Deus curte, eu compartilho!

Postado em
0

por Perilo Borba 

Estou lançando meu novo livro “Deus curte, eu compartilho.” Esse livro surgiu depois de  aulas que dou na Escola de Ministros Rhema, na matéria “Comunicação nas igrejas”, e nela buscamos trazer a consciência da nossa responsabilidade, como ministros, nas nossas mídias sociais. Deus curte o que temos compartilhado?

Afinal, somos ministros em todos os lugares e não apenas na igreja. Somos ministros em nossa casa e, também, na internet através de nossas mídias sociais. Esse livro está cheio de exemplos práticos e com uma linguagem simples.

A Bíblia é mais atual do que o jornal de amanhã!

Em João 17, a Bíblia diz que seríamos enviados ao mundo com propósito. Jesus disse não os tire do mundo, mas os livre do mal.

O mundo está cada vez mais conectado, tecnológico, e precisamos saber como nos conduzir como cristãos neste meio virtual. Para cumprir esse “missões para quê?”, que ouvimos, agora a pouco, através de Thiago Garcia.

Paulo exortou Timóteo a pregar a tempo e fora de tempo. Devemos ter cuidado para não apenas ter curtidas e seguidores, mas pregar a Palavra, defendendo a Palavra.

A base da mensagem de hoje está nos capítulos 13 e 14 de NúmerosNesses textos vemos os espias que foram a terra de Canaã. Um deles é Nabi que tinha uma grande expectativa, mas focou na sua realidade apenas.

O que você tem destacado mais nas suas  mídias sociais, suas expectativas ou sua realidade?

Infelizmente, Nabi e outros destacam mais a realidade do que a expectativa, mas Deus nos ensinou o contrário, Deus nos deu o exemplo, quando a terra era sem forma e vazia, mas Ele falou de acordo com a sua expectativa e disse: ” Haja luz!” e houve luz.

Se você só fala do que está tendo é o que vai ter, mas se fala do que quer ter, é o que terá. Cri por isso postei!

Fé não nega a realidade, mas ela não faz publicidade de si.

Ela não propaga essa realidade. Eu incentivo você a propagar coisas boas, as suas expectativas, as promessas de Deus a seu respeito.

Observe que o Facebook lhe pergunta: “No que está pensando?”. Você  não precisa responder isso, nem tudo o que  você sente e pensa deve ser propagado. 

Você acha que Deus curte o que você tem postado?

Outro exemplo é Amiel, que chegou a pensar em escolher outro líder no lugar de Moisés. Outro exemplo é o Twitter que lhe pergunta: “O que está acontecendo?”

Você não precisa responder isso, mas pode responder o que vai acontecer. Você tem uma mensagem diferente. Toda mensagem produz reações e gera influências.

Será que, algumas vezes, não estamos agindo como os espias? Falando das dificuldades, dos problemas, falando mal das autoridades, relembrando de um passado que não merece mais ser lembrado?

Fico pensando, se Moisés tivesse aplicativo de mensagens e pedisse para esses espias apagarem essa mensagem?

Você está disposto a consagrar suas mídias sociais ao Senhor?

Tem gente que fica chateado quando é corrigido. Quem nunca foi corrigido e ficou chateado que atire a primeira pedra. 

Lembre-se de que todas as fotos lhe são lícitas, mas nem todas lhe convém publicar. Mesmo na sua mídia social pessoal, você representa o ministério e pode estar influenciando pessoas sem querer.

Aprendi, ainda na adolescência, que se você foi chamado para o púlpito, você não pode postar tudo. No ministério você não faz apenas o que gosta. A mídia social não é só sua. Está achando ruim? Vai crescer espiritualmente! A reação de uma correção fala muito mais de quem está recebendo do que quem está dando.

A forma como você reage a uma correção fala muito sobre como você está, se você é sábio ou não. 

Seja como Josué e Calebe, que falavam a Palavra, falavam suas expectativas, esses sim eram ministros da fé, que representam bem Deus, na internet. Fale o que vai gerar fé! O que você tem falado?

Vamos fazer a diferença nas mídias sociais. Não use só a mídia. Você é gente, use o social também, mas com sabedoria, poste fotos de sua família, deixe as pessoas se identificarem com você. Não se preocupe apenas com a aparência, Deus não curte aparência. Seja humano, mas glorifique a Deus nas suas postagens.

Lembre-se de que: Deus curte, eu compartilho!

 

*Trechos da mensagem do dia 17 de julho, na Conferência de Ministros on-line 2020.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA