Oração em línguas

Postado em
2

FORMATOS BLOGS

por Armando Sena
por Armando Sena

Creio que vivemos em um tempo no qual uma vida de oração é fundamental para alcançarmos nossos objetivos em Deus. Na carta de Judas, encontramos uma declaração sobre a importância da oração em línguas, nos ajudando na edificação (construção) de nossa vida:

“Edifiquem- se, porém, amados, na santíssima fé que vocês têm, orando no Espírito Santo. Mantenham- se no amor de Deus, enquanto esperam que a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo os leve para a vida eterna” (Judas 20)

Gostaria de destacar pelo menos três áreas importantes em que a oração em outras línguas pode nos ajudar, fortalecendo o nosso homem interior, a fim de que possamos andar livres de todo o peso e pecado que nos tornam lentos e comprometem, assim, a nossa carreira.

1 – A oração em línguas nos ajuda na adoração a Deus

“Deus é Espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade” (João 4.24)

Quando oramos em outras línguas, aprendemos a ficar quietos “por dentro”. A primeira atitude que desenvolvemos é uma vida de adoração pessoal, pois toda atitude egoísta é substituída por gratidão, reconhecimento e adoração a Jesus, pois aprendemos a confiar nEle e entramos no descanso da fé.

2 – A oração em línguas nos ajuda em momentos de decisões

“Também o Espírito, semelhantemente, nos assiste em nossa fraqueza; porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós sobremaneira, com gemidos inexprimíveis. E aquele que sonda os corações sabe qual é a mente do Espírito, porque segundo a vontade de Deus é que ele intercede pelos santos” (Romanos 8.26-27)

É muito importante mantermos uma vida de oração em línguas pois precisaremos estar sensíveis as orientações do nosso espírito, a fim de seguirmos o plano de Deus . Ele deseja falar conosco e é importante sintonizarmos o nosso coração nas ondas do Espírito.

3 – A oração em outras línguas coopera na edificação da nossa fé

“O que fala em outra língua a si mesmo se edifica, mas o que profetiza edifica a igreja” (I  Coríntios 14.4)

Smith Wigglesworth dizia : “Seu homem interior deve ser mais forte do que a unção que você tem no púlpito quando você está pregando”.

Esta afirmação já fala por si só! Nossa vida de fé diária deve ser forte, intensa e cheia com a consciência da presença de Deus em nós.

Creio que a oração em línguas é, sem dúvidas, uma ferramenta que devemos utilizar todos os dias e desfrutarmos dos seus benefícios.

Glória a Deus pelo privilégio de nos comunicarmos diretamente com Deus por meio dessa oração maravilhosa.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA