Má influência

Postado em
0

 

por Sâmia Rocha

Você já ouviu falar da teia da má influência?

Ela é sorrateira, discreta, pegajosa e na maioria das vezes imperceptível!

Quando fiz o registro dessa foto só me apercebi que havia uma teia de aranha por causa do orvalho que havia nela! A teia pode se apresentar de várias formas: associações, sentimentos, palavras, vitimismo e por aí vai!

Geralmente, a presa não percebe que caiu na teia até que ela vê que a vida dela não está indo a lugar nenhum. Por mais que ela ande não sai do lugar, sente que alguma coisa não está bem, mas nem passa pela sua cabeça que seja por causa de coisas, pessoas ou lugares a que ela se expõe, se abre!

Coisas ou pessoas que causam dependência ou a dependência delas a você são teias, porque Deus não nos chamou para sermos dependentes emocionais, físicos ou até mesmo espirituais de ninguém a não ser d’Ele mesmo!!

Por outro lado, quando estamos debaixo da influência certa, por mais que seja desconfortável para nós, ela sempre irá promover crescimento, aperfeiçoamento e ajustes!

Cuidado ao quê ou a quem você se associa! Isso pode levá-lo a se tornar uma presa sem que perceba! E quando você perceber pode ser que seja tarde demais ou que já tenha causado muitos danos! Mas assim como percebi a teia pelo orvalho, você só vai perceber “essas teias” se você estiver cheio da Palavra e do Espírito, porque eles revelarão aquilo que está por trás das aparências!

“Não vos enganeis: as MÁS CONVERSAÇÕES CORROMPEM (estragar, infetar, perverter, desviar) os bons costumes”. COLOSSENSES 2.8: “CUIDADO que ninguém vos venha a ENREDAR (prender na rede, fazer mexericos, emaranhar-se) com sua filosofia e vãs SUTILEZAS (engano/falsidade)…” (I Coríntios 15.33).

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA