Coração para Servir e Fervor de Espírito – Parte 2

Postado em
0
930

por Perilo Borba

*Trecho da Ministração na Conferência de Ministros Nordeste

Sabemos que Elias jogou o manto dele sobre Eliseu, o manto que vocês que serão licenciados  e ordenados receberão hoje não será tudo. De fato, uma nova fase se inicia, mas Deus tem muito mais que isso.

Deus falou com Elias para ungir a Eliseu, da mesma forma que Deus falou com seu pastor para te ungir, te separar para uma nova fase e continuar te qualificando. Essas qualificações precisam ser mantidas. O ministério requer essas qualificações, requer que você tenha atitudes de honra submissão, abnegação e generosidade, mas também de servir. Hoje, quero falar sobre o coração para servir.

Você tem consciência da responsabilidade, compromisso e dedicação de quem serve? Seja fiel a essa visão, ao teu pastor, supervisor e a esse ministério. Sirva e siga esse ministério, porque é através dele que Deus está fazendo algo na sua vida. Precisamos nutrir a honra submissão e a fidelidade. Servir ao Senhor sempre nos levará à servir pessoas.

Evidenciamos o nosso amor para com DEUS servindo as pessoas. Eu não posso servir a Deus que não vejo se não sirvo as pessoas que vejo.

Deus sempre vai usar pessoas para te promover, respaldar e te dar responsabilidades.

Você precisa ser grato a aqueles que te levantaram.

Por isso também damos, sem cessar, graças a Deus, pois, havendo recebido de nós a palavra da pregação de Deus, a recebestes, não como palavra de homens, mas (segundo é, na verdade), como palavra de Deus, a qual também opera em vós, os que crestes.  (I Tessalonicenses 2:13)

Você tem acolhido as orientações do seu pastor somente como palavra de homem ou como orientação de Deus que nos fará chegar onde Ele quer que cheguemos?

Se tem algo que te livrará da rebeldia é a gratidão.

A quem temos servido de perto para que as nossas deficiências sejam ajustadas? Quem tem nos orientado? A quem temos tido a máxima consideração? A quem temos imitado a fé?

Como Tito fazia com Paulo, a quem temos seguido as pisadas?

Glória a Deus por outros ministérios, mas glória a Deus pelo Ministério Verbo da Vida.

Não é suficiente seguir de perto só o ensino e a doutrina, mas o procedimento, existe um jeito Verbo da Vida de ser e proceder.

É importante ter a consciência de quem nos ensinou, para cultivarmos a honra e a gratidão. De quem você tem recebido? De quem você tem se alimentado?

Qual foi o último livro do irmão Hagin que você leu?

Com quem você está aprendendo?

Qual foi a última vez que você acessou o site e assistiu uma ministração do apóstolo Guto Emery?

Não desperdice essas preciosidades que temos aqui.

Cuidado com a desonra, com o ver isso como algo comum.

Muitos por causa da desonra dizem: “duro é esse discurso”. E muitos pela desonra não se comprometem.

Jesus foi bem claro quando disse: “vocês também não vão embora?”

E Pedro respondeu “pra quem?” O compromisso de Pedro era com a pessoa não era com o lugar.

Se você confiar e passar a conhecer não sairá para outro lugar.

Eu não preciso estar dizendo o que todo mundo está dizendo, posso falar diferente de todo mundo.

Se alguém perguntar sobre o apóstolo Bud, o que você vai dizer? O que você tem dito sobre esse ministério pode afetar a sua vida. 

“Servi ao Senhor com alegria; e entrai diante dele com canto.” (Salmos 100.2)

Quando você desenvolve o coração de servo não espera de homens. Você faz para homens, mas não espera deles. As portas que homens abrem eles podem fechar, mas portas que Deus abre não tem quem feche.

Talvez seu serviço não seja braçal. Seja oração e palavra, se reunir, liderar, tudo isso é serviço.  Todos os dias me levanto procurando saber o que preciso orar e isso é serviço. Assim como estudar a palavra, me esmerar nos estudos, fazer o meu melhor para os membros, todas essas coisas são serviço.  Ter uma vida com propósito também é serviço.

O resultado desses serviços é a palavra sendo espalhada por toda parte, o número de discípulos se multiplicando. Mas como de fato vamos fazer isso acontecer? Servindo, porque ministério é trabalho. Precisamos que estar dispostos a fazer o que Deus manda e isso, às vezes, nos fará abrir mão da nossa vontade para fazer o que nem sempre gostamos, mas precisamos fazer.

Muitas vezes, vemos a glória que o ministério proporciona, mas existe um preço que é pago antes, existe um cálice que é preciso beber antes. Se você se submete e não faz a sua vontade mas a Dele, as coisas acontecem.

“Bem como o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir, e para dar a sua vida em resgate de muitos.” (Mateus 20.28)

Devemos nutrir uma atitude de servir e não de ser servido. Não se pergunte o que esse ministério pode fazer por você, mas o que você pode fazer por esse ministério.

Precisamos ter cuidado para não estar sentados à mesa apenas sendo servido e dizendo está frio, esquenta mais isso.

Certa vez li uma frase que gostei: “A tua submissão te levará aonde a tua ambição jamais poderá te levar.”

Servir sempre vai te trazer recompensa. Qual é a atitude que estamos fazendo as coisas… Tudo depende da nossa atitude, muitos querem a primazia e o status, quando o que devemos buscar é servir, amar e marcar a vida das pessoas como Jesus nos ensinou. Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes.

Não estamos competindo. Não se trata de quem está chegando primeiro, porque de fato, vamos chegar junto.

Quando Deus quer te honrar, ninguém pode impedir, Ele pode deixar até mesmo teu pastor sem dormir, Ele sabe como e quando fazer. 

Você não precisa se vangloriar, só precisa servir. Não busque os primeiros lugares, deixe que te achem. 

Muito mais vale a atitude do coração do que aquilo que você faz na frente das pessoas. Sacrifício sem obediência não vale de nada. Melhor é obedecer, mesmo que ninguém veja. Mesmo que suas atitudes não saiam no portal de notícias do verbo da vida, nem tenham compartilhamentos na internet, mesmo que ninguém veja, mas Deus sabe e dEle vem a recompensa. É dele que vem seu galardão.

Bem aventurado aquele que o Senhor louva e não aquele SE louva.

Quando falo de ser promovido não falo de ser visto, mas de receber a unção dobrada.

Quando você serve, as pessoas veem o resultado do milagre, mas você experimenta do milagre e isso te deixa mais intrépido e fervoroso.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA