Somos sal da terra e luz do mundo

Postado em
0

por Thiago Borba

Nesses domingos, estamos falando da igreja influenciando a sociedade. Sabemos que temos um papel no mundo e precisamos entender esse papel. Falarei sobre alguns dos papéis da igreja no mundo, e de algumas tarefas que o Senhor nos deu para realizar nesse tempo.

“Vocês são o sal da terra. Mas, se o sal perder o seu sabor, como restaurá-lo? Não servirá para nada, exceto para ser jogado fora e pisado pelos homens” (Mateus 5. 13).

O texto compara a igreja ao sal da terra e a luz do mundo, o mundo deve ver as nossas boas obras, e isso quer dizer as nossas ações e comportamentos. Temos uma vida que deve ser mostrada ao mundo, não fomos chamados para ser “crentes 007”, “agentes secretos”,  mas fomos chamados para ter um comportamento cristão visível na terra.

O sal servia antigamente para preservar as coisas, temperar. Nós somos aqueles que conservam esse mundo da forma correta. Somos responsáveis por esse mundo ser frutífero, sem a igreja o mundo esta fadado às trevas, precisamos brilhar a nossa luz.

“Façam tudo sem queixas nem discussões, para que venham a tornar-se puros e irrepreensíveis, filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração corrompida e depravada, na qual vocês brilham como estrelas no universo”  (Filipenses 2.14).

Paulo está nos incentivando sobre o nosso comportamento no mundo. Tenha um comportamento no qual ninguém possa te acusar de nada e, dessa forma, seremos como luzeiros, brilhando no meio de uma geração incrédula. Somos referenciais de um sistema que está fracassado. Você não deve só vir para a igreja e se comportar corretamente nesse lugar, mas também no mundo, lá fora, e assim influenciamos as pessoas. A melhor pregação que terão será o nosso comportamento, sua vida, sua conduta.

“Portanto, somos embaixadores de Cristo, como se Deus estivesse fazendo o seu apelo por nosso intermédio. Por amor a Cristo suplicamos: Reconciliem-se com Deus” (II Coríntios 5. 20).

Somos embaixadores de Deus em nome de Cristo!

Um embaixador é uma autoridade que representa uma nação em uma pátria diferente, nós não somos desse mundo, devemos ter essa consciência, não somos daqui e nem viemos para ficar, mas enquanto estamos aqui, temos um papel a desempenhar. Vivemos um um mundo que jaz no maligno. Portanto, vamos viver de uma maneira diferente da forma do mundo.

Quero chamar todos vocês para a santidade, santidade quer dizer viver de forma separada, Não se conforme com esse mundo. Não se conformar é não ter a mesma forma. Ser diferente pode incomodar um pouco, pois fará você chamar a atenção das pessoas. Você não vai passar desapercebido, precisamos ter coragem de ser diferente.

Somos perseguidos quando somos diferentes, e não falo sobre ser rebelde, mas de ser praticante da palavra

Ser crente e diferente é falar de saúde divina quando o mundo só fala em Covid-19.

Mas lembre-se de que o evangelho é loucura para o mundo.  Para muitos, somos loucos,  mas na hora do aperto lá fora, sabe quem eles procuram? O doido. Aquele que está sempre em paz, alegre, aquele que não perde uma noite de sono. Eles querem saber o segredo que nos mantém em paz.

“Mas, se eu demorar, saiba como as pessoas devem comportar-se na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, coluna e fundamento da verdade” (I Timóteo 3. 15).

A igreja é o fundamento, é aquela que mantém a verdade nesta terra, o que a gente mais vê lá fora são pessoas relativizando a verdade. Não existe mais um padrão, um referencial no mundo, mas nós temos, a Palavra não mudou ela continua sendo a verdade. Não importa a forma como o mundo tem pensado. Tudo o que é contrário à Palavra é mentira.

Quando o mundo vai perceber essa diferença? Quando a igreja mostrar a Palavra sendo vitrine.

O diabo tem colocado narrativas diferentes em varias áreas, mas como igreja temos como mostrar que essas narrativas estão erradas.

“Amados, insisto em que, como estrangeiros e peregrinos no mundo, vocês se abstenham dos desejos carnais que guerreiam contra a alma” (I Pedro 2. 11).

Pedro lembra que somos peregrinos, estamos de passagem , mas enquanto estamos aqui a nossa vida deve ser exemplo para as pessoas. As pessoas precisam olhar para a igreja e perceber que as verdades da Palavra funcionam.

O diabo tem falado sobre a instituição do casamento, que essa família tradicional não funciona. Casamento é um projeto de Deus. A Bíblia começa com casamento e termina no casamento, Jesus fez o primeiro milagre no casamento. O mundo tem tentado emplacar que as pessoas podem casar e trocar de cônjuge como se troca de roupa. É papel da igreja mostrar que o princípio do casamento funciona, mas para isso, o meu casamento e o seu têm que funcionar. O crente se casa para fazer dar certo. O mundo tem tentado danificar a estrutura familiar, tentando mostrar a criação de filhos diferente e, por causa disso, a geração mais nova está sendo corrompida sem respeito à autoridade.

As pessoas têm que olhar pra gente e querer ter a vida que a gente tem, existe um padrão a ser seguido. Zele pelo seu casamento, família e filhos. O mundo precisa entender que homem é homem e mulher é mulher e tem papéis diferentes.

A prática do bem nos faz emudecer a ignorância  dos insensatos. Praticar a Palavra deixará as pessoas sem argumentos contra nós. Se você pratica a Palavra, deixa as pessoas sem argumentos contra você.

Outro exemplo:  as pessoas no mundo não respeitam mais autoridades, elas não honram mais, o mundo tem pregado um sentimento de rebeldia, e isso ano é bíblico. Crente que segue a palavra de Deus, honra e respeita qualquer autoridade, até mesmo quando elas estão erradas. Respeito e honra à autoridade é bíblico, isso não quer dizer que você não pode discordar, mas nunca desonrando. Cuidado com a falta de freio em criticar a autoridade, você pode se posicionar contra algo, mas nunca perdendo o respeito. O mundo precisa ver a igreja diferente, cuidado com seu posicionamento em relação às autoridades nas suas redes sociais, não imite o comportamento do mundo.

Tem muitos conceitos errados que o mundo quer trazer para dentro da igreja, esses conceitos contrários que são ensinado lá fora, dentro da igreja não podem ter vez, vão nos  chamar de quadrados, não tem problema. Somos chamados para ser diferentes! Somos sal e luz. Se o sal perder o sabor e não fizer a diferença esse mundo será infrutífero. Se a luz perder a claridade esse mundo estará em total trevas.

“Irmãos, quanto à vinda de nosso Senhor Jesus Cristo e à nossa reunião com ele, rogamos a vocês que não se deixem abalar nem alarmar tão facilmente, quer por profecia, quer por palavra, quer por carta supostamente vinda de nós, como se o dia do Senhor já tivesse chegado” (2 Tessalonicenses 2. 1-2).

Paulo está falando sobre o anticristo que vai se levantar nos últimos dias, sabemos que esse espirito já atua no mundo agora, mas no final será ainda maior, e isso vai acontecer nos últimos dias. O anticristo ainda não se revelou porque tem alguma coisa impedindo que ele se levante na sua plenitude, que ele exerça autoridade nesta terra.

Tem gente que acha que a Bíblia vai desaparecer, mas não é isso, tem alguma coisa que está aqui hoje que impede o anticristo e é a igreja, somos eu e você que fazemos a diferença aqui, enquanto a igreja está nesse mundo, tem jeito.

Existe uma luz, o sal está aqui, quando o sal for tirado o mundo entrara em podridão. Nunca perca a esperança no que a palavra de Deus pode fazer através da sua vida, você pode nadar contra a correnteza. A Palavra funciona na igreja, na sua vida e na sua casa. Maior é o que está em mim do que o que está no mundo.

Não tenha medo se  ser diferente, de praticar a palavra de Deus!

*Texto extraído do site da Igreja Verbo da Vida Sede em Campina Grande – PB

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA