É a Cristo que vocês estão servindo

Postado em
0

por Manassés Guerra

Como indivíduos, somos ricamente providos de dons e talentos divinos. Contudo, coletivamente somos dependentes uns dos outros. Foi da vontade do Criador que a humanidade funcionasse sob o princípio da interdependência. Somos completos quando nos associamos, incompletos, porém, quando nos isolamos na autossuficiência e egoísmo. Para toda a riqueza de dons e talentos, que cada um de nós recebeu, está também a beleza de servir com o que temos de melhor, e a conexão de cada um de nós para com o que o outro tem para oferecer.

Ninguém nasceu sem a necessidade de ser servido. O potencial e vocação individual é o serviço que temos para oferecer e o serviço que o nosso próximo tem para nos proporcionar. É fato que o homem se tornou tanto egoísta – sem querer compartilhar do seu potencial com o próximo – como também egocêntrico, aproveitando-se da boa vontade alheia.

Estávamos equivocados, achando que, quanto mais evidentes os nossos dons, habilidades e talentos, mais autossuficientes nos tornaríamos e, mais, deixaríamos de depender das pessoas e somente elas de nós. Ilusão! Jesus veio para nos dizer que, aquele quer está em evidência, precisa entender o que significa servir (Mateus 23.11). Jesus também disse: “Vocês sabem que os governantes das nações as dominam, e as pessoas importantes exercem poder sobre elas. Não será assim entre vocês. Pelo contrário, quem quiser tornar-se importante entre vocês deverá ser servo” (Mateus 20.25,26).

Na nova vida que se descortina em Cristo, o servir, de uns para com os outros, tem o próprio Jesus como o centro da motivação e exemplo. O apóstolo Paulo, falando sobre esse assunto, afirma que isso se estende para todos os níveis de serviço e relacionamentos. O segredo, segundo Paulo, é enxergar Cristo na pessoa a que estamos servindo (Colossenses 3.18-22).

Ele orienta: “Tudo o que fizerem, façam de todo o coração, como para o Senhor, e não para os homens, sabendo que receberão do Senhor a recompensa da herança. É a Cristo, o Senhor, que vocês estão servindo” (Colossenses 3.24). Na sua carta aos Efésios ele ensina: “Não servindo à vista, como para agradar a homens, mas como servos de Cristo, fazendo, de coração, a vontade de Deus” (Efésios 6.6).

Portanto, em Jesus encontramos o propósito, tanto para quem serve, como para quem é servido: “Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor e não para homens, cientes de que recebereis do Senhor a recompensa da herança. A Cristo, o Senhor, é que estais servindo” (Colossenses 3.23,24).

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA