Deus é imutável

Postado em
0

por Dione Alexsandra

*Trecho do livro Superação 

“Toda boa dádiva e todo dom perfeito vêm do alto, descendo do Pai das luzes, que não muda como sombras inconstantes” (Tiago 1.17).

Deus… Que ser é esse inexplicável que nos ama tanto, que nos ensina e acredita em nós incansavelmente? Pense em quem era você antes de conhecê-lo… Agora olhe um pouco, se conseguir, para “dentro de si mesmo” e observe o que Deus conseguiu fazer em sua vida. Que transformação! Que milagre! Uma mudança que ninguém poderia fazer. Deus ser imutável e constante é o que deveria nos trazer mais esperança na vida. Explico. Você já
observou como nós mudamos…

Como as pessoas mudam conosco… É impressionante a inconstância humana. O ser humano em si é inconstante, e acredito que inconscientemente levamos essa tendência de acreditar que Deus é do mesmo jeito. Que um dia Ele nos ama com amor eterno, mas quando erramos, pecamos, pisamos na bola, Ele nos abandona, nos despreza e nos descarta, automaticamente, como acontece com algumas pessoas. Precisamos lembrar de que Deus não é como a gente não. Ele é divino, não é humano. Ele é IMUTÁVEL.

Não meça Deus pelas suas limitações. Você criará um deus à sua imagem. Não existe variação em Deus. Ele não se arrepende. Ou seja, ele o amou um dia, decidiu amá-lo e pronto. Nada que você fizer de melhor ou pior vai mudar isso. Aprender a confiar em Deus é a nossa melhor decisão, porque as pessoas falharão conosco, mas Deus nunca falha. A Bíblia diz: “Estarei convosco PARA SEMPRE”.

Só Deus tem estrutura para fazer uma declaração dessa e sustentá-la. Homem algum pode lhe dizer isso. É sabedoria se apegar com amor àquele que pode sustentá-lo debaixo das suas asas, porque nelas estarás seguro (Salmos 91).

O nosso erro é querer que as pessoas se comportem e sejam como Deus é (imutável), mas elas não têm sustentação em si mesmas para isso. A vida me ensinou a lidar com as ausências. Nem todo mundo que passa na nossa vida vai ficar. Nem todo mundo que começa com a gente vai terminar ao nosso lado. Faz parte da vida perder coisas e perder pessoas. Tem gente que você amou e cuidou, levantou e melhorou, mas elas não ficarão na sua vida.

E quando essas pessoas lhe derem as costas você precisa ter estrutura e maturidade para aprender a lidar com a ausência. Porque se isso não acontecer, você se tornará refém das pessoas. Nossa firmeza deve estar em Deus e não em pessoas, porque as pessoas mudam, mas Deus é imutável. A pior coisa que você pode fazer é viver em função da opinião dos outros.

Viva primeiramente dependendo de Deus. Deus é aquele que o levanta enquanto as pessoas nem ao menos sabem que você caiu. Então, é segurança para nós nos apegarmos com mais firmeza a Ele sempre. Antes que houvesse dia, Eu sou. Ninguém há que possa escapar das minhas mãos; operando Eu, quem impedirá? (Isaías 43.13).

Isaías 40.28-31: “Será que você não sabe? Nunca ouviu falar? O Senhor é o Deus eterno, o Criador de toda a terra. Ele não se cansa nem fica exausto, sua sabedoria é insondável. Ele fortalece ao cansado e dá grande vigor ao que está sem forças. Até os jovens se cansam e ficam exaustos, e os moços tropeçam e caem; mas aqueles que esperam no Senhor renovam as suas forças. Voam bem alto como águias; correm e não ficam exaustos, andam e não se cansam”.

Aprenda a ouvir a voz de Deus. E isso não se aprende em congressos, simpósios, seminários e eventos. Mas em seu quarto. Entre você e Deus! Lembre-se que quando você não consegue mais ouvir a voz do Pai é porque você foi longe demais.

No livro Celebração da Disciplina o autor, Richard Foster, diz: “A superficialidade é a maldição do nosso tempo. A doutrina da satisfação instantânea é o principal problema espiritual. A necessidade desesperada de hoje não é um número maior de pessoas inteligentes nem de pessoas talentosas, mas de pessoas com profundidade”.

Estamos vivendo em uma geração cheia de superficialidade e imediatismo. As pessoas não querem perder tempo com nada e com ninguém. Mas pérolas preciosas nunca serão encontradas na superficialidade. Deus é um Deus profundo, sempre teremos respostas profundas se o procurarmos na profundidade e não na superficialidade.

Se conhecer Jesus não nos fez ser uma pessoa melhor, não o conhecemos, conhecemos a religião.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA