Você ama a Verdade ou a rejeita?

Postado em
2

por Sâmia Rocha

Estamos vivendo uma era bastante complicada. Uma época, na qual, a verdade é abolida, rejeitada, ofensiva… Mas, nada disso começou da noite para o dia. Tudo tem início em posicionamentos de pessoas que se abstiveram de falar a verdade em troca de um acesso, favor, influência e abertura.

Dia após dia, posicionamentos assim, levantaram uma geração fraca (graças a Deus não são todos), sem estrutura emocional e de caráter, em que o desejo de crescer nesses itens é substituído pelo “conhecimento” que não liberta, apenas incha, porque muitas vezes, o que é falado é um discurso de palavras convenientes para agradar à plateia ou ao único ouvinte, dependendo da ação ou influência do “palestrante”.

Infelizmente, posicionamentos assim por parte de quem deveria ser um instrutor e mensageiro da luz criou um público “light”. Com quase 30 anos de ministério me admira ver cristãos que não querem crescer, antes querem a “benção” mais do que o aperfeiçoamento da sua própria vida. A Palavra que você gosta de ouvir não lhe muda, apenas reforça o que você já sabe e tem. Mas, a Palavra que lhe confronta, que lhe deixa desconfortável, que lhe cutuca, é aquela que lhe alarga, lhe ajusta, alinha, estica para que você se conforme com o caráter de Cristo e a visão que Ele tem para a sua vida.

Estamos nos deparando com um monte de latas vazias com rótulos lindos, mas totalmente desprovidas de poder, consistência e conteúdo! Talvez, você ache que estou sendo radical, ofensiva ou grossa, mas o que falo, apenas relata algo que a Palavra de Deus já falava sobre um tempo como esse. Vamos ver alguns dessas passagens:

“Conjuro-te, perante Deus e Cristo Jesus, que há de julgar vivos e mortos, pela sua manifestação e pelo seu reino: prega a palavra, insta, quer seja oportuno, quer não, CORRIGE, REPREENDE, EXORTA com toda a longanimidade e doutrina. Pois haverá tempo em que NÃO SUPORTARÃO a sã doutrina; pelo contrário, cercar-se-ão de mestres segundo as SUAS PRÓPRIAS COBIÇAS, como que sentindo coceira nos ouvidos; e se RECUSARÃO A DAR OUVIDOS À VERDADE, entregando-se às fábulas”
(II Timóteo 4.1-4)

Sabe, porém, isto: nos últimos dias, sobrevirão tempos difíceis, pois os homens serão egoístas, avarentos, jactanciosos, arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais, INGRATOS, IRREVERENTES, DESAFEIÇOADOS, implacáveis, CALUNIADORES, sem domínio de si, cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, ENFATUADOS (cheios de si, presunçoso), MAIS AMIGOS DOS PRAZERES QUE AMIGOS DE DEUS, tendo forma de piedade, negando-lhe, entretanto, o poder. FOGE TAMBÉM DESTES”
(II Timóteo 3.1-5)

Quer saber o grande detalhe dessas passagens? Em nenhuma delas Paulo estava falando sobre o mundo, mas sobre crentes que assumiriam essa postura. Dentre tantas coisas que Paulo fala nesse texto, gostaria apenas de salientar que quando é mencionado “Amigos dos Prazeres”, geralmente temos uma tendência a achar que se aplica apenas a coisas de âmbito sexual; mas não! Prazeres aqui é tudo aquilo que você coloca à frente da vontade de Deus para a SUA vida, que abstém você de um esforço para se enquadrar no padrão divino.

A Bíblia também diz Onde está o vosso tesouro, aí estará o seu coração!”. A leveza (ou leviandade) que tem nos cercado nesses dias é uma das maiores causas de vivenciarmos crentes inventando “moda”, mudando de Igreja, desistindo de chamado, caluniando pessoas, desistindo do caminho de aperfeiçoamento por um caminho de prazeres que agrada a si mesmo, tendo como base as vontades de uma alma insubmissa ao processo de renovação!

Vemos na Palavra que uma das definições para a Glória é PESO, ou seja, nada do que é “leve, leviano”, manifestará a glória do Senhor nas nossas vidas! Voltemos ao princípio de todas as coisas. Não permita que o seu coração seja endurecido ao ponto de você rejeitar a verdade que ajustará você a vontade de Deus. Pense sobre isso! Faça uma análise de si mesmo e entre nesse novo ano determinado a abraçar a vontade de Deus, custe o que custar!!

FELIZ NATAL E UM 2019 CHEIO DO PESO DA GLÓRIA DO SENHOR!

2 COMENTÁRIOS

  1. Exatamente o que meditava há bastante tempo já, e mais nestes últimos dias, que tive a reler essas passagens tbm; Amo a verdade, e detesto a mentira.
    Felizes festas e mais que abençoado 2019!

DEIXE UMA RESPOSTA