Dicas para ministros itinerantes 5

Postado em
0

blog_dentro_shirla

Bem, estamos chegando à reta final desta série de postagens “Dicas para ministros itinerantes”. As dicas que foram dadas desde a primeira postagem, não tem a intenção de formar uma regra, mas apenas ajudá-lo a se tornar um ministro itinerante ainda mais efetivo para o Reino de Deus e para as pessoas de uma cultura diferente da sua.

Nesta última postagem, gostaria de falar de alguns pontos que são também importantes.

DIFERENÇAS DOUTRINÁRIAS

Caso haja um convite para você pregar em uma igreja que não tem a mesma visão doutrinária que a sua, procure pregar sobre temas comuns (obviamente seguindo e obedecendo a direção do Espírito Santo em primeiro lugar). Há muitos outros pontos em que podemos concordar doutrinariamente com outras igrejas e outros ministérios. Quando for perguntado sobre a sua doutrina, sobre o seu posicionamento, ou sobre aquilo que você crê, defenda-a com amor e zelo, mas é possível fazer isto sem humilhar e confrontar as pessoas.

Ganhe a confiança da liderança para ser convidado novamente, podendo assim influenciá-los e afetá-los aos poucos com a Palavra da Fé. É possível fazer isto sem comprometer aquilo que você crê.

Respeite e honre os homens e mulheres de Deus de outros ministérios. Eles pagaram um preço de obediência ao Senhor e merecem o nosso respeito e admiração por tudo que já fizeram para contribuir para a obra no Corpo de Cristo. Honre os anos de ministério de pastores e ministros mais experientes, mesmo quando estes não têm “tanto conhecimento” quanto você.

PERÍODO DE HOSPEDAGEM

Outra coisa interessante é não ficar hospedado na casa de alguém além do tempo necessário. Utilize o tempo estabelecido para fazer o seu trabalho que é ministrar a Palavra e estabelecer conexões divinas além de estreitar laços já criados.

Apesar de famílias nos abrirem a porta com hospitalidade, a boa ética nos ensina a não ir além do tempo combinado previamente, evitando com isto constrangimentos desnecessários. Isto nos dará segurança para agirmos e sermos usados por Deus durante o período da estadia. Lembre-se: é importante que as pessoas ouçam a Palavra de Deus que está em você, por isso a sua conduta e o seu caráter precisam estar intactos.

“MELHOR é a boa fama do que o melhor ungüento, e o dia da morte do que o dia do nascimento de alguém”. (Eclesiastes 7.1) 

Este texto bíblico acima nos diz quão bom é ter uma boa reputação! É até melhor do que ter a unção!

A unção pode até abrir portas para você, mas será o seu caráter que manterá as portas abertas.

Portanto seja sábio e aproveite cada oportunidade para construir uma boa imagem a seu respeito usando a ética. Você verá que, com o passar do tempo, se tornará um referencial para outros.

ALIMENTAÇÃO

O que você come enquanto viaja é essencial. Há algumas comidas que podem atrapalhar o bom funcionamento do seu organismo se não tiver o cuidado adequado. E confie em mim, passar mal fora de casa é uma experiência horrível!

Quando você estiver nos aeroportos procure comer coisas que vão ajudar o seu corpo durante o período da viagem. Não coma algo pesado (como feijoada) se você tem muitas horas de voo pela frente. O seguro é sempre comer algo que não causará problemas estomacais enquanto estiver no ar. Procure evitar salsichas, ovos que são fontes de fácil contaminação. Evite também saladas ou verduras cruas, o risco de uma contaminação através de um alimento mal lavado sem saber qual a sua procedência é ainda maior.

Alimentos preparados com maionese também têm um alto risco, porque a maionese é sensível à temperatura e de fácil contaminação. Durante uma viagem longa, o seu corpo físico passa por um processo diferente pelo fato de ter que ficar sentado por muitas horas além do normal. Comer algo mais leve ajudará o seu estômago a desenvolver uma boa digestão. Barras de cereal e barras de proteína não funcionam para substituir uma refeição, mas servem apenas como um auxílio nessas horas de correria. Elas podem ajudar você a manter o nível de energia enquanto você precisa.

O QUE COMER ANTES DE MINISTRAR

Obviamente não sou nenhuma especialista nesta área de alimentação, mas posso oferecer algumas dicas que me ajudam quando estou me preparando para ministrar a Palavra.

É aconselhável não comer nada muito pesado antes de ministrar, pois isto poderá afetar o seu bom desempenho.  Coma algo leve. Se for jantar antes, faça-o pelo menos 2 horas antes da sua ministração para que haja tempo suficiente para uma boa digestão.

LÍNGUA ESTRANGEIRA 

É importante procurar conhecer pelo menos algumas expressões simples da língua estrangeira do lugar que você está visitando. Isto poderá ajudá-lo na chegada, como também terá a simpatia do povo quando percebem o seu esforço ao tentar falar a língua local.

Se estiver indo para passar mais tempo do que apenas uma visita, aconselho a se dedicar estudando a língua, pois este será o seu meio de comunicação. Procure um curso de idioma que vai ajudá-lo e lembre-se que a graça de Deus o capacita. A graça de Deus o ajudará a aprender a falar uma língua estrangeira. 

O desejo do meu coração é que você seja bem sucedido nas viagens que fizer e que seja uma benção para as nações do mundo!

Nas próximas postagens: Novos temas, novos assuntos. Espero você!

Leia “Discas para ministros itinerantes 4”.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA