Uma conversa franca

Postado em
8

Creio que Deus está levantando pessoas ousadas nestes últimos dias para cumprir o Seu plano sobre a terra. A cada dia que passa, vemos novos ministros serem levantados e indicados para a obra do ministério.

Verdadeiramente, nós devemos nos alegrar com cada pessoa assumindo o seu lugar no Corpo de Cristo. Paulo nos exorta a reconhecermos e a honrarmos uns aos outros, em I Coríntios 12.20-27. No versículo 26, está escrito: “De maneira que, se um membro padece, todos os membros padecem com ele; e, se um membro é honrado, todos os membros se regozijam com ele”.

Paulo também diz, em Romanos 12.5, que nós somos um só Corpo e somos membros uns dos outros. Neste mesmo capítulo, no versículo 3, ele nos diz que devemos pensar de nós mesmos com humildade. Ele nos ensina algo muito importante para o qual devemos atentar cuidadosamente.

Eu traduzi este mesmo versículo da Bíblia Amplificada (uma versão que ainda não temos disponível em português) para termos uma ideia melhor do que Paulo estava querendo dizer:

“Pela graça (favor imerecido de Deus) dada a mim eu alerto a cada um de vós para que não estime, ou pense de si mesmo mais alto do que deve, não tenha uma opinião exagerada sobre sua própria importância, mas classifique sua habilidade com julgamento sóbrio, cada um de acordo com o nível de fé proporcionado por Deus” (Romanos 12.3 – Versão Amplificada)

Paulo, inicialmente, neste capítulo, nos recomenda a não nos conformarmos com este mundo, mas nos transformarmos através da renovação da nossa mente para experimentarmos a boa, a agradável e a perfeita vontade de Deus. Se quisermos experimentar a vontade de Deus, precisamos parar de pensar como o mundo pensa, pois o mundo pensa de forma errada. O princípio do mundo é contaminado. O mundo diz que, para ser importante e chegar a uma posição de poder, você precisa competir e se projetar para que os outros lhe vejam. Mas, Deus diz: “Pare de pensar assim!”.

Depois de Paulo nos advertir sobre termos uma opinião sóbria de nós mesmos, nos versículos a seguir, ele nos traz a consciência de que somos um corpo. Ele fala da importância de cada um fluir naquilo em que foi chamado, reconhecendo o valor que cada um tem para o bom funcionamento do Corpo.

Como jovens ministros que Deus tem levantado para esta geração, cumpriremos o plano de Deus, mas não podemos nos esquecer de cumprir o nosso propósito com humildade. Paulo claramente aconselha a cada membro do Corpo de Cristo a não ter uma opinião exagerada de si mesmo. Em outras palavras, Paulo queria dizer: seja humilde, reconheça a sua habilidade dada por Deus sobriamente.

Como ministros ungidos, nós precisamos entender esta realidade e não nos projetar com arrogância para outros ministros ou até mesmo para membros da Igreja.

Devemos reconhecer que o dom e a graça nos quais fluímos só operam por causa do Corpo. Se não fosse pelo povo de Deus, este dom e esta graça que você usufrui não estariam presentes. O dom e a graça de Deus não foram dados para ninguém se ensoberbecer, mas sim para alcançar todo o Corpo de Cristo.

Você já percebeu que esta graça que Deus compartilhou com você só entra em total operação na assembleia dos santos? Ou seja, a maior parte dos dons que Deus nos deu só se manifesta para a edificação de outros e não para nós mesmos. Esta é uma indicação de que o dom não foi dado para o nosso próprio benefício, mas para o benefício dos outros.

Você só terá a atenção das pessoas que cativou. O fato de você ser ungido não é suficiente, porque as pessoas podem receber de você, ou não, e isso depende também da sua atitude.

Com a experiência que Deus tem me proporcionado através de tantas viagens ministrando a Palavra dentro do Brasil e no exterior, tenho percebido que este mal, a falta de humildade, tem se infiltrado em todos os seguimentos da Igreja.

É surpreendente, às vezes, ver pessoas ungidas que não tem a revelação de que elas só são o que são porque a graça e o dom de Deus as alcançaram com um único objetivo: edificar o Corpo de Cristo.

Em Efésios 4.11-16, nós vemos que o dom foi dado para edificarmos o Corpo de Cristo e não para humilharmos aqueles que, às vezes, não tem “tanta revelação” como nós temos.

Reconhecer o nosso próximo como alguém importante é Bíblico. Nós não podemos nos perder ao longo do caminho com este sentimento que sutilmente pode influenciar nossas atitudes, tentando nos roubar do melhor de Deus. Isto não apenas acontece com ministros que estão começando sua caminhada em Deus, mas, infelizmente, também acontece com ministros que já estão nesta jornada de ministério por mais tempo. Portanto, devemos todos tomar cuidado em não desconsiderar aquilo que Paulo escreveu sobre isso.

Todos os grandes homens e mulheres de Deus em quem muitos de nós nos espelhamos tem esta marca: humildade.

A humildade foi uma marca constante na vida de Jesus. Ele é o nosso maior exemplo. Leia Filipenses 2:.1-16. Aliás, Ele só veio ao mundo para nos salvar porque nos amou muito e porque foi humilde o suficiente para se despojar de toda a sua divindade.

Nada façais por contenda ou por vanglória, mas por humildade; cada um considere os outros superiores a si mesmo. Não atente cada um para o que é propriamente seu, mas cada qual também para o que é dos outros. De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus” (Filipenses 2.3-5)

Portanto, meus queridos, se quisermos avançar e cumprir todo o nosso chamado em Deus, precisamos assumir este sentimento que houve em Jesus, a humildade. A humildade não é uma fraqueza. Ela é uma grande virtude que nos impulsiona para o melhor de Deus.

“Deus abate o soberbo, mas dá graça ao humilde” (Tiago 4.6)

Continuemos, portanto, a crescer em Sua graça e poder com humildade para realmente experimentarmos a boa, a agradável e a perfeita vontade de Deus em todas as áreas da nossa vida, e não ficarmos à beira do caminho nesta jornada maravilhosa.

Que honra sermos chamados para a obra do ministério! Que privilégio é saber que aprouve a Deus nos chamar e nos equipar para esta grande missão!

Toda a capacitação vem d’Ele. E a Ele damos toda a honra e toda a glória!

“Porque dEle e por Ele, e para Ele, são todas as coisas; glória, pois, a Ele eternamente. Amém” (Romanos 11.36)

Um abraço a todos e até breve!

8 COMENTÁRIOS

  1. Que diminua eu para que tu cresças Senhor!!! Somos uma família a família de Deus….palavra de exortação e sempre bom para que a soberba e a falta de humildade entre os ministérios que estão a frente nao venha prejudicar o corpo de Cristo, todos nos ocupamos um lugar no reino, por isso devemos honrar e respeitar nossos irmãos…

  2. Maravilhosa essa palavra, Ela nos faz reconhecer que a unidade do corpo traz grandes resultados e que só assim é que milagres extraordinários vão acontece como foi no início da igreja primitiva.
    Pr. Joedson Rodrigues

  3. Shirla sei que o Senhor tem te levantado, para estar em muitos lugares e nações, com uma palavra viva e eficaz, que por onde você vai, vidas são transformadas, no poder de Deus, e se não bastasse o importante ministério confiado a você, o Senhor te usa, com doces palavras de exortação, motivação, para esta geração que se levanta no mover do Espirito, sendo enviados como um dia você foi e obedeceu, para apregoar uma palavra de fé. Este cuidado e temor para que todos permaneçam irrepreensível diante do Pai, correndo uma boa carreira, teria que vir de alguém tão cheia do Espirito e em experiência como você. Você é a expressão do próprio amor e zelo de Deus, que bom te-la conosco nesta geração, indicando em todo tempo o foco.

  4. É importante sondarmos o nosso coração e avaliarmos as nossas atitudes, sempre tendo em mente a nossa total dependência na Graça, que no capacita e nos habilita para abençoarmos o corpo de Cristo. O apostolo Paulo sabia como ninguém isso, pela graça de Deus sou o que sou,e a sua graça para comigo não foi em vão.

  5. As palavras verdadeiras e justas que estão presentes nesse texto é uma das demonstrações de cuidado e amor mais linda de Deus para conosco , pois é exatamente a falta de humildade que encontramos em muitos ministros. Me alegrou bastante essa conversa franca sobre o verdadeiro papel que temos como representantes do reino de Deus. Não tenho dúvidas que essas palavras foram inspiradas pelo Espírito Santo para que muitos atentassem à importância de serem humildes, pois somos embaixadores de Cristo e como foi comentado no texto,”A humildade foi uma marca constante na vida de Jesus. Ele é o nosso maior exemplo. Leia Filipenses 2:.1-16. Aliás, Ele só veio ao mundo para nos salvar porque nos amou muito e porque foi humilde o suficiente para se despojar de toda a sua divindade.”
    Eu agardeço a Deus por ter embaixadores de Cristo como você que atentam a voz do Senhor e nos adverte para continuarmos a carreira da fé com amor de CRisto.

DEIXE UMA RESPOSTA