Meditação

Postado em
0

por Pat Harrison

*Trechos da mensagem de Pat Hagin Harrison na Conferência Nacional de Mulheres 2017 em Campina Grande-PB.

“Mestre, qual é o grande mandamento na lei? E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo”. (Mateus 22.36-39)

Ame o Senhor com todo o seu ser. Primeiramente somos espírito. Quando ele criou o homem soprou para sermos seres espirituais como Ele é. Nós que vivemos aqui na terra, precisamos ter esse corpo. Deus fez esse “macacão” terrestre e você não está feliz, porque Ele fez esse “macacão” diferente para cada um. Temos aparências diferentes.

Eu acredito que esse versículo é grande com relação ao nosso papel. É importante entendermos que temos o papel de obedecermos a Deus. O amor é uma questão de reverência. Não posso dar a Ele um amor apenas de lábios. Meu amor é evidenciado pela minha paixão e dedicação. É sobre quem Ele é e o que Ele é na minha vida. E Ele é tudo para mim. O Deus que criou o universo no qual vivemos é o nosso Pai. Jesus morreu por nós por amor para que tivéssemos de volta comunhão com o Pai.

Nosso homem espiritual não tem problema em crer no que Deus diz. O problema é a nossa mente. Precisamos renová-la. Quando estou focada em Deus, minha vida se torna uma vida de reverência, então Deus trará tudo o que eu preciso. Nossa mente é renovada enquanto eu medito e tenho esperança nas suas instruções. Vivo uma vida focada porque tudo o que faço é a respeito de Deus.

Quando leio sobre a palavra foco, leio uma clara definição: Um centro de interesse. Precisamos ter entendimento de quem somos nEle. Eu coloco toda a minha energia para Deus e para suas promessas. Em Mateus 22.36 Deus estava dizendo que o Reino deve ser nosso foco e prioridade completa. Onde você colocar sua energia, é lá que você tem total devoção. Uma versão diz: “Eu quero que vocês sejam viciados em mim”. Toda hora, todo dia, todo o ano Ele é o centro do meu interesse. Nesse versículo, na palavra “buscar”, Ele quer dizer que devemos, não encontrar algo, porque já encontramos, significa “fazer”.

Prioridade é fazer de Deus o seu interesse. Eu acho que servir a Deus é bem divertido. Me divertido muito vendo pessoas entrando no poder, sendo cheias, sendo curadas e andando na plenitude da saúde, sendo libertas. Isso é empolgante e para mim é muito divertido, porque isso é vida e Jesus é vida.

Meu esposo faleceu há 19 anos, e o Senhor nos chamou para uma fundação e eu tive que focar e pôr meu objetivo nessa visão que Ele nos deu.  Devemos estar sempre prontos e fazendo de Deus o nosso maior interesse para andarmos em bondade e poder.

Quando meu esposo, Buddy, partiu para o Senhor eu poderia ter ficado desfocada. Isso leva tempo para você se recuperar e sair disso. Parece que você tinha um itinerário com o outro e sente falta. Mas graças a Deus que Ele nos ama tanto e quando nós puxamos dEle ele nos ajuda. Na manhã seguinte da partida de Bud, eu disse: “Senhor eu preciso de ajuda”. Naquele momento veio uma paz tão grande… Eu segurei aquela paz naquela manhã e nunca mais soltei e até hoje ando sempre em paz. O que você sabe que Deus te deu, segure. Temos o poder da escolha. Tudo o que acontece nas nossas vidas passam pelas nossas escolhas.

Não podemos deixar que outras vozes que não são a influência de Deus tenham lugar. Preciso manter meus olhos fixos nele, e meditando na Palavra é que podemos isso. Enquanto você medita na Palavra, aquele versículo se torna vivo. Nós temos que manter nosso coração e nossa boca focados pela meditação na Palavra, para falarmos não o que a nossa mente quer, mas a Palavra. 

Quantos sabem que Jesus é o nosso exemplo em tudo o que fazemos? A primeira coisa que Jesus fez e devemos fazer é: encare os seus medos e os seus temores.

Em Mateus 6. 36-39 Jesus encara o seu medo. Em II Timóteo 1. 7 Jesus diz sobre um espírito que faz pessoas se sentirem impotentes e era isso que Jesus estava começando a sentir aqui. Isso nos faz darmos lugar a escravidão e ao sofrimento. Diante do medo nós devemos nos lembrar que nós temos o poder de Deus dentro de nós, nos capacitando para não sermos vítimas. Então nós não temos medo, não somos vítimas.

Temos o poder de Deus dentro de nós para fazermos a escolha certa o tempo todo. Viver a Palavra determina se o medo vai nos dominar ou não. Deus me deu o espírito de poder e isso significa que eu sou vitoriosa. Eu tenho a mente Deus, eu tenho a mente moderada e eu posso pensar claramente e fazer decisões corretas de acordo com a verdade da Palavra. Por isso vivo constantemente vitoriosas.

Quando eu era criança, todas as noites nos reuníamos, orávamos com família e íamos para a cama. Eu bem pequenininha quando ia para a cama eu pedia: “Que a minha vontade, seja a tua vontade”. Hoje eu opero nisso, porque eu era consistente. Foi isso que Deus estava fazendo, falando o que estava sentido, mas dizendo que gostaria de cumprir a sua vontade.

A segunda coisa que devemos fazer é: escolher perdoar. Jesus escolheu perdoar seus inimigos e devemos ser rápidas em perdoar.  Um vida focada é uma vida que deixa os tropeços para trás. Temos que abrirmos mão do passado e seguirmos para o futuro. Ele é um Deus que não vive no passado, mas o agora. Não podemos andar no amor sem perdoar. Precisamos nos determinar de fazermos de Deus o centro de nossas vidas. 

Nós devemos nos colocar nas mãos do Pai, como Jesus quando estava para morrer. Ele se entregou a seu Pai porque estava focando no seu futuro. Então, o nosso terceiro passo é focarmos no futuro. Para nos colocarmos nas mãos dEle precisamos estar focados no futuro. Jesus teve uma vida focada. Até na hora na morte permaneceu focado. E por que tudo isso? Para restaurar o homem. Se Jesus é o nosso exemplo, então precisamos nos inspirar nEle. Ele dizia que só falava e fazia o que o Pai mandava. 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA