27 DE MAIO – Segurança na viagem

Postado em
0

 

E, naquele dia, sendo já tarde, disse-lhes: Passemos para a outra margem. MARCOS 4.35

Jesus entrou em um barco com Seus discípulos e disse: “Passemos para a outra margem”. E assim ficou resolvido o caso! Jesus não disse: “Velejemos até o centro do lago para afundarmos”. Por isso, quando começou o temporal, e os discípulos de Jesus ficaram com medo, Ele os repreendeu, dizendo: Ainda não tendes fé?

Em uma convenção dos Homens de Negócio do Evangelho Pleno, certa mulher se dirigiu a mim e pediu que eu orasse por ela. Ela disse: “Estou uma ‘pilha de nervos’. Fico mortal­mente apavorada com viagens de avião. Chego até a ficar doente de medo. Não vou freqüentar mais convenções embora goste muito delas”.

“Você não precisa ter medo”, falei. “Na realidade, nem pre­cisa orar a respeito; precisa entrar no avião e dizer: ‘Passemos para Los Angeles ou Chicago, ou onde quer que seja’. O avião não poderá mergulhar. Então, você poderá fazer exatamente como Jesus fez: você pode adormecer, sabendo que o avião vai chegar até o destino, porque você falou com fé”.

Depois disso, vi aquela mulher em várias convenções. Ela me disse: “Funciona exatamente conforme você me falou. Entro no avião e digo: ‘Passemos para a outra margem’. Então, recosto-me, afrouxo os nervos e louvo ao Senhor. Agora, realmente gosto de voar”.

Confissão: “Para onde quer que eu viaje, posso falar: passemos para a outra margem, e receberei aquilo que digo!”

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA