Homens de verdade

Postado em
0
1581

por Perilo Borba

“E tu, dentre todo o povo, procura homens capazes, tementes a Deus, HOMENS DE VERDADE, que odeiem a avareza…” (Êxodo 18.21)

Hoje começa mais uma maravilhosa edição da Conferência de Homens Verbo da Vida. Quando penso em características de homens que agradam a Deus, lembro-me deste conselho dado por Jetro ao seu genro, Moisés, sobre que tipo de homens ele deveria promover para serem os seus auxiliares na liderança do povo.

Homens capazes… Cheios de habilidade, unção, graça, talentos, conhecimentos. Homens que são bons no que fazem, especialistas, dotados de inteligência, aptidão e instrução.

Tementes a Deus… Reverenciam a presença do Senhor, que mantém a boa consciência, andam em santidade, guardam o coração, não aprovam aquilo que Deus reprova, amam o que Ele ama e odeiam o que Ele odeia.

Que odeiam a avareza… Não são apegados aos bens materiais, não são gananciosos, não sufocam a família por causa do trabalho, não querem “tirar vantagem” dos outros, não exploram ninguém, nem ganham dinheiro ilicitamente, mas amam as pessoas e usam as coisas, em vez de usar as pessoas por amor as coisas.

Porém, o que mais me chama a atenção neste conselho, é a expressão traduzida em várias versões como “homens de verdade”… Homens “de palavra”, íntegros, confiáveis, sinceros, constantes, firmes, que honram os compromissos assumidos, que reconhecem e confessam os seus erros, mas que se esforçam para concertá-los, que “têm iniciativa”, não fugindo de nenhuma responsabilidade. Homens corajosos e de credibilidade!

Achei interessante que a expressão que, muitas vezes, ouvi do meu avô: “Aquele é um homem de verdade!”, é bíblica (risos). Ele se referia a alguém que não se acovardava diante das circunstâncias, alguém que quando dizia que faria algo, certamente o faria, que também chegava no horário marcado e pagava todas as contas em dia, assim como não se amedrontava diante de circunstância alguma.

Ser homem não é ser um machista. Longe disso! Ser homem também não é ser rude ou grosseiro. Isso é ser tolo! Nem tampouco ser homem é simplesmente ter nascido macho. Requer um comportamento de homem, precisa-se de um bom caráter e hombridade, é necessário ser fiel a sua palavra, a sua mulher, aos seus filhos, aos seus líderes… É ser protetor, provedor e, acima de tudo, um exemplo a ser seguido.

Certamente, nesta Conferência, seremos exortados por Deus a ter cada vez mais essas características, para que sejamos cristãos melhores, para que sejamos homens que agradam ao Senhor e que possam ser levantados por Ele. Se não puder estar em Campina Grande, acompanhe pelo Portal e assista pelo VerboTV. Certamente, receberemos muito de Deus e seremos, ainda mais, “homens de verdade”.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA