Tenha amigos!

Postado em
0

por Dione Alexsandra

*Trecho do livro Superação 

Tenho amigos! Tenho poucos amigos! A vida me ensinou que amizade e quantidade não moram na mesma rua. Se você continuar fazendo o que é certo, as pessoas certas entrarão na sua vida.

Honrando suas prioridades

Lembre-se: Amigos curam! Amigos curam, arrancam a amargura, ferem, afiam, amigos vão buscar lá no fundo do poço, alguns à sua maneira e, às vezes, a gente não entende. Eu tenho alguns amigos fiéis na minha vida.

Algumas amizades que considero muito, algumas que eu sou mais amiga do que elas são de mim, não tem problema, é bom amar. Outras que são mais minhas amigas do que eu sou delas, cada um demonstra de uma maneira, mas a verdade é que os amigos são essenciais, ninguém pode viver sozinho. Tenho amigas que moram longe, temos pouco tempo juntas, mas a gente sabe que pode contar uma com a outra. Às vezes, um recadinho e sem cobranças tudo vem à tona, porque existem pessoas que são suas para sempre, mesmo que não estejam com você.

Ainda bem que tenho mais gente que me faz bem do que faz mal. No relacionamento de amizade ambos precisam ser moldados como diz Provérbios 27.17: “Como o ferro afia o ferro, assim o amigo ao seu irmão”.

Boas amizades são aquelas que se moldam, se afiam e se ajustam, que cedem, que ouvem. Mas existem alguns que vão feri-lo mesmo, que não desejarão ser moldados, alguns irão embora da sua vida para sempre e tem alguns que farão muita falta… Existem configurações diferentes de amizades. Se olharmos para Jesus veremos que em alguns momentos ele estava com os doze, em outros com três e em outros ele está só com um.

Precisamos aprender a nos relacionar em configurações diferentes. Precisamos de relacionamentos em que podemos ir e vir livremente, em que as pessoas podem tomar as decisões que elas quiserem e nós não vamos ficar “dodóis” porque não são as pessoas que abandonam a gente, mas nós que nos abandonamos.

Se atentarmos bem, nunca, jamais estaremos abandonados, porque DEUS NÃO NOS ABANDONA JAMAIS. De fato, Deus nos supre através da sua presença, da Palavra e dos amigos; só guarde seus melhores e maiores segredos com o amigo que você verdadeiramente confie. Amizade é uma escolha, portanto, escolha os seus amigos e depois que escolher não os jogue fora, você já escolheu.

Amizade não tem nada a ver com interesse, mas com afinidades. O amigo inteligente pega conselhos com os amigos mais velhos. Você precisa ter um amigo antigo, um de visão e um que traz proveito, são configurações de amizades que acontecem dentro de você. Existem pessoas que saem da nossa vida, que vão embora, mas para sempre serão nossas. Você não consegue evitar.

O Espírito Santo manifesta seu cuidado em nossa vida em dias de tempestades através dos nossos amigos. Nós podemos confiar aos nossos amigos os sonhos, aquilo que ainda estamos construindo, porque os nossos amigos de verdade irão guardá-los bem guardados, aquilo que ainda estamos escrevendo, que estamos construindo em meio a tantas lutas e dor, eles sabem guardar…

Na hora da dor você não pode contar com todo mundo, você tem poucos amigos para essa hora, mas eles são inesquecíveis. Não podemos carregar uma vida amargurada, sem perdão e sem relacionamentos. Amigos curam! Amigos estão conosco nos momentos de dor, mas também nos momentos de revelação da Palavra. A gente vê o valor dos amigos nos pequenos detalhes.

Em meio à crise ouvi de uma amiga: “Você é uma mulher de Deus, nunca esqueça disso!”. Você precisa de alguém para dizer quem você é, mesmo diante do medo, da tragédia e do desespero. Sabemos que não somos super-homens nem mulheres maravilha, precisamos de amigos para lembrar quem nós somos.

Quem você é na vida de alguém? Você precisa de alguém para lhe dizer: “Eu te amo, “você vacila, mas é gente boa, do jeito que você é eu te amo”. Amigos a gente não joga fora porque eles erraram, um amigo a gente não abandona porque ele está sem dinheiro. Quem não tem amigo está morto, já morreu e não sabe…

Diante de uma necessidade, se você tem um amigo, ele chama uma multidão para ajudá-lo. Podemos ter cicatrizes, mas devemos ter mais amigos do que cicatrizes. Não importa quantos anos você é amigo, o que importa é que você ama. Porque amigos curam! Portanto, honre e seja leal aos seus verdadeiros amigos, eles são tesouros preciosos.

Eu acredito que existem níveis de relacionamentos que temos em nossa vida. Eles existem e vemos na Bíblia, observando a vida de Jesus, que Ele sabia bem como lidar com isso. Porque acredite, Jesus não tratava todos de forma igual. Jesus tinha pelo menos cinco níveis de relacionamentos.

Quem lhe falou que você tem que tratar todo mundo igual? Onde privilegiar lealdade, se você trata todo mundo igual?

Quer dizer que você trata o infiel como você trata o fiel?

Quer dizer que você trata o que o rejeita como trata o que o aceita?

Jesus amou a todos, mas lidou com cada um de uma forma. Você precisa amar a todos, mas a forma de lidar com cada pessoa será diferente sim. Precisamos entender que Deus NÃO faz acepção de pessoas para a salvação.

SALVAÇÃO, DEUS NÃO FAZ ACEPÇÃO!

Como falei, Jesus trabalhava com 5 níveis de relacionamentos:

  1. Multidão – todo o povo
  2. Irmãos – havia coisas que Jesus falava com os irmãos.
  3. Os doze – Havia coisas que Jesus falava apenas com os doze discípulos. E algumas vezes, se retirava com eles do meio da multidão. A Bíblia relata isso em vários trechos.
  4. Apenas três discípulos –  Pedro, Tiago e João. Havia coisas que eram faladas apenas com Pedro, Tiago e João. Ele convocou esses três para orarem junto com ele no momento mais difícil.
  5. Um – O mais íntimo, aquele que encostava a cabeça no ombro de Jesus, o discípulo João.

Vou ampliar a visão a esse respeito. A Bíblia fala em multidão, abra um grande círculo:

A Bíblia fala de irmãos, 500 mais ou menos. Um círculo dentro do grande.

A Bíblia fala dos 70, um círculo menor.

A Bíblia fala de apóstolos, 12. Um círculo ainda menor.

A Bíblia fala dos três amigos, um círculo menor.

Por fim, a Bíblia fala de um, João, o menor círculo.

Observe que quanto mais perto, mais diminui o número de pessoas.

Quem, na Bíblia, Deus chamou de amigo? Apenas um: Abraão.

Quem a Bíblia relata que falou com Deus face a face? Apenas um: Moisés.

Quem a Bíblia relata que era homem segundo o coração de Deus? Apenas um: Davi.

Então, como Deus trata todo mundo igual?

O que podemos aprender com tudo isso?

No mundo social, tem coisas que você fala para A e não fala para B. Tem coisas que você fala para a liderança da igreja, mas não fala no microfone. Quem disse que você pode colocar todo mundo dentro da sua casa?

Se assim fizer, você ficará vulnerável. Quem disse que você pode passear com qualquer um? Tirar férias com qualquer pessoa? Quem te falou isso? Quero deixar claro que isso NÃO é acepção de pessoas, é ser seleto e ter zelo com sua própria vida. Não permita que todas as pessoas conheçam as suas vulnerabilidades e fragilidades. Nem todos podem ter essas informações a seu respeito. Busque nos níveis de relacionamentos distinguir cada um e permitir que cada nível tenha as informações necessárias a seu respeito.

Gosto de uma frase que ouvi e me fez refletir: “Muitas pessoas morreram em Israel no dia em que Lázaro faleceu. Mas só ele tinha um amigo que sabia ressuscitar mortos. De quem você é amigo? Lázaro não era apóstolo, mas era amigo de Jesus”.

Intimidade é melhor que cargo.

Drummond Lacerda disse: “Jesus chorou, mas a emoção não o impediu de ressuscitar Lázaro. Se o choro te parar, você não verá a alegria da ressurreição. Mesmo em lágrimas chame seus “Lázaros” à vida!

Quem são seus verdadeiros amigos?

Existem pessoas que o amam, conhecem as suas fragilidades e não irão julgá-lo e condená-lo, mas, acredite, nem todos pensam assim. Busque em Deus discernimento para selecionar aqueles que devem estar perto, pessoas que irão somar na sua vida e que você irá somar na vida delas.

Eu aprendi que escolher as minhas amizades determinará o meu destino!

Tenha amigos!

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA