Entender histórias e fazer amigos

Postado em
0

por Priscilla Fontenele

Afinal de contas, o que é fazer missões? Como ser de verdade um “bom samaritano”? E qual a importância de ganhar o coração das pessoas?

Às vezes, as pessoas olham ao redor e se perguntam: quem se importa? Eis aí o cerne do propósito que todo cristão deveria ter como prioridade em seu coração: se importar!

Pessoas simples se tornam pessoas extraordinárias, quando param de olhar somente para suas próprias necessidades e começam e se importar com os outros. E quem são esses outros? A Bíblia diz que devemos fazer o bem a todos, especialmente aos da família da fé (Gálatas 6.10) e também ao nosso próximo. Mas quem é o nosso próximo? O “nosso próximo” são todos! Sim, todos que passam pelo nosso caminho, todas as pessoas que estão ao nosso redor.

É maravilhoso termos o desejo de fazer a obra de Deus, mas existe algo muito importante em fazer a obra e que muitas pessoas estão negligenciando, que é a parte de se importar genuinamente com os sentimentos dos outros.

O grande e, ouso dizer, o maior desafio dentro do Corpo de Cristo é manter relacionamentos. Existem inúmeras pessoas frustradas com a igreja e, até mesmo, com Deus por não conseguirem enxergar em nós, cristãos, um coração que ama e se importa.

Quero lhe fazer um desafio! Pare agora por um instante e pense no quanto você se importa. Certamente você vai responder: “é claro que me importo!”. Será mesmo? Então responda outra pergunta: o quanto você tem demonstrado que se importa? Como você tem reagido em situações que não o agradam, como se comporta quando você é confrontado, machucado, contrariado ou em uma situação em que precisa abdicar de coisas, dar o braço a torcer e até mesmo sair perdendo?

Quero compartilhar com você um versículo que diz o seguinte:

“Mas o que para mim era lucro, passei a considerar perda, por causa de Cristo. Mais do que isso, considero tudo como perda, comparado com a suprema grandeza do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor, por cuja causa perdi todas as coisas. Eu as considero como esterco para poder ganhar a Cristo” (Filipenses 3.7- 8, NVI).

Então, você tem considerado o seu lucro como perda, por causa de Cristo?

Sabe, perder significa abdicar de coisas para ganhar outras mais importantes, para conquistar o coração das pessoas e manter a paz. Não adianta querer ganhar pessoas para Cristo, fazer projetos sociais ou até mesmo dar tudo que tem, se você não está disposto a andar em amor. Como está escrito em 1 Coríntios 13:3: “E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.” Se você tem perdido o coração das pessoas por conta do seu temperamento, certamente você não está andando em amor. Andar em amor não é um mandamento somente para cumprirmos com os não cristãos, com os pobres ou com os de longe, mas, também e, principalmente com os da família da fé.

Como você tem se comportado com as pessoas que estão perto de você? Como você as têm tratado, considerado, amado e honrado?

Deus quer que você cumpra seu chamado no Corpo de Cristo, mas Ele está mais interessado com sua vida no secreto do que com aquilo que você pode fazer, em público, para impressionar os outros. Portanto, seja amoroso, misericordioso, cuidadoso e honre as pessoas que estão a sua volta. Não, não quer dizer que você nunca vai ficar chateado ou triste com uma situação, porém preste atenção como está se comportando mediante às situações e desafios.

O que você tem oferecido às pessoas à sua volta? Misericórdia e perdão ou rejeição e exclusão? Deus quer transformar vidas através de você e isto inclui a vida de pessoas que você convive diariamente. Antes de julgar, conheça a história, gere no seu coração a empatia pelos outros e como resultado você vai colher um jardim repleto de amigos.

 

Priscilla Fontenele 
Graduada na Escola de Missões Rhema
Atua na Coordenação do Rhema em Campina Grande – PB

 

 

 

 

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA