Unção para servir na música

Postado em
1

por Thiago Borba

Nunca ache que você pode servir a DEUS sem servir as pessoas. Quanto mais você é exigido, mas você cresce. Nunca perca o foco.

Ministério de louvor é um chamado, um serviço. Deus colocou em nosso coração esse amor pela igreja e pela obra. Você foi chamado para solucionar problemas na igreja. Fomos chamados, ungidos e capacitados por Deus para fazer o que fazemos. Se você não foi chamado para o departamento de música não entre nesse departamento, porque você não vai aguentar ficar nele.

Fazer o que é certo sem estar com vontade, é parte da maturidade, chegar cedo, acordar cedo, mesmo sem querer, é parte da maturidade. Fazer essas escolhas faz parte do processo de crescimento. 

Acordar para a escola dominical em especial era sempre desafiador para mim, pois tinha que acordar cedo, mas isso me fez crescer. Algumas vezes, vim para o culto, porque tinha que cumprir a escala, toquei por vezes, pela graça, mas isso me fez crescer.

Deus alcança as pessoas não é por causa de você, é por causa dEle, por causa do amor e da misericórdia dEle. Deus nos dá capacidade para fazer o que nós não podemos fazer na nossa própria força, isso se chama unção. O que transforma a vida das pessoas não é tocar bem uma música, mas a unção.

A música é primeiro para Deus, segundo para os irmãos e depois para os ímpios, os que ainda não receberam Jesus. A música é a primeira coisa que as pessoas tem contato na igreja e você sabe que a primeira coisa é a que fica, é o cartão de visita na igreja. Tem igreja tradicional que até hoje canta música do hinário, isso é de cada igreja.

No Verbo da Vida, temos a nossa personalidade musical, que estamos desenvolvendo ainda, é importante estarmos sintonizados, é importante estarmos antenados ao que está sendo tocado, mas não construímos nosso ministério com o que está sendo visto ai, temos a nossa visão, a nossa própria referência, que é a palavra revelada.

Precisamos saber a importância da música, nem supervalorizar e nem desvalorizar a música. Não precisamos ter 2 horas de louvor em todos os cultos, se a música fosse a coisa mais importante Jesus teria sido ministro de louvor. Deus me ensinou isso um tempo atrás. E depois que entendi isso, busquei o equilíbrio na minha vida.

“Os oficiais de Saul lhe disseram: “Há um espírito maligno, mandado por Deus, te atormentando. Que o nosso soberano mande estes seus servos procurar um homem que saiba tocar harpa. Quando o espírito maligno, vindo da parte de Deus, se apoderar de ti, o homem tocará harpa e tu te sentirás melhor”. E Saul respondeu aos que o serviam: “Encontrem alguém que toque bem e tragam-no até aqui”. Um dos oficiais respondeu: “Conheço um filho de Jessé, de Belém, que sabe tocar harpa. É um guerreiro valente, sabe falar bem, tem boa aparência e o Senhor está com ele”. Então Saul mandou mensageiros a Jessé com a seguinte mensagem: “Envie-me seu filho Davi, que cuida das ovelhas”. Jessé apanhou um jumento e o carregou de pães, uma vasilha de couro cheia de vinho e um cabrito e os enviou a Saul por meio de Davi, seu filho.” (I Samuel 16.15-20)

O servos de Saul sabiam que a música tinha o poder de fazer Saul se sentir melhor. Saul fez uma exigência, que a pessoa tocasse bem e eles lembraram de Davi.

Na nossa igreja servimos a reis e sacerdotes, no texto vemos que apenas tocar bem não era suficiente. Hoje, sabemos que não basta saber tocar bem, você precisa servir reis e sacerdotes e precisamos cultivar um bom testemunho diante das pessoas, cultivar uma boa aparência, uma vida de integridade.

O ministério de música é um lugar para servir, dar e não receber. Fomos chamados para nos doar as pessoas, dar o nosso tempo, o nosso dinheiro também. Sou do tempo que a igreja não tinha dinheiro para comprar nem as cordas de um violão e nós comprávamos as nossas próprias cordas. Devemos investir no nosso instrumento. Deus é o primeiro que sabe galardoar você. Deus não deixa passar nada em branco que você faz por Ele.

Davi foi chamado para servir a Saul, e foi servir com o melhor que ele tinha. Davi começou com a música e depois se tornou escudeiro do rei. Se você sabe que tem o chamado para a música, fique atento, quando abrir uma vaga no louvor, se doe, oferte a sua vida, sirva com todo o seu coração.

Nós não temos como servir a Deus sem servir as pessoas. Como amamos a Deus a quem não vemos, se não amamos as pessoas a quem vemos… Ser fiel a Deus é chegar no horário, se esforçar, dar o meu melhor. Para muitos o ministério de música é para a vida toda, outros ficarão por um tempo. Uma boa música tem uma atuação natural, transmite sentimento, uma mensagem e requer uma resposta. Ela faz te lembrar de um tempo bom, faz você aprender e se alegrar. Isso só falando naturalmente.

Uma música boa tocada por alguém ungido tem todo esse poder e algo além, no sobrenatural.

Você foi chamado para trazer alivio, tirar pesos. Pessoas chegarão depressivas e sairão livres, por causa da unção disponível enquanto você toca. Existe um ambiente de paz na música e isso promove um ambiente para a pregação da palavra, um musico ungido tem a capacidade de deixar a igreja limpinha para a pregação da palavra.

A vida de Davi era marcada por cântico, a música faz parte da vida do musico. Não tem como desassociar. Toda vez que Deus trazia uma benção para ele, Davi tinha um novo cântico. O musico sempre tem algo para salmodiar.

A música tem o poder de acalmar a nossa alma. Podemos colocar a nossa alma no lugar e fortalecer o nosso espirito através de uma boa música. Tenha cuidado com as músicas que você se apega. Não se apegue a música, se apegue a visão. Deixe a palavra de Deus ser seu filtro.

A música tem o poder de fixar a palavra na vida das pessoas.

Trechos da ministração na Conferência de Música 2018 – Igreja Verbo da Vida Sede em Campina Grande-PB

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA