Autoestima X Autopromoção

Postado em
2

Olá #GenteBoa no post especial desse mês convidei uma amiga para escrevê-lo junto comigo sobre dois temas bem interessantes.: Autoestima X Autopromoção.

Kessia Michelle é psicanalista, professora do Rhema,  casada com Anderson Meirelles e mãe de dois filhos: Canrobert Filipe e Priscila. Ela esclarecerá alguns pontos importantes sobre a autoestima e eu encerrarei mostrando um pouco sobre o tema da autopromoção.

Autoestima

Há alguns dias atrás eu estava pensando na crise existencial que enfrentamos na modernidade: Não sabemos mais “o que queremos ser quando crescer.” Quando eu era criança lembro que uns queriam ser médicos outros advogados, enfermeiros, engenheiros. Algumas jovens mais ousadas queriam ser aeromoças (ainda não se chamavam comissárias de bordo).

Nós costumávamos associar ser com fazer. Mas hoje, a história mudou. As mulheres querem ser altas, magras, lindas, chiques e sofisticadas. Os homens querem ser sarados, ricos, poderosos, querem boas casas e bons carros. Associam o ser com o ter.
A ânsia de atingir o inatingível e de se encaixar no padrão criado pela mídia gera pessoas doentes, deprimidas e vazias; e se alonga esse ciclo de pessoas em busca da perfeição e cheias de frustração por nunca alcançá-la.

A boa notícia é que há cura!

“Autoestima é o apreço, valorização e confiança que uma pessoa tem por si própria, sendo formada ainda na infância. A autoestima é a apreciação que uma pessoa faz de si mesma em relação à sua autoconfiança e seu autorrespeito. Através dela podemos enfrentar desafios e defender nossos interesses.”

É isso! Precisamos nos valorizar e nos respeitar como somos.

Não depende da nossa aparência e muito menos do que possuímos, autoestima é acima de tudo uma admiração pela pessoa que existe quando ninguém vê, esse “eu” verdadeiro só conhecido por você. Mas, talvez esse seja o problema, não gostamos do que vemos, e não me refiro ao espelho, porque aparência se muda; é possível mudar o exterior: emagrecer, mudar a cor do cabelo, vestir roupas da moda. Mas, para uma alma mal cuidada não tem jeito, só uma transformação feita de dentro pra fora.

 10444383_1681511125410191_8662765227486844596_n

Porém, essa é a nossa grande missão! Zelar com carinho da nossa parte mais importante, cuidar da pessoa real que só nós conhecemos. Tratar as fragilidades com respeito, fortalecendo-as aos poucos em busca da maturidade. Olhar o outro não como rival, mas como igual, sem querer competir porque não somos adversários, somos irmãos. Entendendo que não tenho que superar ninguém, só a mim mesmo e a necessidade de me encaixar em padrões neuróticos e distorcidos, acreditando que nós somos a perfeição na essência e só precisamos lapidá-la.

Encerro com uma declaração da escritora Martha Medeiros:

“Em tempos insanos, de tanta gente maluca por vaidade, maluca por juventude, maluca por dinheiro, maluca por poder, os lúcidos destacam-se pela raridade. São aqueles que não inventam personagens de si mesmos, não se trapaceiam, não criam fantasias, ao contrário: se comprometem com a verdade.”

Autopromoção

Seguindo o post irei destacar a autopromoção e quero começar dizendo que Deus não divide sua glória com ninguém!
Eu sou o SENHOR; este é o meu nome; a minha glória, pois, a outrem não darei. (Isaías 42:8)

Tenho percebido nesses dias algumas coisas, e estado cuidadosa sobre elas. Estamos em um Ministério que tem crescido consideravelmente, avançando pelo Brasil e pelo mundo propagando a Palavra da Fé, levando o conhecimento que liberta. Sabemos que a Palavra que nos libertou é a mesma que nos manterá livres.

Tem muita #Genteboa aparecendo, surgindo, sendo levantada, evidenciando os dons e talentos que Deus colocou em cada uma delas, e isso é maravilhoso. Mas, precisamos atentar para alguns detalhes que fazem toda a diferença na nossa caminhada no ministério.

Quando se começa a se despontar no chamado a tendência natural e humana é querer “aparecer”, dizer o que tem feito, com quem tem andado, as pessoas influentes com quem tem se relacionado, o problema é quando isso começa a virar autopromoção.
Cuidado com a autopromoção! A definição pura e simples diz que autopromoção é o ato ou efeito de promover a si mesmo.
Gosto de algo que Charles Swindoll escreveu:“Quando a popularidade é maior que a maturidade substituímos a integridade pela imagem.” 

Deixe Deus lhe promover, porque quando Deus nos promove é genuíno, puro e indiscutível. Mas, quando tentamos forçar a barra nos auto promovendo, não chegaremos muito longe.

Quando começar a ser reconhecido no seu ministério, recebendo flores e honras pelo que você faz para o SENHOR, como diz minha amiga Zuleica Messias: Seja rápido em juntar todas as flores, faça um buquê e devolva a glória para Ele, porque, de fato, essa glória NÃO é sua, mas dEle”. Seja alguém que tem em seu rosto o reflexo da glória do Senhor!

Certamente você conhece essas frases: “Fulano só quer ser a última Coca-Cola do deserto”. E me desculpe, mas alguns querem mesmo.

O nosso cuidado deve ser constante nessa área, porque Satanás adora colocar nas pessoas esse desejo ardente de se “auto promover”, de “ser visto”, de ser melhor que os outros, de ser amigo de fulano. Sabemos que o desejo do Diabo era ser igual a Deus e seu fim não é animador para os que têm seguido esse caminho.

“Quando por alguém fores convidado às bodas, não te assentes no primeiro lugar; não aconteça que esteja convidado outro mais digno do que tu; E, vindo o que te convidou a ti e a ele, te diga: Dá o lugar a este; e então, com vergonha, tenhas de tomar o derradeiro lugar. Mas, quando fores convidado, vai, e assenta-te no derradeiro lugar, para que, quando vier o que te convidou, te diga: Amigo, sobe mais para cima. Então terás honra diante dos que estiverem contigo à mesa. Porquanto qualquer que a si mesmo se exaltar será humilhado, e aquele que a si mesmo se humilhar será exaltado.” (Lucas 14:8-11)

Esse registro na Bíblia nos mostra que esse era um comportamento que já existia naquela época e precisava ser corrigido. Hoje em dia, não é diferente. Sejamos sensatos, vamos atentar para os valores que tem importância para Deus.

Que importância existe em ser conhecido pelos homens e não ser reconhecido por Deus? Você pode ter aplausos humanos hoje, mas isso não é garantia de sucesso amanhã. O que lhe garante que os mesmos que te aplaudiram hoje, te aplaudirão amanhã?
Gente, nosso maior e melhor amigo se chama Espírito Santo. Propague sua amizade com Ele, seu relacionamento e seu crescimento pela influência recebida através dEle.

A Bíblia diz que “Onde está seu tesouro ali também está o seu coração”. (Mateus 6.21)

Um dos lugares que localizamos, um pouco, o coração de muitas pessoas são as redes sociais, porque hoje em dia, muitas delas se expõem demais sobre si mesmas e acabam dando sinais desse comportamento de autopromoção em frases sutis, camufladas de falsa modéstia, mas que no fundo no fundo e no raso também querem se promover.

Não precisamos dizer onde estivemos e nem com quem. Quando fazemos isso, o que de fato queremos passar? Queremos ver nosso nome conhecido, visto? Isso é perigoso.

Temos em nossa liderança os melhores exemplos e referenciais sobre postura e conduta correta. Você não vê a liderança se expondo, dizendo o que tem feito as coisas que os têm promovido, os passos que têm dado e nem a contribuição que cada um tem dado para o Reino de Deus.

Eles não têm tempo para isso e nem desejo, porque estão ocupados demais fazendo a obra acontecer.

Deixe Deus lhe promover e quando isso acontecer, seja humilde o suficiente para reconhecer a sua limitação humana e a magnitude Divina na sua vida. E lembre-se: A glória será SEMPRE dEle. Afinal, Deus não divide sua glória com ninguém!

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA