo no Espírito Santo é necessário e os dons são importantes não só para os ministros, mas para os crentes.

Operar nos dons não quer dizer maturidade espiritual, em corinto existiam os dons espirituais em atuação, mas eram de forma desequilibrada e bagunçada e por isso, Paulo escreveu cartas para equilibrar aquelas igrejas.

Agora, a operação dos dons vem pra gerar crescimento, mas é necessário equilíbrio.

Crescimento espiritual é o nosso espirito mais no controle das nossas ações. E não a nossa carne guiando a nossa vida e ai o fruto do espírito nos guiará. O amor, a paz, alegria, domínio próprio..

5 Aparência

Uma pessoa madura tem um comportamento diferente de uma pessoa imatura.  Mas o simples fato de você agir de forma madura se comportar como crente se torna madura, não é porque você fala como crente, tem um adesivo no carro, não é isso.

Da mesma forma que se você ficar sentado na garagem será um carro. Mas claro, o crente maduro terá uma linguagem diferente e se comportará diferente.

“…tendo aparência de piedade, mas negando o seu poder. Afaste-se desses também.” (II Timóteo 3.5)

“Não estamos tentando novamente recomendar-nos a vocês, porém estamos dando a oportunidade de exultarem em nós, para que tenham o que responder aos que se vangloriam das aparências e não do que está no coração.” (II Coríntios 5.12)

Temos que ter cuidado no nosso comportamento, ver se isso é natural ou artificial.

6 As provações

Tem gente que acha que já cresceu porque já passou por muitos problemas, circunstâncias, mas não é a quantidade de problemas que você já enfrentou que faz você crescer. É  a forma que você passou por elas que o faz crescer.

“Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações,” (Tiago 1.2)

Não é apenas passar pelo problema, mas como eu passo por ele, porque posso passar me preocupando, ficando triste, desesperado, me estressando, ficando com depressão, e eu não posso achar que depois de passar por esse problema, desta forma, terei amadurecido não.  Essa não é a forma de amadurecer, passando por uma circunstância.

Uma pessoa madura, ela não se comporta dessa forma durante uma circunstância. Ela vai entender que aquela circunstância é uma oportunidade de provar a fé que tem.

É andar em paz, mesmo diante do problema. É declarar a palavra em fé mesmo em meio ao problema e ai sim, você será uma pessoa diferente depois do problema. Mas não foi o problema que o fez crescer, mas a forma que você o enfrentou!

Não adianta colecionar problemas! Isso não é maturidade. Você pode passar pela circunstância e ser aprovado ou não.  

7 Ministério

Algumas pessoas pensam que só porque estão servindo a Deus, envolvidas no ministério, isso as faz maduras.

Servir as pessoas, trabalhar nos departamentos é importante, mas fazer isso não me torna maduro em Deus, é como eu estou servindo. Com que motivação, porque podemos servir só para passar o tempo ou por amor, e ai quando o fruto do espírito é evidenciado existe crescimento.

Quanto mais a gente cresce e amadurece espiritualmente, mais queremos servir as pessoas. Ministério é cuidar dos outros, é resolver um problema que não é seu e não foi você que o criou.

Cada um desses 7 pontos são fundamentais para o nosso crescimento.

*Trechos da ministração na Igreja Verbo da Vida Sede em Campina Grande, dia 14 de outubro de 2018

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA