O cristão pode usar árvore de Natal?

Postado em
0

por Eliezer Rodrigues

Já ouvi de tudo sobre árvores de Natal. Desde lendas urbanas, histórias fictícias e até mesmo ensinamentos contra o uso da árvore de Natal que parecem mais um filme de terror.

Ha alguns cristãos “místicos” que vêem demônio em tudo e saem colocando demônios onde não tem. E ainda que tivesse, expulsa e pronto!

Quando o Natal chega, começa alguns conflitos ideológicos (nem é doutrinário). Irmãos dizem que Jesus não nasceu no dia 25 de dezembro, outros irmãos dizem que foi em janeiro ou fevereiro. Alguns cristão colocam árvores de Natal em suas casas outros dizem “Está repreendido em nome de Jesus! Isso não é de Deus!”. Porém, não tem como escapar desse dia, todos os anos veremos árvores de Natal espalhadas pela cidade, no shopping, escola e etc. Veremos todos os anos as comemorações do “Nascimento de Jesus” no mês de dezembro.

E aí, o que vamos ensinar aos nossos filhos e a igreja? Árvore de Natal é do diabo? O dia 25 de dezembro é uma mentira? Ou há mais sabedoria em usarmos essas coisas para falarmos sobre Jesus e o seu amor? “Como assim pastor Eliezer?” Isso mesmo! O que importa saber o DIA em que Jesus nasceu? A verdade é que ele nasceu mesmo! E já que o mundo está “comemorando” a data do dia 25 de dezembro (embora saibamos que o fim seja comercial) vamos aproveitar para falar de Jesus e do seu amor.

Falar do propósito do seu nascimento, do porquê Jesus veio, se fez carne e habitou entre nós! E não ser um cristão com a cara emburrada falando besteiras e afastando os pecadores de conhecer a Deus! “E a árvore de Natal? Podemos usar?” Eu nunca tive problema em usar porque sempre pensei como uma decoração. Sempre ensinamos aos nossos filhos, desde pequenos, que aquela árvore era a de João 15, e que Deus Pai é o agricultor, Jesus é a árvore (videira) e nós os ramos que dão fruto. Sim! Ensinamos as nossas crianças que aquelas bolas penduradas na árvore são o fruto do espírito, a manifestação do amor de Deus (amor, paz, alegria e etc.). Os presentes que estão debaixo da árvore são galardões de Deus, recompensas por andar no fruto do espírito. Quem anda no fruto do espírito colherá vida e paz!

Amados, sejamos sábios. Não vamos ministrar medo, debates sem fim e perder esse tempo onde o mundo se abre para ouvir sobre Jesus!

O apóstolo Paulo quando chegou a Atenas viu muitas estátuas e monumentos oferecidos aos deuses. Porém, um destes monumentos estava dedicado ao “deus desconhecido”. Então, o apóstolo Paulo aproveitou essa oportunidade e disse a todos que aquele monumento era dedicado ao Deus dele! Olha que lindo! Que legal! Você pode fazer isso com a árvore de Natal! Afinal, o mundo nem sabe por que existe árvore de Natal. Pra eles é como um “deus desconhecido” aproveitem para falar sobre o nosso bom Pai agricultor, Jesus como a videira, nós como os ramos que frutificam e os presentes de Deus, dentre os quais o maior é a salvação pela fé em Cristo Jesus!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA