Princípios do crescimento

Postado em
0
1357

por Edilson de Lira 

*Trechos da ministração na Conferência de Líderes em Campina Grande-PB em 2017.

“Os que aceitaram a mensagem foram batizados, e naquele dia houve um acréscimo de cerca de três mil pessoas”. (Atos 2.41)

Lendo o texto observamos que se tem uma numeração, é porque existiu contagem.

“louvando a Deus e tendo a simpatia de todo o povo. E o Senhor lhes acrescentava diariamente os que iam sendo salvos”. (Atos 2.47)

Todos os dias haviam membros novos naquela igreja, e por que na nossa tem que ser diferente?

“Em número cada vez maior, homens e mulheres criam no Senhor e lhes eram acrescentados, de modo que o povo também levava os doentes às ruas e os colocava em camas e macas, para que pelo menos a sombra de Pedro se projetasse sobre alguns, enquanto ele passava”. (Atos 5.14‭-‬15)

“Naqueles dias, crescendo o número de discípulos, os judeus de fala grega entre eles queixaram-se dos judeus de fala hebraica , porque suas viúvas estavam sendo esquecidas na distribuição diária de alimento”. (Atos 6.1)

“Ouvindo isso, eles louvaram a Deus e disseram a Paulo: “Veja, irmão, quantos milhares de judeus creram, e todos eles são zelosos da lei”. (Atos 21.20)

Quantidade não compete com a qualidade.

Quatro princípios do crescimento:

1. Princípio do Alinhamento

Do que adianta ter um departamento que brilha, se esse brilho “danifica” o crescimento de outros departamentos. Um líder maduro sabe crescer com a consciência do todo. Do que adianta ter um rosto lindo, se temos um todo danificado? Um bom músico sabe a hora de parar de tocar para que os outros instrumentos possam brilhar.

João Batista soube a hora de sair dos bastidores, mas também foi maduro o suficiente para entrar de novo. O foco de uma liderança está em facilitar a jornada dos outros. O seu trabalho como líder é fazer com que o seu teto seja o piso da próxima geração.

A tarefa do líder é preparar a sua sucessão. Sucesso sem sucessor é fracasso. O trabalho da liderança é facilitar o caminho para a próxima geração. O Deus que mostra a sujeira, é o Deus que mostra a vassoura.

Se Deus te mostra um problema, é porque você é parte da solução. O seu departamento está se encaixando com o que o pastor esperava para o departamento geral?

“Onde não há revelação divina, o povo se desvia; mas como é feliz quem obedece à lei!” (Provérbios 29.18)

2. Princípio do Recrutamento

“Certo dia, Jônatas, filho de Saul, disse ao seu jovem escudeiro: “Vamos ao destacamento filisteu, do outro lado”. Ele, porém, não contou isso a seu pai.  E Jônatas disse a seu escudeiro: “Vamos ao destacamento daqueles incircuncisos. Talvez o Senhor aja em nosso favor, pois nada pode impedir o Senhor de salvar, seja com muitos seja com poucos”.  Disse o seu escudeiro: “Faze tudo o que tiveres em mente; eu irei contigo”. (I Samuel 14.1‭, ‬6‭-‬7)

Todas aquelas pessoas que foram chamadas a liderar, começam a liderar com pessoas que pegam junto da visão. Deus sempre coloca esses escudeiros perto de você. Eles estão lá por causa de você.

Jônatas disse: “Venha, vamos atravessar na direção dos soldados e deixaremos que nos avistem. Se nos disserem: ‘Esperem aí até que cheguemos perto’, ficaremos onde estivermos e não avançaremos. Mas, se disserem: ‘Subam até aqui’, subiremos, pois este será um sinal para nós de que o Senhor os entregou em nossas mãos”.  Então os dois se deixaram ver pelo destacamento dos filisteus, que disseram: “Vejam, os hebreus estão saindo dos buracos onde estavam escondidos”. E gritaram para Jônatas e seu escudeiro: “Subam até aqui e daremos uma lição em vocês”. Diante disso, Jônatas disse a seu escudeiro: “Siga-me; o Senhor os entregou nas mãos de Israel”.  Jônatas escalou o desfiladeiro, usando as mãos e os pés, e o escudeiro foi logo atrás. Jônatas os derrubava e seu escudeiro, logo atrás dele, os matava. Naquele primeiro ataque, Jônatas e seu escudeiro mataram cerca de vinte homens numa pequena área de terra.
(I Samuel 14.8‭-‬14)

“Então caiu terror sobre todo o exército, tanto sobre os que estavam no acampamento e no campo como sobre os que estavam nos destacamentos, e até mesmo nas tropas de ataque. O chão tremeu e houve um pânico terrível .  As sentinelas de Saul em Gibeá de Benjamim viram o exército filisteu se dispersando, correndo em todas as direções. Então Saul disse aos seus soldados: “Contem os soldados e vejam quem está faltando”. Quando o fizeram, viram que Jônatas e seu escudeiro não estavam presentes.” (I Samuel 14.15‭-‬17)

“Enquanto Saul falava com o sacerdote, o tumulto no acampamento filisteu ia crescendo cada vez mais. Então Saul disse ao sacerdote: “Não precisa trazer a arca” .  Na mesma hora Saul e todos os soldados se reuniram e foram para a batalha. Encontraram os filisteus em total confusão, ferindo uns aos outros com suas espadas.” ( I Samuel 14.19‭-‬20)

Existem um grupo de pessoas que são soldados, e eles estão ligados às causas. Os escudeiros estão ligados à pessoas. Os soldados existem em todos os lugares e são tão importantes quanto os escudeiros. Todos são necessários para vencer a batalha. Deus quer recrutar soldados para a sua equipe.

“Na mesma hora Saul e todos os soldados se reuniram e foram para a batalha. Encontraram os filisteus em total confusão, ferindo uns aos outros com suas espadas. Alguns hebreus que antes estavam do lado dos filisteus e que com eles tinham ido ao acampamento filisteu, passaram para o lado dos israelitas que estavam com Saul e Jônatas. Quando todos os israelitas que haviam se escondido nos montes de Efraim ouviram que os filisteus batiam em retirada, também entraram na batalha, perseguindo-os. Assim o Senhor concedeu vitória a Israel naquele dia, e a batalha se espalhou para além de Bete-Áven.” (I Samuel 14.20‭-‬23)

Nosso trabalho é com gente e todas as pessoas são importantes. Sem gente a visão não acontece. Como líder, eu preciso transformar os disfarçados em soldados, e os soldados em escudeiros.

O foco do líder não é quão bem você está fazendo a tarefa, nem o tempo que você está fazendo a tarefa ou as pessoas que estão fazendo (…) O foco do líder é olhar para as pessoas que entraram na obra e notar em quem eles estão se tornando, e não sobre o que eles estão fazendo. Não é aquilo que estamos fazendo, mas quem estamos nos tornando.

Fidelidade você não aprende com um microfone na boca, mas você aprende organizando cadeiras, arrumando a mesa da ceia, organizando o trânsito.

3. Princípio do Envolvimento (Fogo, motivação ou paixão)

Contrate paixão, e treine habilidades! Traga para perto de você pessoas que tem fogo pela causa, pessoas apaixonadas pela causa que você tem. Traga para perto de você pessoas intensas! Paixão faz o que disciplina ou diligência nenhuma consegue fazer. Você não precisa dizer a dois apaixonados para que eles pensem um no outro.

Você precisa colocar pessoas perto de você que estão com os propósitos firmes. Quando Jesus pede teu barco emprestado é sempre para encher de peixes. Se disponha a vir primeiro e as qualificações virão depois. Você foi chamado por Deus para exalar o cheiro da próxima estação das outras pessoas.

Deus sempre o chama para fazer algo que você só fica pronto quando começa. Só nasce um Pai quando nasce um filho. Sai do que você conhece, e vai para um lugar que Deus ainda lhe mostrará. Você não pode saber até onde você vai chegar ainda, mais algo que você vai saber é que você não voltará para o nível de liderança do passado.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA