Murmuração

Postado em
1

Recentemente, acordei com a palavra murmuração na minha cabeça. Logo, lembrei-me do povo de Israel, porque eles foram pessoas que depois de ter experimentado tantas coisas maravilhosas feitas pelo Senhor para poder libertá-los do Egito, ainda guardava insatisfação e murmuração no coração.

Deus falou a Moisés que toda a geração que tivesse mais de 20 anos, nenhum chegaria a terra prometida. Inclusive, o próprio Moisés. O que gerou isso? Será que foi o coração duro de Deus? Não. Foi o coração murmurador daquele povo.

Devemos ter cuidado com a murmuração, porque essa atitude produz coisas negativas em nossa vida. Comecei a pensar em alguns personagens que a Bíblia relata e em como eles se comportavam nas diferentes situações que surgiram para si. Pessoas que passaram por situações adversas ao extremo, mas ficavam firmes por causa de uma promessa que Deus havia feito.

José é um exemplo de alguém que nasceu para ser cabeça e não escravo. Ele era um dos doze filhos de Jacó e sabemos que o mesmo foi vendido pelos irmãos como escravo, depois de ter tido um sonho dado por Deus no qual transmitia a mensagem de que José havia nascido para reinar. De fato, ele seria uma autoridade, como governador.

Mas, José não estava ainda naquela posição e condição daquilo que Deus havia lhe mostrado, ele acabou se tornando escravo. Eu acredito que, se isso ocorresse comigo, talvez eu murmurasse, dizendo: “Senhor, mas você me deu um sonho que dizia que eu seria uma autoridade e agora eu sou um escravo!?…”

Ele acabou indo morar na casa de Potifar, mas ainda como escravo. Nesse período, ele até alcançou um nível de autoridade. Mas até que chegasse a posição que Deus tinha preparado para ele, demorou um tempo. Passaram-se anos, mas  José chegou ao lugar no qual Deus disse que ele chegaria. Mas, por que foi que ele chegou? Se atentarmos para a história de José, relatada no capítulo 37 de Gênesis, perceberemos que em nenhuma passagem iremos ver palavras de murmuração saindo da boca de José.

Ao contrário, em muitas das passagens podemos encontrar a expressão: “Deus era com José”. Se Deus era com ele, é porque o seu coração estava certo diante de Deus. José não permitia que pensamentos impróprios acerca daquilo que Deus tinha para ele viessem.

O que é que Deus tem prometido para nós? Uma vida de vitória, de mais do que vencedor. Mas, obviamente, precisamos cumprir a nossa parte. Se eu tenho promessas de Deus, por que tenho que me abater diante das circunstâncias que surgirem em minha vida?

Quem já passou por uma situação difícil? Seja na área família, casamento, com pai, mãe, irmão, colega de trabalho, na área financeira, saúde? Acredito que todos já passaram. Eu também já passei, mas isso não é o fim da história. Se Deus nos deu uma promessa, nós já sabemos o final da história: vitória!

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA