Problemas ou possibilidades?

Postado em
3

Precisamos alinhar a nossa visão e o nosso coração de acordo com a Palavra de Deus, para que nos apeguemos mais e mais a essa Palavra e, assim, possamos entender quem somos, o que temos e para onde vamos.

Problemas ou possibilidades? Como nós vemos e encaramos as coisas?

Estamos vivendo dias em que as pessoas estão passando por momentos muito difíceis, porque elas perderam o referencial de quem são. Muitas delas estão indo para os psicólogos, psiquiatras, estão buscando entender quem são, e essa realidade tem chegado à igreja.

Muitas vezes, não entendemos quem somos, o que temos e nem o que podemos e, às vezes, ficamos tímidos diante das coisas do Senhor, daquilo que Ele tem para a nossa vida. Mas, eu tenho boas noticias para você hoje: Deus tem uma visão GRANDE para nós. Deus acredita em nós. Deus tem confiança naquilo que Ele tem entregado em suas mãos.

Em Mateus 8 vemos quando Jesus estava com os discípulos e o versículo 23 diz assim: “Então, entrando ele no barco seus discípulos o seguiram e eis que sobreveio no mar uma grande tempestade. De sorte que o barco era varrido pelas ondas. Entretanto, Jesus dormia.”

Uma tempestade estava acontecendo e Jesus dormia. Talvez apenas eu passei por momentos de tempestades. É assim? Claro que não. Em momentos assim, nós ficamos atribulados, ficamos sem saber o que fazer, mas sabe por que Jesus dormia? Porque Ele sabia o Pai que tinha e o Deus que tinha. Ele sabia a palavra que ele tinha.

Quando confiamos, descansamos.

Já viajei com pessoas que dirigem bem e outras que não dirigem tão bem. Lembro-me de uma vez ter viajado com um irmão que não tinha experiência em dirigir na estrada e nós pegamos a Rio – Bahia. Muitos caminhões transitando e ele disse: “me deixe dirigir”. Eu já estava dirigindo há umas 18 horas e eu o deixei dirigir. Eu tomei uma posição em minha vida. Tudo aquilo que eu não posso resolver, entrego nas mãos do Senhor e descanso. Eu entreguei o carro para ele e fui dormir. Eu disse: “Senhor, obrigado por seus anjos estão me guardando”, e fui dormir.  Quando chegamos de volta a Recife ele falou com as pessoas sobre esse fato. E sabe por que eu fui dormir? Porque não adianta nada eu ficar acordado.

Oramos, falamos com o Senhor e cremos que íamos chegar em Recife bem e quando oramos e cremos no que a Palavra diz nós descansamos e dormimos.

Jesus estava dormindo no barco, mas os discípulos vieram acordá-lo chamando-o. “Senhor, salva-nos, pois perecemos!” perguntou-lhe então Jesus: Por que sois tão tímidos, homens de pequena fé? E levantando-se repreendeu os ventos e o mar e fez-se grande bonança. E maravilhavam-se os homens dizendo: Quem é este que até o vento e o mar lhe obedecesse.

Nós estamos ouvindo essa Palavra da Fé. Acredito que muitos que lêem esse texto já fizeram o Rhema, ou seja, ouviram a Palavra durante dois anos, com ensinos canalizados para você, com matérias especificas falando sobre aéreas especificas da sua vida. Essa palavra nos uma possibilidade, ou ela nos permite de todas as vezes que nós temos uma circunstância a nossa frente que quer nos barrar, que possamos encarar aquilo não como um problema, que vai travar você, mas como uma possibilidade de ver Deus agindo, de ver a Palavra funcionando, de ver as coisas acontecendo.

Eu creio que quando Jesus estava no barco ele desejou passar essa mensagem aos discípulos, ele na verdade os ensinou na prática essa lição.

Quantas vezes nós ficamos tímidos diante das coisas que se levantam contra nós. Estamos diante de um problema, mas somos movidos pelo que as pessoas estão dizendo, ou pelo que a nossa cabeça nos diz, e deixamos os nossos sentimentos nos mover, mas não consideramos a possibilidade de vencer o desafio de ver a palavra de Deus funcionando. E muitas vezes, dizemos: “Não tem mais jeito”.

Mas, eu te digo: Deus está nos ensinando a cada dia a encararmos cada desafio como uma possibilidade de vermos Deus operando, de vermos a palavra funcionando. Mas para que você aja dessa forma você precisa confiar em Deus.

3 COMENTÁRIOS

  1. Sempre admirei a forma e a simplicidade com que este homem de Deus fala com tanta propriedade sobre as escrituras. Que O Senhor continue o abençoando mais e mais, sempre.

DEIXE UMA RESPOSTA