Assim na terra como no céu

Postado em
0

por Cíntia Angra
(Graduada no Centro de Treinamento Bíblico Rhema)

Em um de nossos aniversários de casamento, eu e meu esposo fomos para a paradisíaca Porto de Galinhas, no Nordeste do Brasil. Passamos somente uma semana naquele lugar, mas fomos tão felizes que chegamos até a pensar em morar lá. Por muitas vezes parei e refleti sobre isso e minha conclusão é que não foi o fato do lugar ser lindo que gerou essa vontade em nossos corações, mas sim o que vivemos naquele tempo: era como se estivéssemos no céu.

Parece loucura, mas antes de considerar heresia, pense no que vivemos. Foram dias plenos, com beleza para todos os lados, sem tristeza e nem falta de nada. Ainda desfrutamos de paz e alegria, sem nenhum tipo de enfermidade. Com o dinheiro que juntamos, graça e favor divino, reinamos em vida! Então a pergunta é: realmente é impossível viver na terra assim como será no céu?

Infelizmente para muitos, parece ser uma grande utopia trazer a realidade celestial para a terra onde pisamos, um sonho impossível de tornar-se real. Mas esta é uma mentalidade que precisa mudar, pois foi isso que o próprio Jesus nos incentivou, através da passagem de Mateus 6, quando Ele nos ensinou a orar:

“Pai nosso, que estás nos céus! Santificado seja o teu nome. Venha o teu Reino; seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu. Dá-nos hoje o nosso pão de cada dia. Perdoa as nossas dívidas, assim como perdoamos aos nossos devedores. E não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal, porque teu é o Reino, o poder e a glória para sempre. Amém’.” (Mateus 6.9-13)

O problema é, ignorando a oração do Pai Nosso, muitos aguardam para viverem esta realidade somente quando a morte física chegar. Ou seja, depois do caixão! Mas se trazer o Reino de Deus para a Terra não fosse possível, Jesus não teria nos incentivado a orar por tal coisa. Ou seja, sim é possível, desde já, desfrutar daquilo que viveremos eternamente no céu.

A verdade é que nós já morremos, não fisicamente, mas espiritualmente. É isso o que importa. A Justiça de Deus foi a porta para entrarmos no Reino de Deus e hoje temos acesso a este lugar e a tudo que existe lá.

Nunca esqueça que ao aceitarmos a Jesus como nosso Senhor e Salvador, passamos da morte para a vida e fomos transportados do império das trevas para o Reino do filho do amor de Deus (Colossenses 1.13) e já fomos abençoados com todas as bênçãos celestiais (Efésios 1.3). É por isso que, hoje mesmo, cada um de nós pode viver o que Paulo explicou aos romanos:

“Se pela transgressão de um só a morte reinou por meio dele, muito mais aqueles que recebem de Deus a imensa provisão da graça e a dádiva da justiça reinarão em vida por meio de um único homem, Jesus Cristo.” (Romanos 5.17)

Vejam que o apóstolo Paulo não diz para esperamos pelo céu para que comecemos a reinar. Precisamos entender que a eternidade já começou. Sim, existe uma plenitude que viveremos quando Jesus e a Igreja estiverem reunidos. Afinal, estamos num mundo ainda governado por satanás. Mas enquanto nosso Noivo não vem, não cessemos de orar para que “seja feito na terra, assim como no céu”, trazendo o Reino de Deus para o lugar onde você está.

Talvez, assim como nós, você tenha vivido um tempo maravilhoso em alguma cidade na qual esteve ou em alguma situação especial. Mas, precisamos trazer para nossa realidade que aquilo que Deus tem preparado para nós no novo céu e nova terra, já pode ser real agora, independentemente de onde estivermos.

Céu e terra, natural e sobrenatural podem se unir. O Reino de Deus é um lugar espiritual que pode inundar a terra natural onde seus pés pisam todos os dias de nossas vidas. Basta crer, declarar e, assim, desfrutar.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA