Desejos e propósitos

Postado em
0

por Thiago Borba

Deus quer promover o reino d’Ele no mundo e para isso acontecer Ele quer  promovê-lo.

“Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á. Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate, abrir-se-lhe-á. E qual dentre vós é o homem que, pedindo-lhe pão o seu filho, lhe dará uma pedra? E, pedindo-lhe peixe, lhe dará uma serpente? Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas coisas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará bens aos que lhe pedirem?” (Mateus 7.7-11).

É interesse de Deus satisfazer os desejos do seu coração e interesse de Deus fazer você feliz em todas as áreas.

“E naquele dia nada me perguntareis. Na verdade, na verdade vos digo que tudo quanto pedirdes a meu Pai, em meu nome, ele vo-lo há de dar. Até agora nada pedistes em meu nome; pedi, e recebereis, para que o vosso gozo se cumpra” (João 16.23-24).

Quem já é alegre? Deus quer completar a sua alegria. Deus tem interesse de realizar os desejos do nosso coração, mas tudo isso é baseado em princípios. Pedir algo a Deus que desejamos não é errado. É errado não agradecer. Mas pedir a Deus seus desejos, não é errado, pois Deus está disposto a realizar tudo o que você deseja. Se pedirmos em nome de Jesus, não temos o direito de pedir nada que Jesus não pedisse.

“Não digo isto como por necessidade, porque já aprendi a contentar-me com o que tenho. Sei estar abatido, e sei também ter abundância; em toda a maneira, e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter abundância, como a padecer necessidade. Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece” (Filipenses 4.11-13).

Paulo disse que aprendeu. Se ele aprendeu, ele adquiriu essa habilidade com o tempo. Isso significa que ele errou. E como ele aprendeu nós também podemos aprender. Ele aprendeu a viver contente. Viver contente independe de circunstâncias externas. A vida de Paulo estava baseada naquilo que ele era por dentro. Confissão de fé não é baseada na nossa força ou capacidade, mas é pelo o que Jesus fez por nós. Por isso, dizemos que somos curados porque Jesus já conquistou isso para nós. A base do que a gente crê e confessa é a Palavra. Jesus já fez tudo por nós.

O que está fora não pode mudar o que sou por dentro. A nossa alegria não depende das circunstâncias, a nossa alegria depende de quem somos e o que já conquistamos n’Ele.

“Sejam vossos costumes sem avareza, contentando-vos com o que tendes; porque ele disse: Não te deixarei, nem te desampararei” (Hebreus 13.5).

Seja grato e alegre pelo que você já tem. Eu tenho um pai. Se um pai natural sabe dar boas coisas aos seus filhos, imagine seu Pai celestial!

Eu sempre olhava essa palavra contentamento como conformismo. Mas essa palavra significa estar suprido de todas as necessidades para a vida. ALTARQUEIA = ALTARQUIA alguém que se autogoverna, autossustentado, tem tudo que precisa nele mesmo. Paulo entendeu que era suprido de todas as necessidades da vida. Contentamento é entender o que preciso pra vida eu já tenho e posso.

“E Deus é poderoso para fazer abundar em vós toda a graça, a fim de que tendo sempre, em tudo, toda a suficiência, abundeis em toda a boa obra” (2 Coríntios 9.8).

Essa palavra suficiência é a mesma palavra para contentamento, Deus sempre nos dá suficiência em tudo, em todos as coisas. Em todas as circunstâncias, ser autossuficiente, não em nós mesmos, mas em quem somos em Cristo. Eu aprendi e entendi que tudo posso n’Ele.

“E esta é a confiança que temos nele, que, se pedirmos alguma coisa, segundo a sua vontade, ele nos ouve” (1 João 5:14).

Não pedimos algo para ser, mas pedimos para fazer. Temos que pedir alinhados ao mesmo propósito que Deus tem para nós. Temos que estar sensíveis para que os nossos desejos sejam os desejos de Deus. Os nossos propósitos têm que ser os propósitos de Deus. Tem gente achando que Deus é avô para dar tudo que o você quiser. Mas Deus é Pai! Ele o ama e o quer bem. Por isso que ele não dá tudo o que você deseja, porque Ele sabe o que é bom para você.

Tem gente que faz planos e pede para Deus abençoar. Mas é melhor pegar o plano de Deus que já vem abençoado.

Ambição é quando se pede para si mesmo. Se você pede só com essa finalidade está pedindo mal. Muita gente compra coisas que não precisa para esbanjar. O que você é por dentro não é definido pelo que você tem por fora. Não é uma roupa de marca, carro importado que definem quem é você. Não é pecado você ter essas coisas. É pecado essas coisas terem você. Deus sempre quer abençoá-lo. Ele vai dar a você para que você possa abençoar os outros.

Seja uma bênção! Se seus propósitos estão alinhados, os seus desejos estão alinhados. Busque os propósitos certos para que a provisão chegue em suas mãos.

“Agrada-te do Senhor e Ele satisfará os desejos do teu coração” (Salmos 37.4).

“Agrada-te” significa ser habituado ao mimo, a ser mimado. Deus é um pai que gosta de mimar aquele filho que tem a sua vontade alinhada a d’Ele. Ele quer dar tudo o que você deseja e precisa, porque seu propósito é certo. Deus ouviu a tua oração e viu o que você pediu. Continue firme, com um coração grato, que essas coisas irão chegar até você.

*Texto extraído do site da Igreja Verbo da Vida Sede em Campina Grande,PB

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA