Sensibilidade às direções

Postado em
0
678

por Thiago Garcia

*Trechos da ministração na Igreja Verbo da Vida em Taguatinga-DF em 2017.

A vida cristã é uma jornada. Nós tivemos um ponto de partida, contudo não chegamos ainda no destino que Deus apontou para nós. Contemplar à distância o que Deus tem para nós deve ser motivo de alegria, pois é um futuro brilhante. No livro O Homem em Três Dimensões, o irmão Kenneth E. Hagin fala que nós devemos pensar sempre em nós mesmos como seres espirituais, que possuem uma alma e habitam em um corpo. É através do nosso espírito que Deus ilumina/guia os nossos passos. 

“Por essa razão, desde que ouvi falar da fé que vocês têm no Senhor Jesus e do amor que demonstram para com todos os santos,
não deixo de dar graças por vocês, mencionando-os em minhas orações.
Peço que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o glorioso Pai, lhes dê espírito de sabedoria e de revelação, no pleno conhecimento dele.
Oro também para que os olhos do coração de vocês sejam iluminados, a fim de que vocês conheçam a esperança para a qual ele os chamou, as riquezas da gloriosa herança dele nos santos
e a incomparável grandeza do seu poder para conosco, os que cremos, conforme a atuação da sua poderosa força”. (Efésios 1.15-19)

Paulo sempre orava para que Deus iluminasse os olhos do coração, o espírito das pessoas para que elas pudessem entender três coisas: 

  1. Qual a esperança do seu chamamento, ou seja, para que aquelas pessoas haviam sido chamadas;
  2. Qual a esperança da glória da sua herança nos santos, o que foi que Deus conquistou para nós por meio de Jesus e deixou para nós como herança;
  3. Qual foi a suprema ou imensurável grandeza do Seu poder, Paulo orava para que os olhos daqueles irmãos fossem abertos e eles tivessem um conhecimento pleno.

Temos tido interesse acerca da vontade de Deus para nossas vidas? Temos buscado intensamente? Sabemos aonde cada um de nós deve chegar? Ou estamos esperando essas coisas “caírem de paraquedas” nas nossas vidas?

Paulo fala no livro de Efésios, no capítulo 5 e, a partir do verso 17, que existem dois tipos de pessoas: os néscios (insensatos) e aqueles que são sábios e, ele diz que os sábios procuram entender qual é a vontade do Senhor. Li um artigo certa vez, que dizia que quanto maior for a sensibilidade do equipamento, maior será a precisão da medida. São grandezas diretamente proporcionais, ou seja, quando aquela aumenta, esta aumenta, quando aquela diminui, esta diminui. 

Existem coisas que nós precisamos ou devemos fazer que podem mexer com o nosso nível de sensibilidade. O irmão Hagin fala no livro Como ser Dirigido pelo Espírito de Deus, no capítulo 38, algumas atitudes que podemos tomar que aguçam a sensibilidade do nosso Espírito à voz de Deus:

  1. Meditar e praticar a Palavra
  2. Orar em Línguas
  3. Nos mantermos conscientes das coisas espirituais
  4. Pedir perdão rapidamente quando erramos
  5. Obedecer instantaneamente à voz do Espírito

“Por esta razão, nós também, desde o dia em que o ouvimos, não cessamos de orar por vós, e de pedir que sejais cheios do conhecimento da sua vontade, em toda a sabedoria e inteligência espiritual.  Para que possais andar dignamente diante do Senhor, agradando-lhe em tudo, frutificando em toda a boa obra, e crescendo no conhecimento de Deus”. (Colossenses 1.9-10)

Paulo está dizendo que ia pedir a Deus para que a sensibilidade dos irmãos fosse aguçada. Mas, ele também nos apresenta um círculo virtuoso: Você ora e pede para que o seu conhecimento aumente, mas você também anda de uma forma que o seu conhecimento aumente. Que forma é essa? É andar de modo digno da vocação a que você foi chamado. Deus não deseja que você seja ignorante. Eu gosto de uma frase do pastor Humberto que afirma: “Quando a visão é clara, o preço nunca é alto demais”

Deus está nos apontando para um tempo de maior clareza na visão. O que já aconteceu foi maravilhoso, mas Deus quer nos preparar para aquilo que ainda vai acontecer. Para chegar aonde Ele quer, seu espírito precisa estar sensível. 

Quando olhamos para trás, podemos ficar animados com as coisas que Deus já fez, mas, quando olhamos para frente, para o horizonte que está adiante de nós; nosso coração pode se encher de alegria, porque muito mais Ele vai fazer por cada um de nós. A Palavra de Deus está nos pegando em um lugar e nos levando para outro, Deus está fazendo uma obra poderosa dentro do seu coração, dentro do seu espírito. Estamos em obras.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA