7 Dicas para ministros cristãos bem sucedidos

Postado em
1
722

por Eliezer Rodrigues

“Eu não sirvo a homens, eu sirvo a Deus!”. Essa é uma das frases que alguns cristãos usam para dizer em outras palavras: “não me submeto a homem nenhum!”.

Normalmente falam isso quando se referem as autoridades eclesiásticas (pastores e líderes cristãos). No artigo anterior (7 dicas para pastores…), falei que, de uma forma geral, alguns pastores acabam abusando da sua autoridade ou por falta de maturidade ministerial acabam trazendo danos para alguns cristãos no corpo local (igreja). Porém, isso não dá o direito aos filhos de Deus ignorarem o assunto submissão que é bíblico.

A palavra do Senhor continua sendo a verdade ainda que homens cometam erros. Quando estudamos a Bíblia encontramos vários textos que nos ensinam sobre o assunto submissão. Podemos ver o cuidado de Deus com o seu povo por toda a Bíblia (antiga e nova aliança) estabelecendo líderes e ungido-os para governar e liderar o seu próprio povo.

O problema é que há alguns cristãos sofreram com “traumas” durante processos difíceis que, várias vezes, enfrentaram na igreja local. Seria mais ou menos assim; como uma mulher, não cristã, que foi casada há anos e era abusada e espancada pelo próprio marido até que um dia ela não aguentou mais e o largou. Essa mulher nasce de novo, se torna uma cristã, e começa a ouvir sobre o assunto submissão, que Deus dispõe na sua palavra para o casamento. Ou seja, se submeter ao seu marido.

Ainda que esse assunto seja totalmente bíblico e verdadeiro, essa mulher enfrentará dificuldades para aceitar em compreender essa verdade devido ao “trauma” do seu sofrimento intenso com o seu ex marido. Isso tem acontecido dentro da igreja de Cristo (nas denominações). Pelo fato de alguns cristãos terem passado por “traumas” dentro das suas igrejas locais, em relação às suas lideranças, elas agora rejeitam ouvir a palavra “Pastor” e muito menos a palavra “submissão”.

E agora? O ofício pastoral deixou de existir por causa de alguns erros que pastores cometeram? O princípio da submissão, criado por Deus, deixou de existir ou não tem mais valor?  Ou será que Deus mudou de ideia e não quer mais nenhum pastor governando o seu povo?  Não, Deus não mudou de ideia! Ele continua levantando, estabelecendo e ungindo pastores para governar a sua igreja. E o princípio da submissão continua em pleno vigor na nova aliança! (Estude no Rhema e saiba mais sobre o assunto submissão e autoridade) Então, finalizo com 7 dicas para cristãos bem sucedido:

1 – Honre o seu pastor como se você estivesse honrando Jesus.

2 – Não abrace as fofocas contra o seu pastor ou acusações sem provas. Qualquer coisa que você souber contra o seu pastor, vá até ele e pergunte se é verdade. Deixe-o saber sobre o que você ouviu dele.

3 – Seja um guardião, um defensor da visão local e da doutrina. Estude profundamente para ajudar seu pastor a proteger a visão e a doutrina, e nunca para bater de frente com ele como um rebelde.

4 – Proteja a liderança da sua igreja com amor e ore por ela! O Diabo sabe que se ele derrubar os líderes da igreja afetará muita gente dentro e fora da igreja. O trabalho do Diabo é promover escândalos!

5 – Submeta-se ao seu pastor ou líder sempre em amor. Ainda que você não concorde plenamente com ele. A submissão deve ser total, a obediência é relativa. Caso o seu pastor ou líder peça para você fazer algo que fere os princípios da palavra, converse com ele e explique o porque você não vai fazer aquilo (porque está fora da palavra) mas continue com o seu coração submisso (sem rebelião)

6 – Permaneça fiel para servir o seu pastor, liderança e igreja local. Ainda que membros abandone o serviço ou a igreja por algum motivo, continue servindo com alegria e do lado do seu pastor e liderança. Permaneça Fiel nos dízimos e ofertas, essa é uma das formas de honrar a Deus, ao seu pastor, liderança e a igreja local. Deus levantou você para financiar a obra dele na terra.

7 – Seja guiado sempre pelo Espírito e nunca pela carne ou emoções. Não saia da sua igreja simplesmente porque você não está gostando de algumas coisas. Se Deus plantou você lá, somente ele pode te conduzir para outro lugar sem causar danos a sua vida, família e ao pastor e igreja.

E lembre-se, Deus nunca promove insubmissos e rebeldes. Deus guiará o seu povo a lugares onde há pastos verdejantes e crescimento. 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA