Andamos em Fé!

Postado em
0
632

estevaoEstevão Frederico

Graduado da Escola de Ministros Rhema

Fé. Uma palavra pequena, mas com um poder devastador. A definição mais interessante que já ouvi a respeito desta palavra foi do Pastor Isaías Tavares “Fé: [F]azer [E]xistir”. Na bíblia, encontramos a definição de fé em Hebreus 11.1 (KJV) que diz: “Ora, a fé é a certeza de que haveremos de receber o que esperamos, e a prova daquilo que não podemos ver.” Entretanto, gosto da definição de fé da NTLH “A fé é a certeza de que vamos receber as coisas que esperamos e a prova de que existem coisas que não podemos ver”. Também podemos entender mais sobre a fé em 2 Coríntios 5.7 (NTLH) “Porque vivemos pela fé e não pelo que vemos”.

A fé não é instantânea. Ela precisa ser desenvolvida e treinada, pois ela vem pelo ouvir, e ouvir a Palavra de Deus (Romanos 10.17). A fé se assemelha a musculação, se você chega no primeiro dia na academia e pega pesos em excesso, ficará uma semana sem retornar e com dores. Muitas pessoas pecam neste detalhe: no primeiro dia querem exercer sua fé para mortos ressuscitarem. Enquanto é necessário estimular a sua fé, e sem anabolizantes. Não existem atalhos para que a fé cresça, simplesmente faça sua série de exercícios diários e verá que, com o ouvir da Palavra de Deus, as coisas começarão a tomar forma.

Kenneth Hagin aborda no livro “A Fé que Remove Montanhas” lições poderosas para você exercer sua fé da forma correta. Afinal, realizar o exercício da musculação com a postura errada pode prejudicar seus músculos e até a sua coluna, causando danos até irreversíveis. Neste livro o Irmão Hagin mostra que Marcos 11.23 revela uma verdade posicional poderosa:

“Eu afirmo a vocês que isto é verdade: vocês poderão DIZER a este monte: Levante-se e jogue-se ao mar. Se não duvidarem no seu coração, mas crerem que vai acontecer o que disseram, então isso será feito” (NTLH).

Dizer é a chave para que coisas sejam destravadas. Quando nós declaramos a Palavra de Deus nós damos a legalidade para que o mundo sobrenatural se manifeste em nosso favor. 2 Coríntios 4.13 (NVI) diz: “Cri, por isso falei. Com esse mesmo espírito de fé nós também cremos e, por isso, falamos”. Andar por fé é manter sua confissão alinhada de acordo com a Palavra de Deus.

Um outro detalhe em Marcos 11.23 é crer com o coração, veja “se não duvidarem no seu coração (…)”. Como o homem é dotado de três partes (corpo, alma e espírito) a alma (razão) tenderá a duvidar em todo o momento, pois ela é inclinada as informações fornecidas pelos cinco sentidos (ver, ouvir, tocar, provar e cheirar), isto é, ela acredita no que vê, nas circunstâncias. Entretanto, a passagem diz para crer com o coração. Este sim, não pode duvidar nunca! Como costumo dizer, andar em fé é pisar para, depois, Deus colocar o chão!

Finalizo com um texto do Reverendo Tad Gregurich: “Algumas vezes tudo o que é necessário para tomarmos a decisão é uma fé insana. Noé parecia um tolo construindo uma arca no deserto com 120 anos. Abraão também pareceu tolo comprando roupas de maternidade para Sara. Davi pareceu tolo ficando na frente daquele gigante com uma funda e algumas pedrinhas. Três reis magos pareceram tolos seguindo uma pequena estrela. Pedro pareceu tolo pisando na agua. Jesus pareceu tolo numa cruz. Mas, quais foram os resultados que eles obtiveram? O que aos olhos de todo mundo pode ser tolice, uma fé louca pode mudar situações. Ser radical vai ser qualquer coisa que não é normal. A sua fidelidade em seguir a Deus irá detonar os portões do inferno”.

Então, ande em fé!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA